Próximo destino: Colômbia

Colômbia

O sonho de muitos brasileiros é conhecer Paris, Nova Iorque...por que não prestigiamos nossos vizinhos sul-americanos? Uma dica interessante para quem gosta de natureza e meio ambiente é visitar a região da Baía de Solano, na Colômbia, considerado um dos lugares mais exuberantes do país, onde se podem encontrar paisagens intocadas que são refúgios de baleias, tartarugas e uma das mais diversas faunas de aves do planeta.

A Colômbia é o único país sul-americano banhado por dois oceanos, o Pacífico e o Mar do Caribe. Possui paisagens preservadas como a Baía de Solano, cujo acesso é difícil pois não há rodovias. Além disso, chove muito na região, o que dificulta ainda mais o acesso mas, este isolamento, proporciona uma paisagem preservada e com muitas opções de passeios.

A região da Baía de Solano têm uma população de 9 mil habitantes e possui uma fauna diversa e exuberante. Conhecida como o paraíso das tartarugas, na região pode-se encontrar outros visitantes como baleias jubarte e aves de diversas espécies. A região é conhecida como uma das avifaunas mais rica e diversa no mundo, com cerca de 900 espécies de aves entre migratórias e endêmicas.

A melhor época para visitar a região é de setembro à dezembro, época em que chove menos na região, mas se a ideia for obsevar baleias jubarte, o melhor período é de agosto à outubro.

O acesso à Baia de Solano pode ser feito via aérea. O vôo mais comum é via Medellín, onde as passagem de ida e volta partindo do Brasil, podem variar entre U$400 a U$700. Também é possível chegar de barco, em uma viagem que leva um dia, partindo do porto de Boaventura.

Na Baía de Solano há 5 tipos de hospedagem entre pousadas e hotéis e as diárias variam entre R$150,00 e R$432,00, considerando quarto para 2 pessoas excluídos impostos e taxas.

Um espetáculo!

Leia também: Medellín, Colômbia: a volta por cima da cidade de Pablo Escobar

Gostou da ideia? Visite o portal oficial de turismo na Colômbia clicando aqui.

Fonte fotos: skyscraperlife.com