Viajar barato! Dicas práticas para uma viagem quase grátis

  • atualizado: 
viajar-barato

Viajar é muito bom, não é mesmo? É uma oportunidade para sairmos um pouco de nós mesmos, conhecer outros costumes, ver outras gentes, provar outros sabores, sentir novos aromas e contemplar novas paisagens. Mesmo se retornamos a algum lugar já conhecido, ele estará diferente, já que o nosso olhar muda ao longo da vida. Mas, apesar de sabermos de todas estas vantagens, quem já não deixou de fazer aquela tão sonhada viagem porque o custo era alto?

Saiba que, hoje em dia, há diversas possibilidades de viajar gastando pouco, seja com hospedagem, seja com transporte, os dois itens que mais pesam no orçamento da viagem. Quer saber como? Então, continue lendo este texto.

Hospedagem grátis ou em troca de....

home exchanging

Home exchanging: Trocar casa

Consiste em trocar de casa: eu vou para a tua casa e você vem para a minha. Há sites especializados onde você pode se cadastrar para receber alguém e ir para a casa de outra pessoa.

O site Home Exchange é um deles. Você tem que listar a tua casa para que a comunidade cadastrada no site tenha acesso a ela. Tire fotos bacanas por dentro e por fora. Depois, é só você gerenciar os contatos que forem feitos e escolher a sua troca. É uma excelente experiência para viver como um local.

Trabalho em troca de hospedagem

Você deve estar pensando: "Eu não vou trabalhar nas minhas férias". Mas, se você pensar melhor, é um trabalho diferente, porque, em geral, os lugares que oferecem hospedagem são socialmente engajados. Alguns locais oferecem, também, refeição. Os tipos de serviço podem ser variados: pintar parede, fazer manutenção em computadores etc.

O WWOOF, por exemplo, é um movimento mundial que associa voluntários com produtores e agricultores orgânicos para promover experiências culturais e educacionais baseadas na confiança e no intercâmbio não-monetário, ajudando assim a construir uma comunidade global sustentável. Você pode conhecer, por exemplo, a Itália dessa forma.

O Help Next é outro site confiável que oferece hospedagem em troca de trabalho.

House sitter

house sitter

House sitter nada mais é do que uma pessoa para cuidar de uma casa enquanto os donos estão fora. Ela deve regar as plantas, cuidar dos animais, deixar a casa limpa e ocupada, o que é muito bom, também, para o dono da casa.

O site Mind my House fornece todas as ferramentas on line para que proprietários de casas e "babás de casa" se encontrem uns aos outros em qualquer lugar do mundo.

Outros sites que gerenciam esse contato são o House Carers e o Trusted House Sitters.

Couchsurfing

couch surfing

Para quem é jovem, aventureiro ou não se importa com muitas comodidades e fica numa boa em um sofá ou em qualquer outro lugar da casa, contanto que seja grátis, essa é a opção ideal.

Os couchsurfers abrem suas casas e compartilham suas vidas. Conecte-se com os donos das casas e confirme sua estadia gratuita através da plataforma Couchsurfing.

A casa do amigo

Essa continua sendo a melhor opção, mas lembre-se de ser uma pessoa bacana para ter sempre as portas abertas, ou seja, contribuir com as despesas, fazer algum serviço, dar uma mão, respeitar as regras da casa, etc.

Dormir no aeroporto

dormir aeroporto

Parece loucura, mas há um site dedicado a dar dicas sobre dormir em aeroportos, o que é muito melhor do que dormir em estações de trem ou em rodoviárias, situações que provavelmente todo viajante já tenha algum dia passado, mesmo que por pouco tempo. Aeroportos são, geralmente, mais seguros, limpos e tranquilos e existe até aeroportos que oferecem este serviço:

Leia mais: NO AEROPORTO DE HELSÍNQUE VOCÊ PODE DORMIR...EM UMA CONCHA!

Para quem se interessou ou vai fazer um mochilão aventureiro por aí, vale a pena conhecer o Sleeping in Airports com dicas dos melhores aeroportos onde tirar um belo cochilo.

Viajar e escrever sobre onde esteve

Relatos de viagem são sempre interessantes. Há grandes clássicos da literatura sobre o gênero. No site Match Trip, que é um network, você se inscreve e relata as suas experiências de viagem. A cada relato, você ganha pontos. Ao juntar 10.000 pontos, você entrará no círculo dos melhores "guias" e poderá ser escalado para viajar grátis para fazer o serviço de "repórter-guia", como aquelas pessoas que vão, por exemplo, a um restaurante, e depois opinam a respeito.

Como chegar ao destino

Embora o jeito mais green (e mais barato) de viajar seja de bike, de carona, de trem, há destinos que não tem jeito.

Se você tiver que fazer uma viagem intercontinental e nao quiser, ou não puder ir de navio, saiba que existem vários sites de busca de passagens promocionais. Alguns deles oferecem um serviço de alerta, que informa a você quando aquele trecho que você deseja entra em oferta. Esses sites de busca agregam várias companhias aéreas e alguns cobrem as ofertas dos sites das próprias companhias. Alguns deles são: ViajeNet, Decolar, Edestinos, Edreams.

Planeje-se

Agora que você já tem em mãos todas essas dicas, não precisa mais adiar aquela tão sonhada viagem. Não idealize demais, querendo ficar em um hotel 5 estrelas. Se você não tem grana para isso, não significa que você não pode fazer uma viagem inesquecível. Programe-se e embarque na viagem!

Especialmente indicado para você:

QUER IR PARA NOVA YORK MAS ESTÁ SEM GRANA? CONFIRA DICAS PARA IR GASTANDO POUCO

BED AND LEARN: COMO VIAJAR GRÁTIS EM TROCA DE HOSPITALIDADE E CONHECIMENTOS

QUE TAL CONHECER O MUNDO TRABALHANDO EM FAZENDAS ORGÂNICAS?