Orégano: o melhor antibiótico reconhecido pela Ciência

Orégano

O orégano é considerado um antibiótico natural, indicado (até mesmo pela Ciência) para tratar diversos tipos de doenças.

Normalmente, quando estamos com algum problema de saúde, vamos ao médico, passamos por uma consulta e, na maioria das vezes, saímos do consultório com uma receita em mãos.

Dependendo do caso, a receita indica a compra de analgésicos e antibióticos. No entanto, como se sabe, o uso indiscriminado de antibióticos  está causando uma consequência imprevista até então: as bactérias estão se adaptando a eles e sofrendo mutações devido ao seu mecanismo de autodefesa. Como consequência, ocorre a chamada “resistência aos antibióticos”, que é quando os antibióticos comuns não funcionam mais para combater infecções.

Para a nossa sorte, a sábia Natureza é dotada de ervas, raízes e especiarias que nunca deixaram de funcionar… Apenas foram esquecidas ao longo do tempo, com o surgimento das “facilidades” da vida moderna.

É o caso do Orégano

A palavra orégano, em grego, significa “alegria das montanhas” e, além de ser uma erva muito especial, é considerado um perfeito remédio, pois é capaz de corrigir o que há de errado em nosso organismo.

O orégano é rico em antioxidantes e fitoquímicos, por isso ele é indicado como antiviral, analgésico, antifúngico, antiespasmódico, anti-inflamatório, antitumoral e antibacteriano.

O óleo essencial de orégano contém ainda: boro, cálcio, cobre, ferro, magnésio, manganês e zinco, além das vitaminas A, C e niacina, o que faz dele um poderoso antibiótico natural.

O melhor antibiótico natural

Segundo pesquisadores da University of Babylon, o carvacrol, substância também presente no orégano, é capaz de destruir até as bactérias laboratoriais resistentes aos antibióticos comuns. O estudo revelou que as estirpes de bactérias S. aureus, S. epidermidis, S. pneumonia, E. coli, Klebsiella pneumoniae, Proteus mirabilis, Enterobacter e Serratia, que são conhecidas como impermeáveis aos produtos químicos, mostraram ser significativamente inibidas pelo carvacrol.

Além disso, um outro estudo desenvolvido pela Georgetown University, revelou que:  

“A capacidade de óleos de várias especiarias para matar organismos infecciosos é reconhecida desde a antiguidade. Óleos naturais podem se tornar valiosos adjuvantes ou mesmo substitutos para muitos anti-germicidais sob uma variedade de condições.”

É por este motivo que os óleos essenciais, não só de orégano, mas também de outras especiarias, são utilizados há muito tempo, mesmo quando ainda não existia essa infinidade de antibióticos criados pelo homem.

Por isso, vamos observar mais o que a Natureza tem para nos oferecer, pois muitas vezes a solução para problemas simples de saúde, pode estar bem na nossa frente… Ou até mesmo no nosso quintal!

Talvez te interesse ler também:

BACTÉRIAS RESISTENTES AOS ANTIBIÓTICOS PROVOCARÃO UMA “APOCALIPSE ANTIBIÓTICA”

COMO PLANTAR ORÉGANO? DICAS PARA TODOS!

IMPORTANTE SABER: QUANDO SE TOMA ANTIBIÓTICO, É PRECISO TOMAR PROBIÓTICOS TAMBÉM

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!