Aprender braille brincando: os novos "tijolos" da Lego

lego-para-deficiente-visual

Por incrível que pareça, nem toda pessoa com deficiência visual sabe ler em braille porque os recursos disponíveis para ensinar este sistema de escrita, não são muitos.

E foi pensando na alfabetização de crianças com deficiência visual que a Lego desenvolveu o Braille Bricks, as famosas peças "tijolos", agora ajudarão as crianças a ler braille enquanto brincam. Uma ajuda que pode ser valiosa quando se sabe que faltam serviços escolásticos aptos à alfabetizar crianças com este tipo de deficiência.

A Lego vem pensando na diversidade depois de ter sido criticada durante um campanha que visa a inclusão de crianças com deficiência, no mundo dos brinquedos, a #ToyLikeMe.

A ideia é ótima porque, conforme explica o site mother nature network, muitas vezes, às crianças com vista parcial, se ensina a ler em livros com letras enormes impressas. Já às crianças com nenhuma visão, muitos professores recomendam os audiobooks que, se fossem tão bons poderiam ser usados também em crianças sem deficiência, o que não é o caso. Não existem comparacões: é muito diferente poder ler uma história, de acordo com seu ritmo, interpretação, etc, em vez de simplesmente escutá-la através dos audiobooks.

Os tijolos Braille Bricks foram criados pela Foundation for the Blind e pela agência de publicidade Lew'Lara\TBWA. Eles permitem que crianças, com ou sem deficiência visual, construam e soletrem palavras.

Dá uma olhada no vídeo em português:

300 brinquedos serão distribuídos para programas de alfabetização em braille, mas qualquer pessoa, no mundo inteiro, poderá usar o projeto, mesmo que para fins comerciais, para recriar e utilizar os brinquedos, desde que se mantenha a licença original, Creative Commons.

Fantástico, não é mesmo?

Leia também:

seta

O ESTUDANTE QUE INVENTOU UM CARRINHO DE BEBÊ PARA AS MÃES COM DEFICIÊNCIA

seta

CONHEÇA A MAGIA DA ESCOLA DE BALÉ PARA DEFICIENTES VISUAIS