Lápis-Lazúli - Significado, Propriedades, Utilização e Fotos

  • atualizado: 
Lápis-Lazúli

A pedra Lápis-Lazúli é conhecida e utilizada desde de 7 000 a.C. em regiões como: Mergar, na Índia (atualmente, Paquistão); nas minas de SarI Sang em Chortugai (no norte do Afeganistão) e, em outras minas, na província de Badaquistão (nordeste do Afeganistão).

Na civilização do Vale do Indo (3 300-1 900 a.C.), o Lápis-Lazúli foi muito valorizado. Nos enterros do Período Neolítico, na Pré-História, em Mehrgarh, no Cáucaso e, até mesmo, longe do Afeganistão como a Mauritânia, foram encontradas alguns fragmentos de Lápis-lazúli, desse período.

Os faraós apreciavam muito a pedra Lápis-Lazúli, pela sua cor, azul-escura e opaca. Essa gema foi encontrada em muitos dos tesouros achados nos túmulos faraônicos. A pedra Lápis-Lazúli foi usada na máscara funerária de Tutankhamon (1341-1323 aC).

A maior parte dos Lápis-Lazúli encontrados no mundo, vêm do Afeganistão.

Na atualidade esta pedra é, ainda, admirada e apreciada por sua beleza, significado místico, transcendental e poder terapêutico.

O QUE É LÁPIS LAZÚLI: COMPOSIÇÃO E ETIMOLOGIA

COMPOSIÇÃO

Lápis-lazúli ou Lazulita é uma rocha de cor azul, opaca a translúcida. É constituída de lazurita e calcita.

Descrição da composição da rocha Lápis-Lazúli:

A rocha Lápis-Lazúli é composta de lazurita (25% 40%), silicato do grupo dos feldspatoides, além desses componentes, a maioria do lápis-lazúli contém calcita (branca), sodalita (azul) e pirita (amarelo metálico).

Pode conter também augita, diópsido, enstatita, mica, hauyinita, hornblenda e noseana, algumas contêm quantidades mínimas de loellingita.

O lápis-lazúli é uma espécie de mármore cristalino.

Geralmente sua cor é azul intenso, com pequenos grãos de pirita dourada.

Grau de Dureza do Lápis-Lazúli:

Entre 5 e 5,5 (escala de Mohs), isto indica que esta rocha requer alguns cuidados: evitar o uso intensivo desta pedra; não usá-la 24 horas por dia; nem tampouco 7 dias por semana (o suor agride a delicadeza dessa pedra); retirá-la sempre que for à praia ou entrar no mar.

Se não houver estes cuidados, corre-se o risco de estragar e deformar essa pedra, tirando a sua beleza.

Características mineralógicas do Lápis-Lazúli:

O Lápis-Lazúli não é um mineral, e, sim, uma rocha metamórfica (formada por recristalização), composta por diversos minerais.

Esta rocha pertencente à classe dos silicatos (sal derivado da silícia - SiO2) que, por sua vez, pertence ao grupo dos feldspatoides.

Esta rocha é metamórfica ou recristalizada, devido à ação da temperatura e da pressão que se tornam maiores, a medida que aumenta a profundidade na crosta terrestre ou pelo contato com outras rochas (o metamorfismo de contato).

O componente principal do Lápis-Lazúli é a lazurita (entre 25% a 40%) e é a responsável pela cor azul característica dessa rocha.

Por conter a lazurita, o Lápis- Lazúli é conhecido por Lazurita pelos mineralogistas.

A cor azul provém dos iões de enxofre, que fazem parte da composição química desta rocha.

A Lazurita é composta por sódio, alumínio, silícia, oxigênio e enxofre.

Uma grande parte de lápis-lazúli contêm também calcita (cor branca), sodalita (azul) e pirita (amarelo metalizado).

As principais minas de extração desta rocha, e de onde se extrai a melhor qualidade de Lápis-Lazúli, estão localizadas no Afeganistão.

ETIMOLOGIA

O nome Lápis-Lazúli deriva da palavra árabe que significa Céu, da palavra latina lápis - pedra e da palavra persa lazur - azul.

Lápis, em latim, significa pedra.

Lazúli, no latim de lazulum, relacionado ao árabe (al)- lazward e ao persa لاژورد, lāzhward, que veio do sânscrito Raja Warta, significa"anel", "vida do rei".

A denominação da pedra Lazúli, com o tempo, passou à ser associada à cor azul, devido à tonalidade desta rocha.

A palavra Lázúli em várias línguas tem associação com a palavra azul: em inglês Azure, em francês Riviera, em italiano Azzurro, em polonês Lazur, em romeno Azur ou Azuriu, em português e espanhol é Azul e húngaro Azúr.

LÁPIS-LAZÚLI E SUA HISTÓRIA

No Antigo Egito, o Lápis-Lazúli era muito utilizado em amuletos e ornamentos.

Nas escavações egípcias, que datam de 3 000 a.C., foram encontrados milhares de artigos, entre os quais, joias feitas de Lápis-Lazúli.

O Lápis-Lazúli em pó era utilizado pelas mulheres egípcias como uma sombra cosmética para o olho.

No capítulo 140 do Livro dos Mortos egípcio, o Lápis-Lazúli, aparece na forma de um olho ajustado no ouro, e era considerado um amuleto de grande poder.

O sumo sacerdote do Egito usava, suspenso no pescoço, uma imagem de Mat, deus da verdade, feita de Lápis-Lazúli.

Na Antiga Suméria, na cidade de Ur, perto do rio Eufrates (baixo Iraque), os antigos túmulos reais eram compostos de mais 6 000 estatuetas, feitas com Lápis-Lazúli, na forma de pássaros, cervos e roedores, bem como pratos, grânulos e selos de cilindro.

O Lápis-Lazúli destes artefatos teve origem de material minerado de Badacchão no norte do Afeganistão.

Pelos assírios e babilônicos, esta rocha foi usada nos selos cilíndricos, locais onde se faziam pinturas contando a história do povo.

A rocha Lápis-Lazúli teve grande popularidade na antiguidade romana e no mundo bizantino, pois a cor azul púrpura era associada à realeza.

SIGNIFICADO E PROPRIEDADES

SIGNIFICADO

Lápis-Lazúli era vista, na antiguidade, como fonte da força divina.

Gregos e indianos a usavam para proteção.

Era vista como pedra da amizade, acreditava-se que tinha o poder de ajudar as pessoas a relacionarem-se, melhor, umas com as outras.

Os egípcios a consideravam um cristal celestial, por causa de sua coloração azul, como céu noturno e pelos salpicos de pirite que lembram estrelas. Acreditava-se que os Anjos haviam enviado este cristal, do céu para a terra.

Era bastante utilizado em em cerimônias religiosas.

PROPRIEDADES

Características Terapêuticas - O Cristal Lápis-Lazúli é revigorante para o corpo, melhorando sua energia, fortalece o poder intuitivo e é bom para meditação.

Estimula, a inspiração, lucidez, a concentração, a expressão dos sentimentos e a coragem.

Age como purificador espiritual.

Terapeuticamente é uma pedra benéfica para problemas hormonais, circulatórios e respiratórios, é eficaz para aliviar o mal-estar da menstruação.

Trata os problemas da pele, de visão e dores de cabeça.

Psiquicamente, este cristal diminui os efeitos da depressão.

Possui efeito calmante e regenerante.

Afasta energias negativas, desenvolve a intuição, fortalece sentimentos de amor e de amizade, induz a sabedoria e melhora a percepção das coisas, alinhando corpo e mente.

Traz alegria à vida, ajuda a desenvolver sentimentos harmoniosos, diminui a raiva e a incompreensão e transmite força, coragem e confiança.

Eleva os sentimentos tornando-os mais puros e verdadeiros, promovendo o amor e a amizade.

O Cristal Lápis-Lazúli pode ser utilizado para expandir o Chacra Frontal (6º Chacra), que se situa no centro da testa e representa o 3º olho, relacionado a clarividência.

O Lápis-lazúli é benéfico para o sistema respiratório, tratando garganta e pulmões e, também, para o sistema nervoso.

É utilizada, de forma terapêutica, para a purificação do sangue e para fortalecer o sistema imunológico.

COMO E O PORQUÊ UTILIZAR O LÁPIS-LAZÚLI

UTILIDADES DO LÁPIS-LAZÚLI

Na litoterapia (Terapia com pedras), o Lápis-Lazúli beneficia a cabeça, o cérebro, as glândulas endócrinas a hipófise e a epífise.

Age sobre os olhos, atenua dores de cabeça e a febre.

Para uso terapêutico de tratamento das partes de nosso corpo, acima citadas, esta pedra deve ser colocada sobre o chakra do terceiro olho, no entrecenho (entre as sobrancelhas).

Com a finalidade de impulsionar o crescimento de unhas e cabelo, deve ser colocado sobre o primeiro chakra, denominado Básico, situação na base da coluna, região do cóccix.

Para acalmar dores de garganta e tosse e em casos de doenças de pele, eczemas, erupções cutâneas e picadelas de insectos, sua utilização é sobre sobre o quinto chakra, chamado de Laríngeo, situado na garganta.

O Lápis-Lazúli equilibra o estado emocional, pois, relaxa os nervos, é a pedra do bom-humor e da comunicação e melhora a concentração.

CUIDADOS

Como limpar, purificar e recarregar o Lápis-Lazúli?

Para limpar o Lápis-Lazúli não se deve usar solventes, nem vapores e ultrassons, somente, utiliza-se água e um sabonete suave.

Após sua utilização, em uma sessão terapêutica, recomenda-se fazer a sua limpeza/ purificação energética.

Para a limpeza utiliza-se, preferencialmente, água destilada (não salgada) para não agredir a pedra.

No procedimento da limpeza, deixa-se a pedra de molho, dentro de um grande recipiente com água durante algumas horas.

Se houver a possibilidade de utilizar água da nascente de montanhas, só serão necessários alguns segundos, para realizar a limpeza energética.

Para efetuar a recarga energética do Lápis-Lazúli é necessário colocá-lo em exposição ao luar.

Pode-se expor o Lápis-Lazúli ao Sol, mas o melhor é que seja pela manhã ou ao final da tarde, por ocorrerem menos raios UV.

Uma pedra de maior dimensão e a qual foi utilizada de forma intensiva irá necessitar de uma exposição mais prolongada.

A ENERGIA DO LÁPIS-LAZÚLI

Como vimos, o Lápis-Lazúli tem um grande poder natural, mas vale salientar que, assim, como uma oração só é eficaz quando procuramos estar alinhados com a energia do amor, a utilização do Lápis-Lazúli, também, ocorre da mesma forma.

Tanto a oração, como a utilização do poder energético do Lápis-Lazúli, só serão benéficos, se nos alinhamos, em amor, à essas práticas.

Em suma, a energia desta pedra intensifica a energia de amor, que há em nós, desde que não permitamos que nada bloqueie isso, como por exemplo: raiva, ressentimento e outros tipos de negatividade.

Dessa forma, poderemos fazer bom uso das propriedades benéficas do Lápis-Lazúli.

Leia também: 30 PEDRAS PRECIOSAS → SIGNIFICADO E BENEFÍCIOS (FOTOS)

FOTOS

lapis lazuli 2

lapis lauli 3

lapis lazuli 4

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!