Rio de Janeiro turismo: passeios guiados e gratuitos

Rio de Janeiro turismo: passeios guiados e gratuitos

Indo para o Rio de Janeiro e procurando por passeios turísticos incríveis e, melhor ainda, gratuitos? Desde o dia 14 de janeiro deste ano, o Parque Nacional da Tijuca, Unidade de Conservação (UC) administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), oferece aos visitantes dois roteiros desenvolvidos para passeios guiados gratuitos, que serão conduzidos pelos recepcionistas do próprio Parque.

O Roteiro dos Escravos e o Roteiro dos Artistas foram elaborados com o intuito de associar belezas e atrações naturais aos aspectos históricos do Parque.

Desse modo, o primeiro roteiro visita caminhos e ruínas que remetem ao trabalho escravo nas plantações de café e no processo de recuperação da floresta, com destaque para a Cachoeira das Almas, o Lago das Fadas e as Ruínas do Midosi, que é uma antiga fazenda de café.

O segundo roteiro aborda a relação de diversos artistas com o Parque, a exemplo dos paisagistas Glaziou e BurleMarx, que trabalharam na revitalização paisagística da UC, e os pintores Cândido Portinari e Nicolas Taunay. Taunay chegou a morar nos limites do Parque e nutria uma paixão especial pela Cascatinha, cachoeira que foi fonte de inspiração para seus quadros e acabou incorporando seu nome, sendo conhecida como Cascatinha Taunay. Além do Mirante da Cascatinha, o roteiro passa por locais como a Capela Mayrink, que abriga quadros de Portinari, e o Recanto dos Artistas, onde pintores costumavam se reunir.

Ainda de acordo com o chefe da UC, os passeios são excelentes para todo tipo de visitante, uma vez que abraça vários tipos de público.

Evidentemente, a questão da sustentabilidade e da ecologia estarão em pauta e serão abordados, nesses passeios, temas ligados à conservação e ao manejo do Parque; por exemplo: a importância dos rios e matas ciliares, a preocupação com espécies invasoras e ainda a própria reintrodução de animais do bioma Mata Atlântica.

Em um primeiro momento serão ofertadas somente 20 vagas a cada semana, sem exigência por reservas. Os passeios guiados acontecem com um mínimo de três pessoas e o ponto de encontro é no Centro de Visitantes do Setor Floresta, às 9 horas da manhã.

O visitante deve estar de calçados fechados e confortáveis e levar consigo ao menos um litro de água. Com duração aproximada de duas horas, os passeios são apropriados para crianças a partir de 10 anos. Em caso de chuva forte, as atividades serão canceladas.

Para saber mais: (21) 2491-1700.

Para conhecer mais detalhes sobre o circuito de visitação turística nos parques, acesse aqui.

Turismo no Rio de Janeiro com direito a passeios guiados e gratuitos, que contam a nossa história e que falam da importância de preservar, é um presente que todo viajante por um mundo melhor, merece ganhar.

Leia também: Como as pessoas com deficiência fazem banho de mar?

Fonte foto: parquedatijuca.com.br