Capadócia: descoberta a “maior cidade” subterrânea do mundo

Capadócia: descoberta a “maior cidade” subterrânea do mundo

Pode ser a maior cidade subterrânea de todos os tempos. 2014 fechou com uma descoberta arqueológica de fazer tremer os fãs da arqueologia. O assentamento subterrâneo foi encontrado na província de Nevşehir, uma região central da Turquia, na zona histórica da Capadócia.

Esta zona é famosa pelo seu grande número de cidades subterrâneas, mas o novo sítio, que está localizado perto da cidade de Kayseri, parece empalidecer todos os outros achados arqueológicos encontrados até o momento.

A cidade foi descoberta graças ao chamado TOKI, um projeto de transformação urbana na Turquia, que abrange 75 hectares. Cerca de 1.500 edifícios foram destruídos em torno da fortaleza de Nevşehir, mas a cidade subterrânea foi descoberta quando se iniciaram os trabalhos para a construção dos novos edifícios. E sua extensão é de 45 hectares.

Conhecida em todo o mundo pelas suas chaminés de fadas, pela sua célebre formação rochosa de tufo ou rocha vulcânica, a Capadócia era um terreno fértil para as cidades subterrâneas por causa de sua rocha vulcânica macia, fácil de esculpir.

Para o líder do TOKI, Mehmet Ergün Turan, trata-se de um sítio arqueológico a ser preservado: "Não é uma cidade subterrânea conhecida. Falamos de cerca de sete quilômetros de longas passagens e túneis."

À primeira vista, estimou-se que a cidade poderia remontar até 5.000 anos. Em seu interior, existem não apenas grandes salas, mas também túneis para fugas e igrejas escondidas.

De acordo com Turan foram desembolsados 90 milhões de liras turcas para o projeto de construção, mas, na sua opinião, a descoberta da cidade subterrânea não deve ser vista como uma perda, ao contrário. Os resultados poderiam testemunhar a presença do maior centro urbano no subterrâneo do mundo.

Leia também: Ilhas Eólias: em Lipari um projeto para a construção de um túnel subaquático

Fonte fotos: Hurriyetdailynews e Hgng