Chá de Lichia: os benefícios, como se prepara e os efeitos colaterais

Chá de Lichia

O chá de lichia é um dos chás mais consumidos na China. Seu potencial curativo é comprovado para uma série de indisposições - desde diarréia até prevenção de doenças cardiovasculares. Na medicina tradicional chinesa se usa tanto o chá da fruta quanto da casca e das sementes, para diversos tratamentos.

Segundo o site Lycheeonline tanto o chá preto, fermentado, como o chá verde, fresco, têm propriedades antioxidantes pois contêm flavonóides que ajudam na prevenção do dano celular sendo indicado para tratamentos de câncer. O chá preto de lichia é usado para redução dos riscos de ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais pois melhora a capacidade de relaxamento dos vasos sanguíneos, diminuindo a probabilidade de formação de coágulos.

setaLeia também: INFARTO: 20 SINTOMAS QUE NÃO DEVEMOS IGNORAR

Estes benefícios do chá de lichia foram objeto de estudo, segundo Lynda Liu  (9 de Julho, 2001), foram comprovados em um grupo de pessoas, com a ingestão de 1 xícara e meia de chá preto de lichia ao dia, concluindo que este uso reduziu em 50% o risco de ataque cardíaco. Outro estudo, com 50 pessoas, concluiu que o consumo de 4 xícaras de chá preto de lichia ao dia melhorou significativamente a função dos vasos sanguíneos, segundo o Dr. Joseph Vita da Boston University Medical Center.

Usos para o chá de lichia

O chá de lichia é usado para para aliviar as dores de garganta e diminuir os estados de tosse, resfriados e estados gripais, em geral, podendo ser tomado frio ou quente.

O chá da fruta lichia era o preferido pelos imperadores por seu aroma e sabor suaves (leia mais aqui).

A casca da lichia é rica em compostos fenólicos, antocianinas e polifenóis que desempenham importante função farmacológica na prevenção das doenças cardiovasculares, câncer, inflamações e alergias.

O chá da casca de lichia também é usado como coadjuvante de processos de emagrecimento e, segundo, o Emagrecer é fácil para este objetivo deve-se tomar 3 xícaras de chá de casca de lichia ao dia, antes do almoço, jantar e antes de dormir.

Outro uso comum do chá de casca de lichia é para tratamentos de erupções de pele, como a varíola, diarréias e dores de barriga.

cha de lichia 2

Como se prepara o chá de casca de lichia

Para se preparar o chá de cascas de lichia é indicado deixá-las secando ao sol por um dia. Após essa secagem se devem usar em infusão (ou seja, não ferva as cascas mas sim, jogue-as na água fervente e abafe).

Efeitos colaterais do chá de lichia

Porém, até o chá de lichia, seja da fruta ou da casca, tem suas contraindicações ou efeitos colaterais. Em algumas pessoas, o consumo da fruta ou do chá pode gerar reações alérgicas. O consumo excessivo tanto do chá quanto da fruta podem ocasionar desconforto gastrointestinal, diarréia, dor abdominal e, em função da ativação dos sistema imunológico, o consumo excessivo do chá de lichia pode aumentar os sintomas em casos de doenças auto-imunes.

Segundo a MTC - medicina tradicional chinesa, o consumo de lichia in-natura ou em infusão reduz os níveis de açúcar no sangue podendo gerar hipoglicemias, situação perigosa para pacientes diabéticos insulinodependentes. Sobre os efeitos colaterais leia aqui

Alguns usos tradicionais do chá de lichia

Alguns usos tradicionais da lichia

Decocção de raízes, flores e casca de lichia, para gargarejo, contra doenças de garganta.
● Sementes de lichia usadas como sedativo em casos de orquite e nevralgias.
● Na Índia, as sementes em pó são usados para problemas intestinais.
● Na China, a lichia é utilizada para fornecer alívio de dores nevrálgicas.
● As flores são usadas para promover sangramento, curar dores de garganta e evitar os raios UV.

Especialmente indicado para você:

setaCOMO PLANTAR LICHIA NO BRASIL - VÍDEOS

setaLICHIA: PARA QUE SERVE? POR QUE É BOM COMÊ-LA?