Murta comum brasileira → Que Planta é Essa? Seus Usos e Propriedades Medicinais

  • atualizado: 
murta comum

Chamamos de murta a uma grande diversidade de plantas que, têm em comum as flores branquinhas e aromáticas. E, para complicar, muitas murtas são usadas pelas medicinas populares para este ou aquele tratamento. Mas, é preciso você saber exatamente o que vai tomar, não é?

Na Europa a murta-comum é a Myrtus communis e seu cultivo ou uso não é permitido no Brasil.

A murta-comum brasileira é outra - a Blepharocalyx salicifolius, da qual vamos falar aqui.

As diferentes murtas das nossas matas

No território brasileiro são identificadas pelo menos 7 espécies nativas, conhecidas pelo nome comum de murta e que são de gêneros botânicos bem distintos entre si, e mais umas tantas murtas mais próximas das espécies mediterrâneas, dos gêneros Myrcia, Myrciaria e Mouriri, segundo me contou o botânico Daniel Saueressig em conversa particular:

Blepharocalyx salicifolius

Sebastiania jacobinensis

Acosmium lentiscifolium

Chrysophyllum inornatum

Pimenta pseudocaryophyllus

Curitiba prismatica

Coutarea hexandra - Murta-do-mato, que é uma Rubiácea nativa brasileira pois ocorre naturalmente nos biomas Floresta Amazônica e Mata Atlântica

Myrcia lanceolata - Murta-cabeluda (Myrcia lanceolata, flora brasileira)

Murta-do-campo (Myrciaria tenella), árvore nativa do Rio Grande do Sul

Muriri ou Murta-de-parida (Mouriri guianensis, família das Melastomataceae)

Outras murtas diversas que não são daqui

As murtas de fora também são várias e algumas sequer existem aqui ou, como no caso da Murraya paniculata (murta-de-cheiro, murta dos jardins, etc) foi banida por lei pois é potencial transmissora de uma doença muito perigosa para os cítricos - mas, a gente encontra Murraya paniculata em tudo que é arborização urbana, é incrível.

Bom, lá vai a lista das murtas estrangeiras para você ter uma ideia. Algumas são do gênero Myrcia, família Myrtaceae como as pitangas, goiabas e ameixas e jabuticabas , outras são do gênero Murraya, família Rutaceae, como o limão, o café, laranja e mexerica.

Murta, Murta-da-Índia, Murta-dos-jardins (Murraya exotica ou Murraya paniculata) que é também chamada de Falsa-murta

Murta-do-campo (Aglaia odorata, família Meliaceae) ornamental e aromática

Murta-espinhosa (Ruscus aculeatus) também conhecida como gibardeira ou vassoura doce, que é da família Liliaceae e uso nas medicinas populares mediterrânicas como vasoconstritor, anti-inflamatório e diurético, dentre outros.

Murta-pimenta (Pimenta dioica ou pimenta da Jamaica)

Murta-comum, Murta-verdadeira, Murta-do-jardim, Murta-cheirosa ou Murta-cultivada (Myrtus communis) que é nativa da Europa Mediterrânica e Norte da África.

Qual é a murta comum brasileira? Blepharocalyx salicifolius

É tanta murta diferente e, quantas são chamadas de murta-comum, que vale a pena explicitar afinal esse artigo aqui se refere, somente, às propriedade curativas e usos medicinais, nas medicinas populares, Blepharocalyx salicifolius, família das Myrtaceae, e que é também conhecida como guamirim, cambuim, piúna, maria-preta; arrayán (indígena); horco molle, anacahuita, cascarilla, mojino, uiquillo.

Esta é uma murta latino-americana, de uso indígena ancestral e da qual se extrai o óleo essencial de murta que tem reconhecida ação medicinal como expectorante.

As partes utilizadas são a casca, raiz e folhas frescas, partes essas que são ricas em óleo essencial.

Os princípios ativos (42 diferentes) desta murta já foram identificados e os principais são: 1,8-cineole (25,2%), linalool (20,4%) e b-caryophyllene (22,9%).

Propriedades medicinais da Blepharocalyx salicifolius

A murta comum brasileira, Blepharocalyx salicifolius tem as seguintes propriedades medicinais:

  • adstringente
  • antibacteriana (age contra Estafilococos aureus e Escherichia coli)
  • antileucorreica
  • antisséptica
  • antiespasmódica
  • digestiva
  • expectorante

No uso popular da decocção das folhas está indicado o banho de assento (50 gr de folhas frescas em um litro de água fervente) ou uso interno, como chá (25 gr de folhas frescas em 1 l água fervente, tomar até 4 copos ao dia), para casos de:

  • cistite
  • diarréia
  • leucorréia
  • uretrite

Um chá de murta

Assim, quando te disserem algo do tipo "toma um chá de murta", primeiro eu te aconselho a investigar sobre que planta estão te aconselhando pois, como você deve imaginar, não é por ter o mesmo nome comum que a planta vai servir para as mesmas mazelas.

E, como você também já deve saber, não se confie do "ouvi dizer que" pois, para reunir essas informações para o artigo de hoje eu tive de incomodar uma meia dúzia de técnicos da área da taxonomia botânica (bem, e olha que eu nem sou leiga pois, afinal, sou agrônoma).

Usar medicamentos populares é bom, claro, desde que você saiba, muito bem o que está usando e, conheça sua sensibilidade para a planta em questão. Ah, e não se esqueça de que, entre droga e remédio a única diferença é a dosagem.

Especialmente indicado para você:

10 ÁRVORES PARA AS RUAS: LINDAS E COLORIDAS! FOTOS

URTIGA-BRANCA: PROPRIEDADES MEDICINAIS E COMO USAR

VOCÊ SABE PORQUÊ AS FOLHAS DAS SUAS PLANTAS FICAM AMARELAS?

Foto: Blepharocalyx salicifolius por Marcio Verdi

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!