Conheça os Lençóis Maranhenses: um paraíso de dunas e lagoas

Lençóis Maranhenses

Os Lençóis Maranhenses são uma espécie de paraíso perdido. Localizados no nordeste brasileiro, abriga o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, formado por dunas que escondem lagoas de água doce.

O lugar é impressionante porque parece um deserto com pequenos oásis onde o turista pode se refrescar depois de muitos sobe-e-desce de dunas. Embora a região seja muito quente, há muito vento, que desenha as dunas, e lagoas, formadas pelo acúmulo de água das chuvas, que caem no primeiro semestre do ano. Aliás, esta é a melhor época para se conhecer a região.

Como chegar aos Lençóis?

O ponto de partida é a capital maranhense, São Luís. De lá, há vários passeios, disponíveis em qualquer hotel da cidade, para a cidade de Barreirinhas, localizada a 250 km da capital.

Geralmente, os passeios turísticos são realizados em vans. Prepare-se para viajar 250 km no “meio do nada”. Há um bom restaurante no meio do caminho, mas se você quiser levar um lanchinho na bolsa, fica a dica.

Há, também, a opção de transporte intermunicipal, se você prefere fazer o passeio sem o intermédio de agências. Do Terminal Rodoviário de São Luís, saem diariamente ônibus até Barreirinhas. A passagem custa cerca de R$ 45 por pessoa.

Os passeios chamados bate-e-volta são realizados em apenas um dia, mas você pode optar por se hospedar em Barreirinhas e conhecer melhor o parque. Há opções de hospedagem em apart hotéis, hotéis, pousadas e hostels, com diárias que variam entre R$ 160 e R$ 520.

Barreirinhas é uma cidade que, embora pequena, está preparada para receber visitantes. Há bons restaurantes e lojas de artesanato local, sendo muito comum o artesanto de peças feitas com fibra de buriti.

O que conhecer nos Lençóis Maranhenses?

A cidade de Santo Amaro do Maranhão é um município localizado a sudoeste do parque nacional, onde está a maior parte de seu território. A cidade é conhecida como o "paraíso escondido dos Lençóis" e é de difícil acesso. É preciso percorrer 36 km de estrada de areia, em natureza virgem, em veículos com tração 4x4. O trajeto dura em média 1h30.

Na cidade, não há muitas opções de hospedagem, logo o visitante terá que acampar ou ficar em casas de famílias que alugam quartos.

Para entrar no Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, o visitante não precisa pagar taxa de ingresso. O trajeto entere Barreirinhas e o parque é feito por veículos conhecidos como "jardineiras", caminhonetes adaptadas para levar passageiros na carroceria. O passeio custa em média R$ 50 por pessoa, em grupos fechados (de até 10 pessoas).

O passeio é muito divertido, com ares de aventura selvagem. No percurso, há vários cajueiros, árvore típica da região. Dependendo da época do ano em que você fizer a viagem, é possível comer caju do pé!

Após uma rápida travessia de balsa – que leva seis veículos por vez, ao valor de R$ 25 cada – pelo rio Preguiças, o caminho é por trilha, que passa pela paisagem de vargem.

Com veículos mais novos, o trajeto de 12 km entre a sede de Barreirinhas até o parque é feito em 25 minutos. Já em caminhonetes mais antigas, o trecho pode ser percorrido em até 40 minutos, por um caminho mais longo. No parque, o passeio é feito por guias contratados.

Como as chuvas ocorrem no primeiro semestre, até o mês de setembro, os visitantes podem contemplar as dunas e se banhar nas lagoas formadas pela combinação da água das chuvas e da elevação dos lençóis freáticos. Na época de seca, que é o segundo semestre, as lagoas ficam com poucas águas. Como dissemos, o local é muito quente e o passeio, embora não seja cansativo, exige um pouco de preparo. Nada melhor do que, após subir uma duna e caminhar na areia escaldante, refrescar-se numa lagoa.

Um outro passeio muito bonito é navegar de lancha pelo rio Preguiças. Durante o trajeto, a lancha pode atracar em alguns dos bancos de areia formados no rio. O ideal é fazer a viagem às 15h, para ver um incrível pôr-do-sol. O passeio, que dura cerca de 3 horas, custa em média R$ 80 por pessoa.

Cultura local


Na última semana do mês de julho, ocorre, em Barreirinhas, a tradicional festa do vaqueiro. Como não poderia faltar, o evento é embalado por vários grupos de forró.

Em agosto, a programação fica por conta do Lençóis Jazz e Blues Festival. O festival, que está na sua sétima edição, atrai muitos turistas para a cidade. Neste ano, o evento ocorre entre 7 e 9 de agosto.

Existe uma previsão ou lenda de que os Lençóis Maranhenses é um lugar que, em breve, está destinado a desaparecer e virar um deserto. Mesmo para os céticos, melhor não esperar que a previsão se concretize e conhecer esse lugar maravilhoso ambiental e culturalmente.

Leia também:

seta

VIAJAR PARA MANAUS: UMA EXPERIÊNCIA INDÍGENA NA COMUNIDADE DO TUPÉ

seta

BRASIL: 3 DESTINOS INUSITADOS QUE PULSAM NO CORAÇÃO VERDE E AMARELO