Viscum album: a planta mais utilizada como tratamento complementar ao câncer

  • atualizado: 
viscum album

É possível que muitas pessoas nunca tenham ouvido falar sobre a planta Viscum album, mas já faz um bom tempo que ela vem sendo utilizada em países da Europa e da Ásia, como tratamento integrativo principalmente em pacientes com câncer, com resultados bem satisfatórios.

O tratamento integrativo de câncer combina tratamentos convencionais com vários tipos de terapias complementares e de caráter holístico.

No campo da oncologia integrativa, o Viscum album é uma das terapias mais utilizadas na Europa, principalmente na Alemanha, onde faz parte do protocolo de tratamento em pacientes com câncer.

O uso do extrato de Viscum album no tratamento do câncer originou-se de Rudolf Steiner, o fundador da Antroposofia.

Para compartilhar mais informações sobre essa planta, suas propriedades e benefícios, este conteúdo passará as seguintes informações:

 

1. Dados Botânicos do Viscum album

Classificação científica

  • Reino: Plantae
  • Clade : Angiospermas
  • Clade : Eudicotes
  • Ordem: Santalales
  • Família: Santalaceae
  • Gênero: Viscum
  • Espécie: Viscum album
  • Nomes populares: visgo, visco-branco, visco, agárico, azevinho, pica-folhas, visqueiro, iscador.
 

2. Viscum album - História e Curiosidades

Em antigos livros e tratados sobre ervas, esta planta aparece com os seguintes nomes populares:

  • pé-dos-druidas
  • escova-das-bruxa

Na antiguidade o visco era considerado planta curativa e mágica, com poderes sobrenaturais e misteriosos.

Para os druidas, o visco era tido como planta sagrada e vista como uma panaceia, para praticamente todos os males e doenças.

Os sacerdotes do antigos celtas usavam facas e podadeiras de ouro para colher esta planta e utilizá-la em cerimônias religiosas e solenes.

Os antigos médicos naturalistas usavam o visco como um remédio eficiente e seguro contra a epilepsia.

Essa planta cheia de propriedades, conhecidas por nossos antepassados, foi reconhecida pelo Dr. Bohn, discípulo do padre Kneipp, que recomenda o visco para combater convulsões crônicas e transtornos histéricos.

Na Período Contemporâneo, os responsáveis por valorizar e desenvolver o Viscum album como medicamento, principalmente para tratamento em pacientes com câncer, foram Ita Wegman e Rudolf Steiner.

Isso aconteceu a partir do ano de 1902, quando Ita Wegman, com 26 anos, conheceu Rudolf Steiner. Em 1911, ela se formou em medicina e começou a exercer a profissão. Em 1917, ela criou um consultório médico independente, onde desenvolveu um tratamento de câncer utilizando o extrato de Viscum album seguindo as indicações e recomendações de Rudolf Steiner.

Este primeiro medicamento à base de Viscum album, ela batizou de Iscar, que mais tarde foi desenvolvido pela empresa Weleda com o nome de Iscador e tornou-se um tratamento de câncer aprovado na Alemanha e em vários outros países.

CURIOSIDADES

Viscum é a denominação do gênero da planta visco, esse nome se deve ao suco viscoso dos seus frutos (bagas). Album é a denominação da espécie e significa branco, em referência aos seus frutos brancos.

Os druidas consideravam o Viscum album sagrado e, para celebrar o início do inverno, tinham a tradição de pendurar os ramos desta planta em suas casas.

Na mitologia Romana, o Viscum album é referenciado como o ramo dourado que salvou Enéas do mundo dos criminosos, história esta contada no poema Eneida, de Virgílio.

Na tradição ancestral pagã, no Natal, se beijava debaixo da trepadeira do Viscum album com a finalidade das pessoas fortalecerem o amor, em vez do ódio. A cada beijo, um fruto deveria ser retirado dos ramos.

Durante conflitos e guerras, quando os inimigos se deparavam no campo de batalha, debaixo dos ramos do Viscum album, deveriam se apaziguar, abaixando suas armas e esquecendo de suas diferenças durante um dia.

3. Benefícios e Propriedades do Visco album

Esta planta possui as seguintes propriedades e ações medicinais:

  • imunoestimulante
  • nervino
  • sedativa
  • vasodilatadora
  • antiespasmódica
  • antitumoral
  • cardiotônica
  • diurética
  • emenagoga
  • hipotensa

A Vuscum album pode ser utilizada como planta calmante e sedativa natural, auxiliando nos seguintes casos:

  • ansiedade
  • tensão
  • estresse
  • insônia
  • nervosismo

O extrato da planta estimula o sistema imunológico, por aumentar a produção de células T (linfócitos T).

A sua composição química varia de acordo com a planta hospedeira.

Pode conter em sua constituição química os seguintes princípios:

  • ácido cafeico
  • alcaloides
  • acetilcolina
  • betulina
  • colina
  • fenilpropenos 
  • flavonoides
  • glicoproteínas
  • lignanas
  • histamina
  • polipeptídeos (viscotoxina)
  • polissacarídeos
  • saponinas
  • triterpênicas
  • vitamina C
  • cádmio
  • cálcio
  • cobalto
  • cobre
  • iodina (vitamina B12)
  • magnésio
  • potássio

O visco é um poderoso estimulante da função das glândulas, excelente como ativador do metabolismo.

Sua influência sobre o pâncreas é enorme, tanto que uma maceração de visco-branco tomada de forma regular, ajuda a combater a diabetes. Embora o Viscum album seja considerado uma terapia complementar para o tratamento do câncer, é o medicamento oncológico mais comum da Alemanha.

Além de ser utilizado para casos de câncer, a planta atua nos seguintes problemas de saúde:

  • Melhora a condição de pacientes com arteriosclerose, uma vez que regula os batimentos cardíacos e fortalece a parede dos vasos sanguíneos.
  • Age como um tônico para o coração, prevenindo doenças cardíacas e melhorando a circulação sanguínea, sendo indicado para casos de hipertensão, dores de cabeça provocadas pela pressão sanguínea, zumbidos no ouvido e visão turva.
  • É útil no tratamento de desequilíbrios orgânicos e metabólicos como convulsões, dores de cabeça, enxaqueca, epilepsia, hipertensão, reumatismo ( na forma de cataplasma), dentre outros distúrbios de saúde.

4. Receita do chá de Visco album e contra-indicações

Pessoas com desequilíbrios orgânicos, metabólicos e hormonais são beneficiadas com o uso do chá de Viscum album. Nestes casos, o recomendável é tomar duas xícaras de chá por dia, uma de manhã e outra à noite.

4.1. Chá de visco-branco

Este chá é de simples preparo e deve ser consumido na temperatura ambiente.

Ingredientes

  • 1 colher de chá de visco-branco
  • ¼ de litro de água filtrada

Modo de preparo

  1. Lave as folhas do Viscum album e coloque-as em maceração na água e deixe descansar
  2. Após 24 horas aqueça o chá de forma bem rápida, não é necessário ferver.
  3. Passe o chá pelo coador ou peneira.

Orientação sobre a colheita das folhas

Para fins medicinais, a melhor época para colher o Visco album é no Inverno, porque quase não tem bagas, devido aos pássaros se alimentarem delas.

Contraindicações

O chá de Viscum album é contraindicado nos seguintes casos:

  • durante a gravidez
  • fase de amamentação
  • crianças
  • hipersensibilidade às substâncias da planta

Advertência sobre o uso dos frutos (bagas) no chá

Os frutos do Viscum album apresentam substâncias tóxicas e só devem ser utilizados em quantidades mínimas.

Efeitos Colaterais do Chá de Viscum album

O consumo em excesso do chá pode desencadear intoxicação, com consequentes reações adversas e desequilíbrio orgânico.

Recomendação

Antes de fazer uso do chá consulte o clínico geral ou médico fitoterapeuta para avaliar a necessidade do uso e possíveis interações medicamentosas.

5. Descrição e características da planta Viscum album

É uma planta semi-parasitária que se desenvolve como trepadeira em árvores decíduas (perdem as folhas em épocas secas) nativas da Europa, do Oeste e Sul Ásia e Norte da África. A planta finca suas raízes nos troncos de árvores de folhas caducas ou caducifólias (árvores essas que soltam suas folhas em períodos frios ou secos, para despender menos água), como por exemplo os abetos e pinheiros.

Essa trepadeira se alimenta das árvores hospedeiras, sugando sua seiva, na qual concentram mais água e nutrientes. Essa planta é um arbusto arredondado, resistente ao inverno e que tem folhas de cor verde-amarelada, assemelhando-se ao couro. As bagas ou frutos são esbranquiçados, com aparência vitrificada e contendo a polpa pegajosa.

As sementes são espalhadas pelos passarinhos, que ao bicarem para se alimentar delas, ficam grudadas em seus bicos e, para limpá-los da viscosidade das sementes, eles os esfregam nos galhos de outras árvores.

Outra forma de disseminação das sementes do visco é através dos pássaros que, por meio de seus excrementos, espalharam suas sementes.

O Viscum album é uma vegetação trepadeira, que tem caules de 30 a 100 centímetros de comprimento. comumente encontrada nas copas das árvores de folhas largas, principalmente nas seguintes árvores:

  • macieria
  • limeira
  • espinheiro
  • álamo
  • pinheiro
  • abeto
 

6. Os diferentes extratos de Viscum

Existem diferentes extratos aquosos não fermentados extraídos do Viscum album fresco, geralmente a partir de três subespécies:

  • Viscum album ssp abietis, que cresce em árvores de abeto
  • Viscum album ssp album, que cresce em árvore decíduas, como as macieiras
  • Viscum album ssp austriacum, que cresce em pinheiros
 

7. A Medicina Antroposófica e o Viscum album

O que é a Medicina Antroposófica?

A Medicina Antroposófica foi desenvolvida no início do século XX, com base no trabalho conjunto de uma equipe de médicos liderados pela Drº. Ita Wegman e pelo filósofo contemporâneo, sistematizador da Antroposofia, Rudolf Steiner.

Uma das principais características desta prática médico-terapêutica é a abordagem centrada no paciente, a partir do conceito de saúde que prioriza a individualidade dele, levando em conta as dimensões emocional, mental e espiritual, tanto quanto a dimensão corporal e física, como desencadeantes das doenças, e que se tratadas e cuidadas podem levar à cura.

A Medicina com base na Antroposofia coloca o paciente em envolvimento direto e ativo em seu processo de prevenção, tratamento e recuperação do bem estar e saúde, enfim da cura, por meio de atividades de educação e consciência para o cuidado consigo mesmo e de sua saúde de forma integrada.

A utilização do Viscum album na Medicina Antroposófica

Em 2017 a medicina antroposófica completou cem anos de uso do Viscum album, sendo considerada a primeira preparação feita pela Dra. Ita Wegman, dentro das recomendações de Rudolf Steiner.

Viscum album é um medicamento antroposófico utilizado nos seguintes casos:

  • câncer
  • estados pré-cancer
  • ososdoenças crônicas multissistêmicas, como doença de Crohn e doenças articulares
  • hepatite C

Geralmente sua administração é feita de forma subcutânea.

Os medicamentos Iscador e Helixor derivam da antiga fórmula e apresentação injetável de Viscum album, desenvolvida pela Drª Ita Wegman e Rudolf Steiner. A suas fórmulas originais tem registro e é conhecida na Alemanha, Áustria, Suíça, Luxemburgo, Suécia, Lituânia, Letônia, Finlândia, China, Coreia, Rússia,Chile e Peru.

De forma recente, os medicamentos injetáveis desenvolvidos á partir da fórmula original do Viscum album, começaram a ser empregados no Brasil. Atualmente, existe uma empresa no Brasil chamada Injectcenter que manipula o Viscum album injetável.

Segundo estudo multicêntrico transversal (vários centros de investigação que cruzaram as informações) feito em diversos hospitais da Alemanha, constatou-se que 58,4% dos pacientes com câncer se tratam com terapias complementares e destes, 61,6% usam o Viscum album em seus tratamentos. Nesse país, o Viscum album é um dos medicamento citostáticos mais prescritos ambulatorialmente.

Especificidades do medicamento antroposófico Viscum album

As recomendações para a formulação do medicamento injetável com Viscum album estão disponíveis na literatura médico-científica com muitas evidências de sua eficiência como imunomodulador e de seu papel na melhora da qualidade de vida dos pacientes com câncer, fazendo do Viscum album o medicamento mais utilizado e pesquisado em oncologia integrativa. Os extratos desta planta contêm uma grande quantidade de princípios ativos, tendo destaque as lectinas e viscotoxinas, que são as principais responsáveis pelos efeitos imunomodulador e antitumoral desse medicamento.

Geralmente, a terapia antroposófica com Viscum album é realizada de forma combinada com o tratamento convencional do câncer, que envolve: quimioterapia, radioterapia, terapia hormonal, cirurgia ou outros tratamentos que costumam ser realizados nos casos oncológicos.

Em certas situações, o visco pode vir a ser ser utilizado com o objetivo de provocar a apoptose (morte/eliminação) das células tumorais. De forma frequente é utilizado como terapia paliativa (para abrandar efeitos nocivos e dolorosos), com a finalidade de melhorar a qualidade de vida em pacientes oncológicos terminais.

Outras Práticas terapêuticas e medicinais Antroposóficas

A Terapia Oncológica Integrativa orientada pela Medicina Antroposófica, além de utilizar o Viscum album, se faz valer de outros práticas medicinais de caráter holísitico, como:

  • a Euritmia Terapêutica (linguagem e música em movimento)
  • a Terapia Artística Antroposófica
  • a Massagem Rítmica
  • os Enfaixamentos ( envolvimento do paciente em lençóis aquecidos e embebidos em óleos essenciais com qualidades terapêuticas)
  • a Alimentação Saudávela
  • Prática de Atividades Físicas
 

8. Os benefícios do Viscum album

Os efeitos positivos das substâncias contidas nos extratos de visco são:

  • Proteção do DNA
  • Imunomodulação
  • Liberação de ß-endorfinas
  • Efeito citotóxico em células tumorais
  • Inibição da angiogénese
  • A melhora da qualidade de vida
  • O fortalecimento das funções imunológicas, tanto imunidade como tolerabilidade à tratamentos químicos
  • Diminuição dos efeitos colaterais e fortalecimento da tolerância à radioterapia e quimioterapia
  • Melhora do estado geral, iniciativa e força do paciente com câncer
  • Inibição do aumento do tumor, sem prejudicar os tecidos normais
  • Prolongamento do tempo de vida do paciente
  • Redução da dor, consequência do tumor
  • Alívio do estado de tensão e de depressão
  • Estimulação das defesas do corpo e dos processos de regulação do organismo, graças ao fortalecimento do sistema imunológico
  • Aumento da temperatura do corpo, como um sinal de imunomodulação
  • Fortalecimento da resistência aos tratamentos convencionais
  • Melhora a qualidade de vida dos pacientes
  • Redução de efeitos secundários dos tratamentos convencionais contra o câncer
 

9. O uso do Viscum album em animais com câncer

O Viscum album vem sendo utilizado há décadas como tratamento complementar em pacientes com diferentes tipos de câncer em países como Alemanha e Suíça.

Existe uma vasta bibliografia científica que comprova sua eficácia e relata como ele atua nas mais diversas situações que envolvem o sistema imunológico. Poucos são os médicos humanos ou veterinários que têm a prática da utilização do preparado alemão da planta do Viscum album. A Dra. Cláudia de Paula F. Costa Tavolari, médica veterinária homeopata, da Ciavet Clínica de Especialidades Veterinárias, tem o conhecimento da antroposofia e isso utiliza o Viscum album no tratamento complementar de seus pacientes animais oncológicos, há mais de 16 anos.

Os resultados dos tratamentos destes animais são animadores e inúmeros clientes que acompanham o tratamento de seus animais de estimação com o Viscum album são testemunhas da melhora da saúde deles.

viscum album 2

Recentemente, em São Paulo, tivemos o caso da cadelinha Luna tratada com Viscum album pelos veterinários Drª Ana Catarina e Drº Aloísio Cunha em um tratamento de câncer integrado, envolvendo outros veterinários especialistas, tendo apresentado resultado positivo no quadro de saúde e recuperação dela. 

Outro exemplo é da minha cachorrinha Vivi de 16 anos diagnosticada com ter tumor interno no olho direito e no fígado e que está passando por tratamento integrado com o uso Viscum album e outras terapias complementares com a Drª Caca e Drº Gustavo na Clínica Veterinária Mãos que Curam-Medicina Holística, em Itanhaém-SP e tem apresentado melhoras em seu estado.

10. Quando e como ocorre a utilização do Viscum em tratamentos oncológicos

O Viscum album pode ser utilizado de forma integrativa em qualquer etapa do tratamento do paciente oncológico, ajudando nas seguintes fases:

  • Terapia paliativa quando o câncer é inoperável ou com metástases, contribuindo para a melhora da qualidade de vida e inibição do crescimento tumoral
  • Terapia adjuvante que é a prevenção da recidiva após a cirurgia, neste caso o Viscum album promove imunoestimulação, fortalecendo a imunidade e proporcionando o aumento da sobrevida
  • Terapia aditiva que ocorre durante a quimioterapia ou radioterapia, nestas situações atua na imunoproteção e aumenta a tolerância às drogas quimioterápicas
  • Terapia profilática que acontece no tratamento de lesões pré-cancerosas definidas, contribuindo para a involução destas lesões.
 

11. Terapia integrativa em tratamento do câncer

Cada vez mais as pessoas com doenças oncológicas têm buscado as terapias complementares, recorrendo a remédios naturais e diversas práticas terapêuticas holísticas, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida e o estado de saúde, ativando a autocura e a resistência ao câncer.

O Viscum album é uma dessas terapias, comumente utilizado e amplamente testado em oncologia integrativa e complementar. 

Medicina Integrativa no tratamento oncológico

Na atualidade o paciente oncológico pode ser tratado de forma integrativa e multidisciplinar, envolvendo vários segmentos médicos, tais como:

  • clínico geral que faz o diagnóstico inicial
  • os laboratórios com análises clínicas, anatomo-patologia, imunoistoquímica, imagenologia com radiografia, tomografia e ressonância magnética
  • especialistas em oncologia que atuam na aplicação de quimioterapia, radioterapia, imunoterapia, conforme a necessidade do caso
  • o cirurgião oncologista, caso seja necessária a cirurgia
  • o apoio de psicólogos, nutricionistas e especialistas de medicina integrativa, neste segmento entra a utilização do Viscum album, a Antroposofia e outras Práticas Terapêuticas Holísticas.
 

A terapia oncológica integrativa faz a combinação da medicina complementar e integrativa com a convencional para melhorar o estado do paciente e sua qualidade de vida.

Talvez te interesse ler também:

setaARANTO: É VERDADE QUE PODE AJUDAR A CURAR O CÂNCER?

setaÁGUA, LIMÃO E BICARBONATO É UMA RECEITA REALMENTE EFICAZ CONTRA O CÂNCER?

setaGRAVIOLA CURA CANCER? VERDADE OU MENTIRA?

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!