Chá detox de Alfavaca: receitas e contraindicações

  • atualizado: 
chá de alfavaca

Chá de alfavaca, você já tomou? Se sim, deve saber que ele possui propriedades desintoxicantes, expectorantes, calmantes, além de ter um aroma muito agradável, o que faz com que ele também seja muito utilizado na culinária como especiaria.

Por isso, vamos aprender mais sobre essa planta medicinal, bem como algumas receitas de chás, xarope e suas contraindicações:

 

1. Alfavaca, que planta é essa?

A alfavaca é uma planta da família Lamiaceae e seu nome científico é conhecido como Ocimum basilicum, o que a faz ser chamada também de manjericão, que é da mesma família.

Considerada um tipo de erva, a alfavaca, é mais comum nas regiões tropicais e subtropicais da Ásia, África, América Central e do Sul, sendo utilizada há mais tempo na Índia devido aos seus poderes curativos.

Suas folhas frescas ou desidratadas são muito utilizadas na culinária, pois assim como o manjericão, possui um aroma agradável semelhante ao cravo-da-índia.

Além das folhas, tanto o caule quanto as flores da alfavaca são utilizados para produzir medicamentos fitoterápicos, chás, xaropes e óleos essenciais, pois ela possui propriedades medicinais que ajudam a tratar diversos problemas.

2. Propriedades medicinais da alfavaca

A alfavaca faz parte da lista de plantas medicinais do Sistema Único de Saúde (SUS), pois ela produz ácido rosmarínico e é rica em propriedades cicatrizantes, adstringente, digestiva, antioxidante, anti-inflamatória, antiviral, carminativa e antibacteriana.

Todas essas propriedades fazem com que ela seja bastante utilizada para tratar gripes e resfriados, para melhorar a digestão, aliviar flatulências, além de melhorar o sistema imunológico, prevenir o envelhecimento precoce, diminuir o estresse e auxiliar no tratamento contra depressão.

Devido à sua ação cicatrizante e antibacteriana, também é possível utilizar a alfavaca para tratar feridas, para fazer banho de assento e até mesmo para servir como repelente de insetos.

A alfavaca também é bastante utilizada na preparação de produtos de beleza e perfumaria, onde a saúde da pele é favorecida com cosméticos orgânicos.

Apesar dos vários usos da alfavaca, seus benefícios medicinais são melhores explorados quando preparada em forma de chá, vamos aprender como prepará-lo.

3. Chá de alfavaca

O chá de alfavaca pode ser utilizado para diversos fins. Seja para ajudar a acalmar o estresse, quem sofre de insônia e até mesmo para aliviar dores nos mamilos, no caso das mães que estão amamentando.

Para estes casos, as receitas são as seguintes:

  • Para insônia: Coloque 1 colher de chá de folha de alfavaca em 250 ml de água fervente. Faça uma infusão por 5 minutos, coe e beba a noite antes de ir dormir.
  • Para dor no mamilo de lactantes: Ferva duas xícaras de água com 2 colheres de sopa de alfavaca por 10 minutos. Coe e faça compressas no local.

4. Chá detox de alfavaca

Ok, mas você deve estar se perguntando: “E quanto ao chá detox de alfavaca?” Nós explicamos! Dentre as propriedades da alfavaca, também inclui-se o fato de que ela por si só é diurética, o que ajuda a eliminar a retenção de líquidos e desintoxicar o organismo.

O chá de alfavaca pode ainda ajudar no emagrecimento, pois além de dar saciedade por ser uma bebida quente e a alfavaca possuir muitos nutrientes, se acrescido de um pedaço de canela no momento da infusão, terá um efeito termogênico, o que irá acelerar o metabolismo e consequentemente a queima de gorduras.

Apenas recomendamos que não exagere na dose, pois devido ao efeito calmante, o chá de alfavaca pode causar um pouco de sonolência. Além disso, caso tenha algum problema de saúde que exija o uso de medicamento contínuo, recomendamos que consulte antes o seu médico para saber se a ingestão deste chá não irá atrapalhar os efeitos do remédio.

5. Alfavaca para bebês, pode dar?

O chá de alfavaca é bastante utilizado para tratar gripes e resfriados, no entanto, deve-se tomar muito cuidado com bebês muito pequenos, pois eles são muito sensíveis e podem sofrer alguma intoxicação. O ideal é consultar o pediatra antes para saber se existe algum problema, pois dependendo da idade da criança, pode não representar nenhum perigo.

No entanto, algo que já vem sendo bastante utilizado por algumas mães e não causou problemas nos bebês é o banho feito com chá de alfavaca e eucalipto. Além de ajudar a prevenir doenças respiratórias, este banho também acalma o bebê e faz com que ele tenha um sono mais tranquilo.

6. Receita de xarope de alfavaca com gengibre

Outra dica para aproveitar os benefícios da alfavaca é fazer o xarope dela com gengibre, pois este também possui propriedades anti-inflamatórias, antibacteriana e, aliado com a ação expectorante da alfavaca, poderão combater a tosse que tanto incomoda, principalmente na hora de dormir.

Para o xarope você vai precisar de:

  • 1 xícara de gengibre cortado em lascas
  • 1 dente de alho cortado
  • 1 xícara de açúcar cristal
  • 1 rama de canela em pau
  • 1 limão (separe a casca da parte interna)
  • Folhas de alfavaca e guaco, secas ou frescas

Modo de preparo:

  1. Prepare uma calda com o açúcar, acrescente o gengibre e as folhas deixando no fogo por aproximadamente 20 minutos, mexendo sempre.
  2. Adicione a parte interna do limão e assim que levantar fervura, adicione a canela, o alho e por último a casca do limão.
  3. Caso a calda fique grossa, acrescente meio copo d’água e espere ferver novamente.
  4. Desligue o fogo, tampe a panela e deixe em infusão por 30 minutos.

RECOMENDAÇÕES:

  • Guarde o xarope num recipiente de vidro com todos os ingredientes dentro, descartando-os apenas quando for tomar.
  • Beba meia xícara chá do xarope quente todas as manhãs durante 10 dias.

7. Na gravidez

O consumo do chá de alfavaca pelas gestantes é desaconselhável apenas nos 3 primeiros meses da gravidez. Nos demais casos, pode ser consumido, mas caso tenha dúvidas, consulte seu médico de confiança.

8. Faz mal? Contraindicações

Como toda planta medicinal, a alfavaca possui princípios ativos que podem ser nocivos para a saúde, pois podem causar alergias em algumas pessoas.

O uso interno do óleo essencial de alfavaca pode causar palpitações, sudorese, tontura e outros efeitos colaterais.

9. Alfavaca dá sono?

Como vimos anteriormente, o chá de alfavaca é fortemente recomendado para quem sofre de insônia, pois um dos seus benefícios é justamente o fato de possuir propriedades calmantes e relaxantes.

Por isso pessoas que não tem problemas para dormir devem tomar um pouco de cuidado com o consumo excessivo deste chá, principalmente em horários em que deve estar mais desperto, como por exemplo antes de dirigir ou realizar alguma atividade que exija mais atenção.

Salvo esta condição, o chá de alfavaca só trará benefícios para a saúde do corpo e da mente. Aproveite mais esta dica!

Talvez te interesse ler também:

BANHO DE MANJERICÃO, UM VERDADEIRO RELAXANTE NATURAL! VEJA COMO FAZER!

POMADA CASEIRA TIPO VICK: 3 RECEITAS

COMO FAZER ÓLEO DE CRAVO PARA BELEZA, SAÚDE E AROMATERAPIA

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!