Festival de Veneza: The Postman’s White Nights ganhou o Prêmio Green Drop Award 2014

Festival de Veneza

The Postman’s White Nights, do diretor russo Andrei Konchalovsky, ganhou o Green Drop Award 2014 sendo o filme que melhor interpreta a sustentabilidade, entre os 71 em competição, no Festival de Cinema de Veneza.

O júri concedeu-lhe como uma obra de profunda reflexão sobre as relações entre o homem e o homem e entre o homem e a natureza, cujo futuro está em nossas mãos, se quiséssemos apenas assumir as nossas responsabilidades.

O filme é ambientado em um remoto vilarejo russo no lago Kenozero, onde há uma pequena comunidade que pode chegar ao resto do mundo apenas de barco, através do lago. Na vizinhança surge uma base espacial que usa uma tecnologia poderosa e avançada, mas os moradores dali vivem como se estivessem há mil de anos, produzindo para eles apenas o essencial para a sobrevivência.

O diretor diz sobre o filme: "Nos últimos anos, eu comecei a pensar que o cinema moderno está tentando libertar o espectador de qualquer forma de contemplação. Nos últimos anos, eu me sinto oprimido pela dúvida de que se eu realmente entendi a essência do cinema. Este filme é a minha tentativa de explorar possibilidades alternativas que se escondem na imagem em movimento acompanhada pelo som."

Trata-se de uma tentativa de retardar a leitura da vida, com base na contemplação, entendida como o estado de espírito do homem que se sente em unidade com o universo. Talvez este filme seja uma tentativa de aperfeiçoar a audição do diretor para ouvir o sussurro do universo, como ele mesmo explicou.

A cerimônia de premiação foi realizada sexta-feira em Veneza, a bordo do MS Turanor Planeta Solar, o maior barco solar do mundo, com a presença do júri e de todos os representantes dos Prêmios Green Drop e Green Cross Itália.

O troféu representa uma gota d'água no interior da qual é colocada uma amostra de terra, que neste ano veio da Antártica.