Pelo Encravado - Causas, Tratamentos e Como Prevenir

  • atualizado: 
pelo encravado

Eles fazem parte da vida de todo mundo, em maior ou menor grau. No entanto, embora funcionem como uma espécie de proteção da pele contra as agressões do ambiente e controle da temperatura, os pelos incomodam ambos os sexos: nos homens é o ritual de sempre ter que fazer a barba, nas mulheres, a hora da depilação não é dos momentos mais agradáveis.

Algumas vezes, pode acontecer, de os pelos encravarem, e aí o incômodo duplica. Por isso, é importante saber bem o que são esses pelos encravados, como tratá-los e prevenir a ocorrência. Conheça abaixo mais informações sobre o assunto.

O que causa o pelo encravado

O problema acontece quando o pelo não consegue encontrar passagem para nascer corretamente, e passa a crescer “por dentro”, gerando um processo inflamatório. Na maioria das vezes, o pelo encravado causa apenas desconforto estético, mas, dependendo do caso, pode ocasionar dor e coceira na região afetada.

Raramente, pode significar algum distúrbio mais sério: normalmente, apenas quando o pelo encrava com muita frequência, pode indicar uma doença chamada foliculite, que ocasiona essa inflamação e pode gerar problemas maiores, como infecções.

Como tratar pelo encravado

Normalmente, o pelo encravado desaparece naturalmente, mas algumas medidas podem ajudar a tratar o problema mais rapidamente, como a esfoliação, compressas de água quente e uso de determinadas pomadas.

Nunca cutuque o pelo encravado com pinça ou com a unha, pois isso pode inflamar ainda mais a região. No caso da esfoliação, recomenda-se aplicar uma mistura de azeite com açúcar na área afetada, massageando em movimentos circulares, e enxaguar em seguida.

É possível também utilizar compressas de água quente, que ajudam a estimular a circulação sanguínea, abrindo os poros e amolecendo a pele. Para tanto umedeça uma toalha com água morna e pressione sobre o pelo encravado por dez minutos. Faça isso todos os dias.

Já nos casos de cremes, as pomadas contra acne podem ajudar a tratar pelos encravados, desde que em conjunto com a esfoliação. Esse procedimento pode auxiliar a reduzir o inchaço causado.

Como prevenir pelo encravado

Algumas medidas preventivas podem ser bastante eficazes para combater os pelos encravados. Conheça algumas:

Esfoliação

Esfoliar a pele, uma ou duas vezes, é uma forma de eliminar as células mortas da pele e outras impurezas. Uma boa solução é misturar três colheres (sopa) de azeite extra virgem, 2 colheres (sopa) de mel e ½ xícara de açúcar e passar na pele, massageando em movimentos circulares. Em seguida, enxaguar e hidratar.

Adotar bons hábitos na hora da depilação

Antes e depois da depilação, é importante lavar a área com água morna e sabonete hidratante para higienizar a pele e amolecer os pelos. A água fria também pode ser utilizada, pois ajuda a fechar os poros. Só faça depilação com a pele molhada, evite reaproveitar a lâmina e passe o aparelho apenas no sentido de nascimento dos pelos, e com cuidado para não machucar.

Evitar depilação com lâmina ou creme de depilação

Embora cada organismo reaja de um jeito as formas de depilação, na maioria das vezes, o melhor método para depilar é com cera quente ou fria, pois esse procedimento retira os pelos pela raiz. Os cremes de depilação não são muito indicados, justamente por fazerem uma depilação superficial, deixando os pelos mais propensos a encravarem.

Evitar roupas justas

As peças muito apertadas e fibras sintéticas não deixam a pele respirar e podem facilitar a ocorrência de pelos encravados.

Veja no video abaixo uma receita caseira de esfoliante natural pré depilatório:

Especialmente indicado para você:

setaESFOLIANTE CASEIRO: 4 RECEITAS NATURAIS E SIMPLES

setaFAÇA VOCÊ MESMO PRODUTOS DE BELEZA USANDO CASCAS DE FRUTAS

setaCOMO DESCOLORIR PELOS COM INGREDIENTES QUE VOCÊ TEM EM CASA