Muntingia calabura - planta alimentícia e medicinal: antioxidante e controladora da glicêmia

  • atualizado: 
muntigia calabura

Muntingia calabura, Tiliaceae, originária do sul do México, é uma árvore que se espalhou pela América Central e América do Sul tendo se adaptado bastante bem ao clima brasileiro.

Esta planta é usada em arborização urbana pois atrai muitos pássaros que se alimentam de suas frutinhas diminutas. Porém, também é alimentícia e medicinal.

As flores da calabura, abundantes e cheirosas, são especialmente atrativas para as abelhas e outros insetos polinizadores. A fruta é comestível, saborosa e sua produção ocorre durante o ano todo.

Usos medicinais

As flores da calabura têm propriedades antissépticas, analgésicas e antiespasmódicas. São usadas em infusão para o alívio de dores de cabeça e os primeiros sintomas de um resfriado.

Esta árvore é muito procurada por uma grande variedade de pássaros e morcegos frugívoros, sendo especialmente interessante o seu uso nos projetos de reflorestamento rural e urbano, pois serve como ponto de alimentação destes. E, é preciso lembrarmos, um ponto de alimentação muito interessante já que a Calabura frutifica o ano todo.

Cultivar a calabura

A calabura não é exigente com o solo onde está - aceita solos pobres e não se intimida com as variações de pH. Sua reprodução se dá por sementes ou por estaquia de galhos, durante todas as estações. A árvore atinge até os 13 metros de altura e seus galhos crescem por níveis sobrepostos, parecida nisso com o Chapéu-de-Sol.

muntigia calabura2

Estudos sobre as propriedades medicinais da Calabura

É incrível a diversidade de estudos que podem ser encontrados, nas edições científicas, sobre a calabura: como antioxidante, controladora da glicêmia e a atividade antinoceptiva do seu extrato alcoólico são alguns dos estudos disponíveis para leitura de quem se interessar. E, caso você se interesse por aprofundar, sugiro o NCBI como base de pesquisa.

Especialmente indicado para você:

setaCAMAPU: A PLANTA QUE AJUDA NA RECUPERAÇÃO DE ALZHEIMER E PARKINSON

setaINHAME: UM ALIMENTO MEDICINAL, CHEIO DE PROPRIEDADES E USOS

setaBELDROEGA, UMA PLANTINHA DE NADA QUE VALE DE TUDO