O primeiro caso de coronavírus na Itália: casal chinês curado, doa US$ 40.000 para hospital em Roma

O primeiro caso de coronavírus na Itália: casal chinês curado, doa US$ 40.000 para hospital em Roma

Eles foram os dois primeiros casos de coronavírus na Itália, imediatamente isolados e tratados no Spallanzani, hospital especializado em doenças infecciosas em Roma, no final de janeiro de 2020, quando a pandemia ainda parecia distante.

Os cônjuges chineses que tiveram alta do hospital em meados de março, quando a Itália então passava por um confinamento total, somente agora conseguiram retornar à China e, para agradecer o hospital romano que salvou suas vidas, fizeram uma doação de 40 mil dólares para serem usados em pesquisas para a cura da Covid-19.

O casal original de Wuhan, no dia da alta do hospital de San Filippo Neri, para o qual foram transferidos em 19 de março para reabilitação, expressou profunda gratidão a todos os médicos, profissionais de saúde e à toda a Itália: “Obrigado Itália, vocês nos salvaram!”. Depois de estarem completamente curados, finalmente puderem passar algum tempo visitando o país como turistas, com a abertura das fronteiras.

“A decisão de fazer uma doação ao Instituto Spallanzani é um ato de grande generosidade e gratidão. – disse o conselheiro de saúde da região do Lácio, Alessio D’Amato – Há um provérbio chinês que diz: ‘quem volta de uma viagem nunca é a mesma pessoa que partiu‘. Aqui está a jornada e a história do casal de Wuhan curado no Instituto Spallanzani, que é uma excelência do nosso sistema regional de saúde, reconhecido mundialmente e que foi o primeiro caso de positividade na Itália, permanecerá gravado em nossa memória. Então, quero lhes agradecer e os convidar para voltarem a Roma”.

https://www.facebook.com/SaluteLazio/posts/262089288544508

Emocionante!

Talvez te interesse ler também:

Coronavírus recorde: 183.000 novos casos nas últimas 24 hs. É o maior número de infecções em um único dia

Autoridade, desigualdade, vigilância, incerteza: o que nos espera depois da pandemia?

Vacina contra o coronavírus até o final do ano, pretende OMS

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *