Conheça o Flocão de Arroz e seu Cuscuz Delícia!

  • atualizado: 
Cuscuz de Arroz

Dificilmente alguém nunca tenha ouvido falar ou tenha degustado um cuscuz de milho. Mas é provável que não conheça o cuscuz branco de flocão de arroz. Neste conteúdo será apresentado esse delicioso cuscuz, barato, fácil de fazer e versátil, pois, dá para fazer tanto doce, como salgado, com recheio ou sem recheio.

Para fazer o cuscuz de flocão de arroz ou farinha flocada, como também é conhecido, são necessários poucos ingredientes:

  • a farinha de arroz flocada, que é o mesmo que flocos ou flocão de arroz
  • sal, se for fazer cuscuz salgado ou
  • açúcar demerara, se for fazer doce
  • água ou leite de coco, conforme a preferência de cada um.

Para o preparo desse cuscuz branco é necessário hidratar os flocos de arroz e depois colocar na cuscuzeira para cozinhar.

Comparado com o cuscuz de milho, o de arroz é mais macio e suave, além do que, combina muito com coco ou recheios com verduras e legumes.

Neste conteúdo serão passadas mais informações sobre o não tão conhecido cuscuz de flocão de arroz, mas que vale muito a pena conhecer e experimentar, fica a dica!

O que será abordado a seguir

 

1. O cuscuz e um pouco de sua história

O cuscuz, vem sendo consumido há séculos. Uma das evidências da antiga existência do cuscuz consta no livro de receitas chamado “Kitāb al-ṭabīkh fī al-Maghrib wa’l-Āndalus”, do século XIII. O título do livro mostra que o cuscuz é originário do Magrebe (região noroeste da África), proveniente da culinária do povo berbere (nômades do deserto do Saara).

Outro livro, do mesmo período, proveniente da Síria, demonstra que a receita se difundiu pelo Maxerreque (parte oriental do Mundo Àrabe).

Desde há muito tempo, o cuscuz faz parte de sua culinária do mundo árabe, sendo feito à base de farinha de sêmola de cereais, principalmente, de trigo.

Para preparar esse cuscuz, a sêmola é amassada à mão, com um pouco de água até virar pequenos grãos, que serão cozidos no vapor de uma cuscuzeira e servidos com um molho que pode, também, ser feito na parte inferior da cuscuzeira.

Na Tunísia, o cuscuz é prato típico. Em Marrocos, o cuscuz que é feito nesse país ficou conhecido, internacionalmente, como o famoso cuscuz marroquino. Na Argélia, o cuscuz é considerado como o arroz com feijão dos brasileiros, não pode faltar na mesa.

Na Península Ibérica, o cuscuz foi adotado como alimento por influência da herança cultural dos árabes islâmicos, que conquistaram a região, durante o período da Expansão Islâmica (séculos VIII ).

No século XVI, em Portugal, o cuscuz já fazia parte da mesa de seus habitantes.

Em escritos dessa época, o cuscuz é citado na obra e peça do dramaturgo e poeta português Gil Vicente. Quando os portugueses, iniciaram a colonização do Brasil, descobriram que os índios tinham um alimento semelhante, feito com ingredientes como mandioca, milho, coco e outros.

Com os Intercâmbio comercial e cultural, durante o período das Grandes Navegações (Séculos XV à XVII), esse prato foi se tornando conhecido em várias partes do da Europa, e se espalhando por outras parte do mundo.

2. As Variedades do Cuscuz

No Brasil, o cuscuz é conhecido e faz parte do cardápio alimentar em várias regiões.

Existem vários tipos de cuscuz, que podem ser feitos com:

  • tapioca
  • farinha de mandioca
  • polvilho doce
  • farinha ou flocos de milho
  • farinha de sêmola de trigo
  • farinha de flocos de arroz

Além de poder variar a farinha, pode-se fazer várias incrementações para o preparo do cuscuz, algumas delas são:

  • a massa pode ser tanto doce como salgada
  • mais seca ou mais umedecida
  • mais temperada ou não
  • com recheio ou sem recheio
  • com cobertura doce, salgada ou sem cobertura

No Brasil, o cuscuz é um alimento bem típico e consumido nas regiões Norte e Nordeste.

No nordeste, geralmente, o cuscuz é preparado com flocos de milho e costuma fazer parte das três principais refeições. Na Região Norte, o cuscuz pode ser doce, feito com leite de coco, sendo consumido principalmente no café da manhã.

Ultimamente, nessas regiões, e também em outras do Brasil, o cuscuz vem sendo preparado com farinha de flocos de arroz ou flocão de arroz, como, popularmente, é chamada.

O cuscuz de flocão de arroz tem caído na graça dos brasileiros e, nos últimos tempos, vem se tornando conhecido e conquistado o paladar até daqueles que, tradicionalmente, consomem o cuscuz de milho.

Agora vamos saber mais informações sobre a farinha de flocos de arroz e receitas saborosas de cuscuz com esse ingrediente. 

3. O que é farinha flocada de arroz

O flocão de arroz é um tipo de farinha flocada, resultante do processo de cozimento de grãos de arroz prensados e secos. Esta farinha derivada do arroz é fonte de carboidratos, vitaminas do complexo B, minerais e aminoácidos.

Em síntese, o flocão de arroz é feito a partir de arroz granulado, 100% natural, sem conservantes e, geralmente, sem glúten, dependendo do maquinário, onde foi produzido.

Caso tenha sido produzido em maquinários onde foram feitas outras tipos de farinhas, que contenham glúten ou soja, pode conter vestígios dessas substâncias, por isso, é importante ler a embalagem se você tiver doença celíaca, for alérgico ou intolerante ao glúten.

Geralmente, a formulação do flocão de arroz é constituída dos seguinte ingredientes: farinha flocada de arroz, podendo ter a adição de açúcar, sal, pirofosfato férrico (ferro), sulfato de zinco (zinco) e antioxidante lecitina de soja.

Observação: Os ingredientes podem diferenciar de acordo o fabricante e a marca do produto.

O floco de arroz pode ser produzido de forma artesanal ou industrial.

Esse tipo de farinha é ideal para fazer cuscuz, cremes, mingaus, doces, biscoitos, bolos, panquecas, massas, pães e salgados.

Outras denominações do flocão de arroz são farinha flocada ou farinha de flocos de arroz.

Informação Nutricional do flocão de arroz (pode variar de fabricante para fabricante e conforme os ingredientes que venham adicionados na formulação desta farinha:

Porção de 50 g (1/3 de xícara)

Quant/porção %VD (*)

Valor Energético 174 kcal / 729 kJ - 9%
Carboidratos 39 g - 13%
Proteinas 3,6 g - 5%
Gorduras Totais 0,5 g - 1%
Gorduras Saturadas 0,1 g - 0%
Fibra alimentar 0,5 g -  2%
Sódio - 0 mg

* % Valores diários de referência com base em uma dieta de 2000 kcal ou 8400 kJ.
Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas.

** Valores diários não estabelecidos.

4. Comer flocos de arroz engorda?

Que o flocão de arroz é um ingrediente saboroso e nutritivo, é fato, mas a pergunta que não quer calar: será que esse ingrediente engorda?

E a resposta é: depende da receita e sua composição e da quantidade que se consome.

Muitas receitas que utilizam o flocão de arroz são bem calóricas, por conterem em sua composição: doces, recheios ou molhos incrementados, além dos acompanhamentos.

As calorias do flocão de arroz podem variar de acordo com o fabricante, mas, basicamente, 100 gramas desta farinha tem, em média, 350 calorias, para 100 gramas do produto, o que é uma quantidade significativa de calorias.

O que o flocão de arroz contém, em maior quantidade, são os carboidratos.

Os carboidratos contribuem para termos energia, mas, se consumimos em excesso e temos uma vida sedentária, o resultado pode ser ganhar peso, por isso, é recomendável consumir com moderação.

Ingerir mais calorias do que se gasta, resulta que o excesso se armazena no corpo, na forma de gordura.

Para ter um corpo saudável e usufruir dos nutrientes dos alimentos se faz necessário a prática de atividades físicas, nem que seja uma caminhada diária e uma alimentação balanceada, assim, dá para se beneficiar das deliciosas receitas com o flocão de arroz, que serão ensinadas a seguir!

5. Receitas de cuscuz de flocos de arroz

1. Cuscuz básico salgado

Ingredientes:

Farinha de arroz flocada.

Preparo:

  • Em uma vasilha, coloque quatro xícaras (chá) do flocão de arroz
  • Adicione, gradativamente, uma e meia xícaras (chá) de água e sal a gosto
  • Misture bem e deixe em repouso por 10 minutos
  • Em seguida, coloque a mistura em uma cuscuzeira, contendo metade de água na parte inferior.
    Importante: ao colocar a massa na cuscuzeira, não aperte a superfície.
    Tampe e leve ao fogo brando por 15 minutos.
    Desligue o fogo, aguarde 3 minutos e desenforme.

Rendimento: 8 porções. Duração aproximada: 12 minutos

2. Cuscuz branco de coco

Ingredientes:

  • 1 pacote flocão de arroz (500 gramas)
  • 1 garrafa de 200 ml de leite de coco
  • 5 colheres de sopa de açúcar demerara
  • 1/2 colher de sopa de sal
  • Água
  • 100 g de coco ralado

Preparo:

  • Coloque em uma vasilha o pacote de farinha de flocão de arroz, o coco ralado, o açúcar e o sal
  • Umedeça essa mistura com 3/4 de xícara de água, cuidado não pode ficar muito úmida e a massa precisa ficar solta
  • Coloque a massa na cuscuzeira, contendo em sua parte inferior, metade da água para o cozimento do cuscuz
  • Atenção: não amasse a massa para assentar na cuscuzeira, pois assim deixará de ter a textura e consistência de cuscuz
  • Leve ao fogo para cozinhar por 15 minutos. Em seguida, espere esfriar um pouco e tire da cuscuzeira.

Esse cuscuz é uma ótima opção para o café da manhã e fica mais saboroso e nutritivo passando óleo de coco solidificado (para esse óleo ficar mais sólido é só colocar um pouco na geladeira).

6. 3. Cuscuz de flocos de arroz e legumes

Ingredientes:

  • 2 xícaras de farinha de arroz flocada
  • 3/4 xícara de água
  • 1/4 colher de chá de sal
  • 100 gramas de milho, cenoura, ervilha, cebolinha e salsinha
  • 50 gramas de tofu cortado em pedaços

Preparo:

  • Em uma vasilha coloque a farinha de arroz flocada, o sal e adicione, aos poucos a água (190ml)
  • Misture e mexa bem para o cuscuz ficar bem soltinho
  • Deixe em descanso, por cerca de 10 minutos
  • Acrescente o milho, cenoura, ervilha, cebolinha, salsinha e o tofu picado, misture bem
  • Transfira a mistura para uma cuscuzeira, com metade de água em seu fundo
  • Não aperte a massa na cuscuzeira, deixe a mistura solta
  • Leve a cuscuzeira tampada ao fogo, por 15 minutos
  • Desligue o fogo, aguarde mais 3 minutos e desenforme o cuscuz.

Rende: 5 porções

E, agora, deu vontade de provar essas iguarias?

Deixe nos comentários abaixo se fez e/ou provou alguma receita com flocão de arroz.

E, se fizer uma desta receitas sugeridas, neste conteúdo, nos diga o que achou!

Veja outras receitas sem glúten:

5 RECEITAS SALGADAS SEM GLÚTEN

RECEITAS DE CUPCAKES: SEM GLÚTEN, VEGANO E COM FRUTAS SECAS

Fonte foto 

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!