Alho: as Contraindicações De Uso que Você nem Imagina

  • atualizado: 
uso alho

Toda vez que alguém nos fala de um medicamento caseiro, de um chá ou de uma planta medicinal que descobriram por aí, a gente se esquece de que planta também tem contraindicação, que pode fazer mal para alguns, que pode ser tóxica, cumulativa, que pode até matar.

Então, para relembrar aos leitores que tudo isso pode acontecer, decidi escrever hoje sobre as contraindicações do uso do alho, Allium sativum, que é um dos remédios naturais caseiros mais usados pelos brasileiros, senão o mais usado de todos.

 

1. Usos e benefícios do alho

O alho é uma plantinha maravilhosa: rica em antioxidantes, flavonóides e outros princípios curativos para a nossa saúde; com ação antisséptica poderosa, antimicrobiana, antifúngica e anti-inflamatória, dentre as mais faladas.

Consumir alho (cru) vai garantir sua saúde vascular cerebral, cardíaca e venosa assim como vai manter limpas e desimpedidas suas artérias, ativar a circulação periférica, melhorar a circulação linfática e até afastar os vampiros astrais que, por ventura, andem por perto.

Se sua dúvida é o mau hálito que ficará, leia este nosso artigo:

uso alho

Outro benefício do alho é atuar como inseticida - você pode plantar alho em volta das couves que essa prática vai ajudar a afastar desde pulgões até a mosquinha branca e a lagarta. Você também pode fazer tintura de alho e borrifar sobre as plantas infestadas de pulgões e cochonilhas, ou que tenha fungos, e a planta se recuperará, pois os fungos e insetos se afastarão.

Tudo isso é verdade - e ainda tem muito mais que a ciência vai descobrindo!

Claro que essas contraindicaões de que falo aqui não se referem ao uso do alho como tempero caseiro pois, as quantidades de princípio ativo que vão na comida, mesmo que o alho seja cru, são bem menores do que quando você usa alho como medicamento.

Aliás, comer um pouco de alho, diariamente, é muito bom.

Mas, se você não tomar cuidado com as contraindicações do uso do alho, poderá vir a ter problemas sérios de saúde, sabia?

2. Contraindicações de uso do alho

Comer alho, ou tomar cápsulas de óleo de alho, é muito perigoso para todos aqueles que:

  • têm problemas de coagulação sanguínea
  • tomam remédios anticoagulantes
  • têm trombose ou suspeitam de trombos não consolidados
  • sofrem de hemorragias
  • têm menstruação muito abundante
  • tenham a pressão arterial muito baixa (especialmente no tempo mais quente)
  • devem passar por uma cirurgia de qualquer porte (inclusive dentária). O uso é contraindicado na semana anterior ao intervento.
  • após uma cirurgia
  • que consomem: gingko biloba, ulmaria, sauce, óleo de onagra, óleo de krill, pomelo ou castanha da índia (todos têm ação anticoagulante que será potencializada com o uso concomitante do alho).
 

Enfim, você se dará conta de que ingerir alho cru (com objetivo medicinal cujo uso é maior e mais frequente do que como condimento culinário) ou cápsulas de alho, vai potencializar o efeito anticoagulante, fluidificando o sangue, o que é muito benéfico em casos determinados mas, poderá ser prejudicial nos casos que citei acima.

3. Interações medicamentosas com alho

Há também uma série de medicamentos que interagem com os componentes do alho por efeito da sua ação bloqueadora do citocromo P450 (CYP 3A4) que afeta, por sua vez, um grupo de enzimas metabolizadoras de muitos medicamentos farmacêuticos, tais quais:

  • anticoagulantes
  • medicamentos para o coração
  • medicamentos para controle da hipertensão arterial
  • anticoncepcionais
  • retrovirais
  • antibióticos
  • antifúngicos
  • antilipídicos (estatinas)
 

Portanto, você precisará conhecer bem os medicamentos de uso contínuo que usa para poder decidir se aquela cápsula ou tintura de alho que te recomendaram vai fazer bem ou não, certo?

4. Pessoas especialmente sensíveis ao alho

Existem pessoas que são especialmente sensíveis ao alho e que, portanto, não vão reagir bem com esse bulbo, apesar dele ser tão benéfico. Por isso, quando você for começar a tomar alho, primeiro é bom verificar sua sensibilidade ao odor e à digestão para evitar dores de estômago, aumento da azia, arrotos, gases, vômitos e diarreia, que são reações alérgicas normais e esperadas em caso de sensibilidade aguda.

Nestes casos, reduza a quantidade, não coma alho cru (apesar de que o alho cozido tem muito menos propriedades curativas, elas ainda se mantêm em alguma proporção) ou prefira tomar água de alho (basta deixar um dente de alho cortado dentro de um copo de água e ir tomando durante o dia).

Uma ideia é que, quem não suporta o alho poderá fazer uso do alho-porró, que tem propriedades semelhantes, e cujo sabor é bem mais suave.

5. Uso tópico do alho também pode dar problemas

O alho é excelente para tratar feridas infeccionadas (uma pastinha de alho com óleo de coco, por exemplo) mas, também pode provocar reações dermáticas que indicam alergia de contato, com prurido e bolhinhas de água e até queimar a pele, caso você seja muito sensível.

É importante você se lembrar disso caso decida usar alho como componente de creme para tratar acne ou verrugas - funciona mas, também pode gerar uma lesão feia.

É por isso que sempre precisamos conhecer a forma correta de se usar o medicamento caseiro que nos recomendaram e, na dúvida, pesquisar, estudar, principalmente consultar um médico ou, até mesmo, não usar.

Talvez te interesse ler também:

CHÁ DE ALHO, PODEROSO ANTIBIÓTICO! RECEITAS E CONTRA-INDICAÇÕES

CEBOLA E ALHO: VEM DA NATUREZA A AJUDA PARA EVITAR CÂNCER DE ESTÔMAGO

COMO PLANTAR ALHO NO BALCÃO EM 6 PASSOS

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!