Malva: propriedades curativas, forma de uso e benefícios

malva

A malva-cheirosa (Malva silvestris) é uma planta herbácea com importantes propriedades curativas que pertence à família Malvaceae. Esta planta é usada tanto para a alimentação como para tratamentos curativos e paliativos de vários tipos.

Na Europa a malva cheirosa pode ser encontrada nos prados e nas bordas dos campos cultivados. No Brasil esta é uma espécie que precisa ser plantada, ou por sementes, ou por mudas.

Propriedades curativas da malva-cheirosa

A malva-cheirosa tem propriedades emolientes, suavizantes e anti-inflamatórias das membranas e mucosas. Também tem algum efeito laxante, quando ingeridas as folhas e flores.

Sua infusão é muito usada para inflamações dos olhos.

TERÇOL: OS 10 MELHORES REMÉDIOS NATURAIS

Toda a planta é mucilaginosa, razão pela qual estimula as contrações peristálticas e facilita na expulsão do bolo fecal, e com ele, as toxinas estacionadas no intestino.

Sua ação emoliente funciona tanto interna como externamente. Pode ser usada em chás, cozidos, cataplasmas, compressas e em banhos de ervas.

O chá de malva-cheirosa também é usado na medicina popular como anti-inflamatório específico para o trato urinário resultando muito benéfica em caso de cistites, infecções urinárias e cálculos renais ou de bexiga (no caso, a malva ajuda a curar os canais por onde passaram pedras e que ficaram machucados).

Outro uso comum da malva-cheirosa é nas afecções respiratórias, com catarro, acúmulo de muco nos brônquios e tosse.

A tintura de malva-cheirosa é usada no Brasil, para enxague bucal, com especial efeito curativo em gengivites, aftas e outras moléstias da boca e sua mucosa (o medicamento Malvona, que você pode comprar em qualquer farmácia, é feito à base de malva-cheirosa). Também é muito usada em dores de garganta resultantes de qualquer inflamação localizada nessa região (faringite, laringite, amigdalite).

Como usar a malva-cheirosa

Das flores você pode fazer infusões (para gargarejo, para engolir, em dores de garganta, tosse, bronquite, rouquidão). Para preparar uma xícara de chá (infusão) de malva coloque 1.5 a 2 gr (3 a 4 colheres de café) de flores de malva em 200 ml de água recém fervida. Deixe descansar, abafada, por 10 minutos. Tomar uma xícara várias vezes ao dia (é melhor se esta infusão for tomada sempre fresca, recém feita).

Das folhas você pode fazer decoções (hemorroidas, tosse, outras inflamações mais fortes e persistentes). A decoção se prepara assim: 50gr de folhas de malva, coloque para ferver em 1 l de água. Deixe ferver por 1 minuto. Tire do fogo e abafe por 10 minutos. Tome até 3 xícaras ao dia.

Tanto as infusões como as decocções podem ser usadas em compressas quentes, para situações em que você tem a formação de processo inflamatório doloroso, com ou sem pus (espinho, pelo encravado, panarício, inflamação do canto da unha, espinha encruada, furúnculo). Use em compressas frias para aliviar os olhos inflamados, a pele do rosto e do colo após sol, em casos de acne, etc. A infusão pode ser usada, após adequadamente filtrada, para fazer banho ocular.

Na cozinha

As flores e folhas frescas da malva-cheirosa podem ser adicionadas a saladas ou qualquer outro tipo de prato que você queira, como tempero ou como verdura principal. As raízes da malva-cheirosa é usada, pelas populações onde esta planta, é nativa como alimento.

Os benefícios do chá de malva-cheirosa

O chá de malva-cheirosa também é uma bebida calmante e digestiva que ajudará você a adormecer de maneira mais gostosa. Para este uso faça uma infusão (2 colheres de chá de malva seca para 250 ml de água fervente, deixe abafado por 10 minutos, coe e beba uma ou duas xícaras ao dia).

Suplemento alimentar de malva-cheirosa

Na fitoterapia é usado o extrato seco da malva-cheirosa, em cápsulas, para facilitar o bom funcionamento do intestino. Tome após as principais refeições caso você sofra de prisão de ventre.

Especialmente indicados para você:

TOSSE CHEIA OU SECA: DIFERENÇAS E REMÉDIOS NATURAIS

PLANTAS NATIVAS BRASILEIRAS COMESTÍVEIS E POUCO CONHECIDAS