Descanso no Carnaval: conheça 5 cachoeiras para fugir da folia

Cachoeira

Para quem não tem o espírito folião mas quer aproveitar o feriado de Carnaval, uma boa dica é viajar para algum refúgio escondido no Brasil.

Com esse calor, escapar para o mato pode ser uma boa pedida, já que as praias, nessa época do ano, costumam ficar lotadas e, claro, com muito tumulto.

Quem dá a dica de 5 cachoeiras para serem visitadas nos dias de Carnaval é a bióloga e amante de cachoeiras Marion Bartolamei. Confira!

Véu da Noiva (MT)

Essa cachoeira está localizada no Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, um lugar com cavernas, lagoas e, lógico, muitas cachoeiras. Como a região é bem grande, é preciso mais de um dia para conhecê-la. O Véu da Noiva tem 86 m de queda livre e impressiona pelo volume d’água. Um ótimo lugar para tomar um banho e contemplar a vegetação local e os paredões que cercam a cachoeira. Para mais informações clique aqui.

Cachoeira do Buracão (BA)

Essa cachoeira está localizada na pequena cidade de Ibicoara, na Chapada Diamantina. Ela desce por rochas até formar uma bela piscina natural, na qual se pode nadar.
Para chegar até a cachoeira é preciso um pouco de disposição, pois caminha-se por cerca de uma hora. Entretanto, a caminhada vale a pena, porque é feita na companhia do leito do rio, para, então, atingir o cânion, de onde é possível ver a queda d’ água por cima. Para descer até a cachoeira, pode-se atravessar uma ponte, andar por caminhos estreitos ou ir nadando. Para mais informações, clique aqui.

Cachoeira Almécegas (GO)

O bom dessa cachoeira é que ela são duas: Almécegas I e II. Localizada no Parque de São Jorge, na Chapada dos Veadeiros, fica entre os municípios de Alto Paraíso e São Jorge. É preciso pagar o valor de R$ 15,00 para entrar na Fazenda São Bento, onde a cachoeira está. Da entrada da fazenda, caminha-se em um trilha por 1,5 km até a primeira cachoeira, que tem uma queda de 45 m, onde se pode praticar rapel. Para chegar a segunda cachoeira, caminha-se 450 m desde o estacionamento da fazenda. A queda é menor, com 15 m, mas é possível nadar na cachoeira.
Mais informações aqui.

Salto Morato (PR)

Salto Morato é uma reserva natural localizada no litoral do Paraná, onde está a maior queda d’ água desta lista. A cachoeira tem 100 m e fica numa área preservada. Do Centro de Visitantes, caminha-se cerca de 1,5 km até a cachoeira. É possível nadar junto com os peixes em um aquário natural de água cristalina. A taxa de entrada custa R$10. Para mais informações, clique aqui.

Cachoeiras da Estância Mimosa (MS)

A Estância Mimosa conta com oito cachoeiras (Água Doce, Sol, Salto, Desejo, Saí-Andorinha, Mutum, Surucuá e Sinhozinho) e está localizada em Bonito. É é preciso contratar pacotes para fazer os passeios (existem várias opções, mas fique atento porque alguns não incluem visitas a todas as cachoeiras), pois é proibido andar nas trilhas sem guia. As cachoeiras variam de tamanho, mas são todas belíssimas e com direito a ‘hidromassagem natural’ na Cachoeira Saí-Andorinha. Para mais informações, clique aqui.

Bora preparar o mochilão e cair na estrada!

Leia também:

RIO DE JANEIRO TURISMO: PASSEIOS GUIADOS E GRATUITOS

ECOTURISMO EM BRASÍLIA: UM ROTEIRO VERDE PARA A CAPITAL DO PAÍS

PARQUE ESTADUAL DA CANTAREIRA - A FLORESTA DENTRO DA METRÓPOLE!

Fonte e fotos: nqm

Fonte foto capa: shutterstock