Budapeste: 10 lugares imperdíveis para se conhecer

budapeste

Um dos destinos mais cobiçados pelos brasileiros é com certeza Budapeste, a capital húngara, cheia de charme, beleza arquitetônica e natureza.

Alguns veem muitas semelhanças da cidade com Paris, tanto que às vezes a maior cidade húngara é apelidada de "Paris do Oriente”.

Localizada nas margens do rio Danúbio, Budapeste é o resultado de três cidades: Buda, Peste e Ôbuda.

O que fazer em Budapeste? Quantos dias permanecer?

Bom, segundo o site 10Cose.it, 3 dias são suficientes para descobrir 10 coisas imperdíveis na capital húngara. Vejamos:

1. O bairro Buda

O bairro Buda é o mais antigo da cidade e hoje sede do Palácio Real. Passou por destruições e se reergueu mais de uma vez das invasões e bombardeios por parte de turcos e austríacos. Com tanta história e beleza, um passeio a pé por ali é fundamental.

2. O bairro Peste

Buda é a parte antiga e nobre de Budapeste e Peste é o coração moderno e inovador da cidade. Inquieto e desordenado como toda metrópole, é o contraponto perfeito para a tranquilidade do Buda. Mas não é apenas ideal para curte o agito. Em Peste se encontram grandes coisas para ver: lojas de designers e de jovens artistas, o Palácio do Parlamento e a Catedral de St. Stephen, a Grande Sinagoga e o Museu Etnográfico, a Casa do Terror, que foi utilizada tanto pelos nazistas quanto pelos comunistas como lugar de tortura e o Museu de Belas Artes de Budapeste.

3. Museu de Belas Artes

Um museu que não deixa nada a desejar dos grandes museus do mundo (ali tem Renoir, Monet, Delacroix, Gauguin, Cezanne, Tiziano, Rembrandt, Picasso, entre outros). O museu é dividido em seis seções principais: antiguidade greco-romana, coleção egípcia, esculturas, desenhos e estampas, galeria de mestres antigos e de artistas contemporâneos.

4. O Parco dos heróis

Ali se encontram estátuas que representam as grandes figuras do comunismo (Marx, Lenin, Stalin, Bela Kun) juntamente com soldados anônimos.

5. Casas de banho

Em Budapeste esta tradição antiga persiste para a nossa sorte e assim, as casas de banho são lugares de socialização e relax exatamente como eram na Roma antiga. As águas têm temperaturas entre 21 e 78°C em grandes e pequenos banhos termais, cheios de história e de arquitetura estupenda. As mais famosas são a Széchenyi e a Gellért Spa.

budapest vista

Vista do rio Danúbio e do Parlamento Húngaro  feita do Fishermen's Bastion, na área do Castel Hills, em Buda.

6. A Grande Sinagoga em Budapeste

Budapeste sempre teve uma grande comunidade judaica. Ainda hoje há 22 sinagogas ativas e a maior sinagoga da Europa está bem ali. Foi construída em 1859 em estilo neo-mourisco e pode acomodar até 3000 pessoas.

7. A Margaret Island

Jardins, spas, piscinas, parques para caminhadas e esportes. A ilha Margaret fica bem no meio do Danúbio e é facilmente acessível através da ponte de mesmo nome. O lugar é popular entre as pessoas que buscam algumas horas sem poluição ou vão se banhar nas águas termais da grande piscina ao aberto, a Palatinus.

8. O Palácio do Parlamento em Budapeste

Um dos símbolos da cidade, talvez o mais conhecido e fotografado. Foi construído entre 1885 e 1904 pelo arquiteto Imre Steindl, inspirado no Parlamento de Londres e da Catedral da Colônia.

O estilo gótico externo se junta as estilos barroco e renascentista ao interno deste esplendor de quase 18.000 metros quadrados, 27 entradas e 691 quartos.

9. Restaurantes e bares

Não faltarão opções para comer mas a cozinha húngara não é propriamente leve: carne, batatas, cebola, especiarias e paprika são os ingredientes mais usados na cozinha de Budapeste e da Hungria.

Goulash é o prato típico por excelência, uma sopa feita a base de carne mas, como o vegetarianismo vem ganhando cada vez mais espaço no mundo inteiro, também ali se encontram varias opções para quem não come nenhum tipo de carne. Aqui uma lista de restaurantes vegetarianos em Budapeste. 

10. Vida noturna

E como em toda a viagem que se preste, não pode faltar um bom barzinho pra beber um bom cocktail, ouvir uma boa música, ver gente bonita e contente. Mas e aí? Aonde ir em Budapeste? Dá uma olhada neste site, o Budapest-nightguide.com que tem várias dicas de bares, boates, pubs e restaurantes.

Onde ficar em Budapeste

Não faltam ofertas de hotéis, B&B’s e pousadas. Veja sempre o que os hóspedes dizem de suas estadias nos comentários dos sites. Ficar no centro é cômodo para se locomover mas o preço ali pode ser mais alto. No mais, cada um tem uma preferência e preza mais pela limpeza do que pelo barulho por exemplo e por aí vai. Por isso, ler os comentários é fundamental para ter uma ideia se o local será mais ou menos bom para o teu perfil.

Boa viagem!

Leia também:

NA NOVA ZELÂNDIA CAVERNAS ILUMINADAS COMO UM CÉU ESTRELADO

CAN JANÈ: UM RESORT PARA CÃES NA ESPANHA

CAMINHANDO PELAS RUAS CHEIAS DE FONTES, E HISTÓRIA, EM ROMA