Engasgos em bebês: como evitar e o que fazer, caso aconteça 

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Uma cena bem comum, principalmente quando se trata de bebês muito pequenos: o engasgo. Quem é mãe sabe o desespero que bate quando isso acontece.

Recentemente, um bebê de 3 semanas se engasgou com leite materno, em uma rodovia, em Taboão da Serra, interior de SP. Os pais pediram socorro aos agentes que estavam fazendo patrulha. Por sorte, o desfecho foi feliz: o bebê foi salvo pelos guardas, que conseguiram desobstruir as vias aéreas do bebê.

No entanto, situações como essa podem acontecer com qualquer família. Por isso é importante saber que medidas devem ser adotadas para evitar que isso aconteça e o que fazer em casos de engasgos.

Como evitar que bebês engasguem?

Ocorrências como sufocamento e engasgo estão entre as principais causas de morte de bebês no Brasil. Quanto menores, mais vulneráveis a sofrerem esse tipo de acidente. Isso porque não existe nos bebês muito pequenos maturidade neurológica, respiratória e digestiva, o que favorece engasgos. Por isso todo cuidado é pouco.

Confira abaixo algumas dicas de como evitar que isso aconteça:

  • Se puder, amamente o bebê no peito. Além do leite materno ser muito mais nutritivo, a criança que mama no peito corre menos riscos de engasgar-se, pois ela suga quando tem fome, ao contrário da mamadeira, na qual o fluxo de líquido não é controlado. Bebês que mamam no peito regurgitam e vomitam menos também
  • Caso precise dar mamadeira, não deixe o bebê se alimentar sozinho até, pelo menos, os 7 meses para evitar que ele se engasgue no processo
  • Não dê de mamar para o bebê deitada, prefira sempre a posição “ventral”, na qual o bebê fica barriga com barriga com a mãe
  • Amamente em um lugar tranquilo e sem distrações. Concentre-se para observar como o bebê está mamando. Por exemplo, se ele mama rápido demais, dê uma pausa para ele engolir o líquido e voltar a mamar
  • Deixe o bebê na posição vertical por cerca de 20 minutos, após mamar.
  • Não faça troca de fralda depois de o bebê mamar porque, ao levantar as pernas dele para a troca, o leite pode subir e o bebê engasgar.

E se acontecer de o bebê engasgar? O que fazer?

A primeira medida a ser adotada, caso o bebê se engasgue, é manter a calma. Caso note que o bebê está com as vias aéreas obstruídas, não consegue respirar, está vermelho e/ou não emite nenhum som, coloque o bebê de bruços sobre um dos teus braços (com a cabeça do bebê voltada para baixo). Bata, de leve, nas costas dele com a palma da mão ou faça uma leve pressão na região dorsal para provocar tosse. O líquido que obstruiu as vias aéreas deve sair pela boca ou nariz. Geralmente essa manobra é suficiente para desengasgar.

Veja o vídeo desta manobra:

Engasgos muito frequentes precisam ser investigados, pois podem indicar algum erro na amamentação ou mesmo refluxo ou problemas de deglutição.

Talvez te interesse ler também:

Manobra de Heimlich – como desengasgar uma criança e salvar sua vida

Como fazer o bebê parar de soluçar. Veja Aqui Várias Simpatias e Remédios

Veja por que bebês não devem nunca beber água antes dos 6 meses

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Paulistana formada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro, tem o blog Mamãe me Cria e escreve para GreenMe desde 2017.
Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Instagram
Siga no Facebook