Na Alemanha a Miss “fora do padrão”, mãe, 35 anos, eleita por mulheres sem prova do biquíni

Um concurso de “miss qualquer coisa” ainda faz sentindo em 2020?

É verdade que os populares concursos de beleza envolvendo candidatas mulheres já foram bem mais populares no passado do que hoje em dia, visto que estamos mais críticos à imposição de um padrão de beleza.

Entretanto, eles existem e muitas jovens mulheres consideradas bonitas se candidatam a participar deles. Por isso mesmo, é preciso estar atento ao que esse tipo de concurso almeja instituir como um tipo válido de beleza para as sociedades.

Padrão Miss

A palavra “miss” é originária do inglês e designa uma forma de tratamento para referir-se a uma mulher jovem. Os concursos de beleza apropriaram-se do termo para especificar que parcela do público feminino pode participar deles, além, claro, de todas os demais recortes que moldam um padrão específico de corpo e comportamento femininos.

Corpos fora desse padrão, que inclui medidas corporais, tatuagens, estado civil, corpos trans, estão impedidos de participar dos concursos de miss. Ou seja, esses corpos sequer podem inscrever-se em um concurso desse tipo.

Empoderando mulheres autênticas

Na Alemanha, os organizadores do concurso de miss, que já existe há cerca de um século, decidiu “inovar”.

O Miss Alemanha abandonou as regras impostas durante todo esse tempo ao adotar o slogan “Empoderando mulheres autênticas”. As mudanças adotadas passaram a incluir candidatas com idade de até 39 anos e mulheres casadas e mães.

Também foi extinta a prova do biquíni, na qual as mulheres eram forçadas a exibir seus corpos, e determinou que o júri fosse formado apenas por mulheres, responsáveis por escolherem a candidata mais bonita das 16 regiões alemães.

A vencedora da edição 2020 do concurso foi Leonie von Hase, uma empresária de 35 anos que é mãe de uma criança de três anos. Ela nasceu na Namíbia, África, e representou a província de Schleswig-Holstein.

View this post on Instagram

Top 3 @leonievonhase 💛

A post shared by Miss Germany® (@missgermany_official) on

A candidata vencedora foi a participante mais velha das finalistas. Ao receber o título, Von Hase disse:

 “Minha percepção de uma mulher ‘bonita’ é a força, o caráter e a autenticidade que ela irradia”.

A percepção de beleza se altera ao longo do tempo e no espaço, porque os padrões são construídos culturalmente, transformando-se em estereótipos. Ainda que o Miss Alemanha tenha inovado, tornando-se um pouco mais inclusivo, o concurso, como todos os demais do gênero, ainda está ancorado em uma visão muito restrita dos corpos femininos.

A beleza está muito mais na diversidade do que no comum.

Talvez te interesse talvez:

Quem é ela, a vencedora do Miss Universo 2019 que está bombando nas redes

Campeões da Terra 2020: abertas as inscrições do maior prêmio global para jovens empreendedores ambientais

Estudantes indianas forçadas a tirar a roupa no banheiro da faculdade para checagem de menstruação

Sobre Gisella Meneguelli

Gisella Meneguelli
É doutora em Estudos de Linguagem, já foi professora de português e espanhol, adora ler e escrever, interessa-se pela temática ambiental e, por isso, escreve para o GreenMe desde 2015.

Veja Também

Quando o racismo se aprende na escola

A escola é uma das instituições mais importantes no combate ao racismo. Não à toa, …