Nunca mais crianças descalças nos países pobres

crianças descalças

As crianças que vivem nos países menos desenvolvidos poderiam crescer sem terem que caminhar descalças. Se o consumismo nos países ricos impõe um par de sapatos para cada ocasião, em algumas áreas do mundo, os jovens são obrigados a ter, na melhor das hipóteses, um par de sapatos por vários anos. Mas alguém tentou achar uma solução para o problema.

Algumas vezes, o mais simples dos inventos pode mudar milhões de vidas. E este é o objetivo do “The Shoe That Grows”, literalmente, o sapato que cresce. A sandália inventada por Kenton Lee é ajustável no tamanho e possibita que as crianças dos países pobres, nunca mais andem descalças

Os sapatos podem crescer em 5 tamanhos e durar pelo menos cinco anos. Uma idéia que não veio do nada e ganhou força quando Kenton estava morando em Nairobi, no Quênia, em 2007. Um dia, enquanto caminhava por uma igreja, percebeu ao seu lado uma menina de vestido branco usando sapatos muito menores do que seus pés.

Sua família, como muitas outras, não podia pagar por outro sapato. Então Lee pensou: "Não seria bom se houvesse um sapato capaz de se adaptar e se expandir para que as crianças pudessem ter sempre um par de sapatos adequado ao seu tamanho?”

Lee com sandálias que crescem

Detalhe sandália que cresce

E assim nasceu o The Shoe That Grows. Mais de 2 bilhões de pessoas no mundo sofrem por causa de parasitas e doenças transmitidas pelo solo. O "sapato que cresce", pode ser uma solução também para ajudar os pequeninos a protegerem seus pés.

Desenvolvido em parte por uma empresa chamada Proof of Concept, as sandálias estão disponíveis em dois tamanhos: o primeiro adequado para crianças nos primeiros anos de vida, enquanto os outros são para maiores, de até cerca de 10 anos.

Uma outra vantagem é a facilidade de transporte. O sapato pode ser comprimido e é muito leve. Desta forma, é possível carregar 50 pares que pesam 20 quilos, em uma pequena mala.

Os calçados de Lee já estão à venda. Um par custa 30 dólares, mas comprando uma quantidade maior o preço é reduzido para US$ 12 o par.

Leia também: Diferenças entre ricos e pobres impactam na aprendizagem

Fonte fotos: theshoethatgrows.org