Conheça a magia da escola de balé para deficientes visuais

A Associação de Balé e Artes para Cegos Fernanda Bianchini (ABCFB), fundada no ano de 1995, oferece, totalmente grátis, diversos cursos de arte e dança voltados para o público infantil e juvenil formado por deficientes visuais.

A metodologia exclusiva que é aplicada nas aulas, tem base no método desenvolvido pela professora, teórica e fisioterapeuta Fernanda Bianchini, pioneira, que inclui essas pessoas nos campos social e afetivo, utilizando para isso o poder da dança, para quebrar preconceitos e barreiras sociais.

Fernanda Bianchini: a responsável pelo método

Nascida no interior de São Paulo, em 1978, formou-se bailarina pela Escola Municipal de São Caetano do Sul e pela Fundação das Artes local. Ao se mudar para a capital, formou-se como fisioterapeuta pela Universidade Bandeirante, com pós-graduação em Reeducação Postural Global de Ph. Souchard (RPG), com foco em Coluna Cervical, Escoliose, Streching Global Ativo (SGA) e Lesões Articulares.

Seu mestrado foi realizado na párea de Distúrbio do Desenvolvimento, pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com a dissertação “O Ballet Clássico para Deficientes Visuais: Método Fernanda Bianchini”.

Bianchini ainda atua como Fisioterapeuta de uma rede de clínicas que leva seu nome. É professora voluntária de Balé para Cegos na Associação de Ballet e Artes para Cegos Fernanda Bianchini. É, ainda, a responsável pelo único grupo profissional de bailarinas cegas em todo o mundo.

Em 2005, chegaram a receber a visita do Balé Real da Dinamarca. Em 2007, de Mikhail Baryshnikov e sua Companhia, em 2008, do Russian State Ballet e a Cia David Parsons, que cedeu uma coreografia para os brasileiros. Em 2013, a Associação venceu o prestigiado Prêmio Internacional JK, tornando-se a primeira Organização Não-Governamental do Brasil a ter o reconhecimento.

Atualmente, o grupo faz apresentações pelo país inteiro e no exterior.

O vídeo abaixo é emocionante. "A bailarina é linda, ela é elegante, ela demonstra ter tudo o que é mais perfeito na vida..."

Leia também:

seta

Turismo para portadores de deficiência: o Brasil que a gente quer

seta

BALLET: 10 BENEFÍCIOS PARA CAIR NA DANÇA

Fonte fotos: Looking at the stars