Ailton Krenak

Ailton Krenak vence prêmio literário com sua obra “Ideias para Adiar o Fim do Mundo”

O líder indígena Ailton Krenak ganhou o 62º Troféu Juca Pato, oferecido pela União Brasileira de Escritores (UBE).

O militante indígena e ambientalista tornou-se o vencedor da premiação por sua destacada obra “Ideias para Adiar o Fim do Mundo”, publicada pela editora Companhia das Letras.

A escolha, realizada por votação on line, concedeu a Krenak a homenagem de “Intelectual do Ano”,  distinção dada a quem tiver “publicado livro de repercussão nacional no ano anterior, em qualquer área do conhecimento,  e contribuído para o desenvolvimento e prestígio do País, na defesa dos valores democráticos e republicanos”, informa o Estadão.

Foram indicados à categoria 54 escritores de todas as regiões do país, entre eles Djamila Ribeiro, Eliane Brum e Laurentino Gomes.

Trajetória

Ailton Krenak, que nasceu em 1953, na região do Rio Doce, em Minas Gerais, é uma das principais lideranças indígenas brasileiras. Recentemente, atuou contra o desastre ambiental em Bento Rodrigues (MG). Teve participação decisiva na elaboração da Constituição de 1988 na seção destinada aos povos indígenas. Em 2016, recebeu da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) o título de Doutor Honoris Causa.

Talvez te interese ler também:

Ailton Krenak, professor Honoris Causa em sabedoria indígena

Uatu, o Rio Doce do Povo Krenak, um rio de vida que morre

Para salvar o planeta, seu voto vale mais do que a sua dieta

Sobre Gisella Meneguelli

Gisella Meneguelli
É doutora em Estudos de Linguagem, já foi professora de português e espanhol, adora ler e escrever, interessa-se pela temática ambiental e, por isso, escreve para o GreenMe desde 2015.

Veja Também

Um monstro na cozinha está devorando florestas. Quem será?

Uma animação tem sensibilizado as pessoas sobre os impactos destrutivos do consumo da carne em relação …