COmVIDa-20: a campanha do “vírus gente boa”. Espalhe você também esse vírus do bem

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Sim, além do temido SARS-CoV-19, existe um vírus que ganhou vida pelo desenho de uma menina de 11 anos. Batizado por ela de “vírus gente boa”, em vez de doença, ele está espalhando solidariedade por onde passa. O desenho deu origem à campanha de arrecadação de cestas básicas, destinadas às comunidades carentes do Rio de Janeiro.

Essa história começa com o desenho da jovem Manuela Oliveira de 11 anos, que fez um desenho batizado por ela de “vírus gente boa”. A mãe de Manu postou o desenho no grupo de WhatsApp dos pais da escola e um deles disse que ele poderia se tornar uma campanha.

E foi o que aconteceu: o desenho de Manu deu origem à campanha COmVIDa-20, cujo objetivo é espalhar solidariedade para suprir os estragos causados pela Covid-19.

Como funciona a COmVIDa-20?

O desenho da Manu foi estampado em camisetas e máscaras que formam um kit no valor de R$ 60. Essa quantia é equivalente a meia cesta básica e a ideia é convidar um amigo para participar e completar o valor da cesta. Com isso, um amigo convida o outro e vai espalhando a corrente do bem, ou melhor, o “vírus gente boa”.

Segundo informações do site Só Notícia Boa, essa campanha começou no dia 25 de abril e em 10 dias conseguiu arrecadar o equivalente a 4 toneladas de alimentos. Esses são transformados em cestas básicas e doados para o Instituto da Criança, que se encarrega da distribuição para as demais ONGs do Rio de Janeiro.

Até o momento em que a matéria foi publicada, foram vendidos 1044 kits, os quais geraram um total de 522 cestas básicas. Tudo isso graças à divulgação da campanha nas redes sociais e no site, que puderam alcançar grandes artistas como Antônio Fagundes, Giovanna Antonelli, Elba Ramalho, Cissa Guimarães e vários outros.

Espalhe você também esse vírus do bem

Para ajudar a espalhar esse vírus do bem, basta entrar no site da campanha COmVIDa-20: Contagie com o vírus do bem!

Talvez te interesse ler também:

A solidariedade de empresas e famílias ricas no combate à pandemia. Um mundo melhor é possível

Organização e Solidariedade: o que Paraisópolis nos ensina sobre contenção do coronavírus

Rede de solidariedade: como ajudar os mais vulneráveis durante a pandemia

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Formada em Administração de Empresas e apaixonada pela arte de escrever, criou o blog Metamorfose Ambulante e escreve para GreenMe desde 2018.
Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Instagram
Siga no Facebook