Pesto: a receita original e 6 variantes

pesto-receita-original-variantes

Quem nunca ouviu falar do pesto? Um condimento italiano usado como molho para pastas: macarrão, lasanha, nhoque, etc. Nós estamos acostumados a comprar o pesto pronto no supermercado, claro é mais fácil! Mas acreditem, não é difícil fazer pesto em casa, aliás é bem simples. Vamos à receita original, a do pesto genovese, e à outras variantes.

A receita original: Pesto Genovese

É o famoso pesto tradicional de Gênova que leva 7 ingredientes daquela região. Mas como nós não moramos na Itália e apesar de alguns ingredientes serem encontrados importados no supermercado, a receita que segue é do site Mangiare in Liguria, e para facilitar colocamos opções “abrasileiradas” nesta receita.

Ingredientes do Pesto Genovese

* 50 gr de manjericão-de-folha-larga (que é o Ocimum basilicum que se encontra na Itália, mas na falta dele vamos da variedade de manjericão que tivermos). Lave-os e enxugue-os antes de usar, colocando-os sobre um pano de prato limpo. Devem estar secos antes de serem pilados.
* 1/2 copo de azeite extravirgem italiano.
* 6 colheres de sopa de queijo tipo parmesão ralado (na falta do verdadeiro Parmigiano Reggiano)
* 2 colheres de sopa de queijo tipo pecorino (na falta do pecorino original ou coloque 8 colheres de parmesão)
* 2 dentes pequenos de alho (aqueles novinhos que nem têm o fio dentro seria o ideal, mas na falta deste, retire o fio de dentro que pode ser indigesto).
* 1 colher de sopa de pinoli italiano (ou 1 colher de sopa de nozes picadas se não encontrar o pinoli que na verdade se encontra nos maiores supermercados mas custa caro)
* Sal grosso (a gosto mas na verdade, pouco, como alguns grãos)

Preparação do Pesto Genovese

O ideal é ter um pilão de pedra, fácil de trabalhar porque é pesado e não deixa resíduos.

* Comece a pilar primeiramente o alho com o sal grosso
* Depois junte o pinoli e pile tudo bem
* Coloque as folhas de manjericão uma a uma, com cuidado, fazendo movimentos circulares e longos
* Junte os queijos e o azeite.
Pronto para uso!

Dicas de uso e conservação 

Use os ingredientes a temperatura ambiente e faça o mais rápido possível para evitar a oxidação. Para conservar o pesto na geladeira, coloque-o em um pote de vidro cobrindo-o com azeite para que não se oxide, mas o ideal é fazer o pesto e usá-lo subitamente como molho no macarrão. Na geladeira dura uns 3 dias.

pesto conservar
 

Como usar o pesto no macarrão

* Coloque a pasta (spaghetti, penne, gravatinha, etc) para cozinhar.
* Separadamente, em uma frigideira funda, coloque 1 ou 2 colheres de pesto, dependendo da quantidade de pessoas que forem comer.
* Reserve um copo cheio de água do cozimento do macarrão.
* Retire e escorra a pasta um pouco antes do cozimento (uns 2, 3 minutos antes do tempo de cozimento indicado na embalagem) e coloque-a na frigideira para terminar de cozinhar juntamente com o pesto e colocando a água reservada pouco a pouco até que a pasta termine de cozinhar e o pesto fique devidamente dissolvido.
* Outra opção é colocar diretamente o pesto na frigideira com um pouco de água do cozimento do macarrão enquanto a pasta ainda está cozinhando. Use uma concha colocando pouca água e dissolvendo o pesto até chegar à consistência justa para a quantidade de pasta que você estiver cozinhado. A água do cozimento serve para dissolver o pesto senão a pasta ficaria seca.

Pesto de Rúcula

 
pesto rucula

Foto: Naturomania

Ingredientes do Pesto de Rúcula (para 2 pessoas)

* 50/60 gr de rúcula
* 35 gr de queijo parmesão ralado
* 35 gr de pinoli italiano
* 1 ou 2 colheres de sopa ide azeite extravirgem
* 1 dente de alho pequeno sem o fio do meio
* Sal grosso a gosto (poucos grãos)

Preparação do Pesto de Rúcula

* Como na receita original, use um pilão e pile primeiramente o alho com o sal, depois a rúcula e por último junte o queijo e o azeite.
* A rúcula, assim como o manjericão, deve ser usada lavada e enxugada antes.
* Dá para fazer também com um mixer. Junte todos os ingredientes no mixer e bata.

Conservação do Pesto de Rúcula

Dura apenas 2 ou 3 dias na geladeira. Coloque o pesto em um pote de vidro, cobrindo-o com azeite para não se oxidar.

Pesto de Couve (receita vegana)

 
pesto couve
 

Ingredientes do Pesto de Couve

* 350 gr de couve
* 80 gr de azeite extravirgem
* 30gr de amêndoas sem pele
* 1 dente de alho pequeno
* Sal a gosto

Preparação do Pesto de Couve

* Primeiramente cozinhe a couve por alguns minutos.
* Escorra a couve e coloque-a em um mixer para bater.
* Junte os outros ingredientes e bata até obter um creme. Ajuste o sal e pronto. Fica bom seja para fazer bruschetta, como na foto, como para condimento em massas.

Pesto de Nozes

 
pesto nozes
 

Ingredientes do Pesto de Nozes (para 4 pessoas)

* 300 gr de nozes sem casca
* 40 gr de parmesão ralado
* 250 ml de leite
* 30 gr de pinoli italiano
* 1 dente de alho
* 40 gr de miolo de pão
* 1/2 copo de azeite extravirgem
* Sal a gosto

Preparação do Pesto de Nozes

* Coloque o miolo de pão para amolecer no leite e quando estiver amolecido, escorra-o bem. Reserve.
* Coloque no mixer as nozes sem cascas, o pinoli, o queijo, o azeite e o alho. Bata bem.
* Junte o pão e bata mais uma vez.
* Ajuste o sal e pronto.

Use-o como salsa para torradas (bruschetta) ou como condimento em pastas.

Pesto de Abobrinha

 

Outra opção fácil de se fazer e que as crianças podem gostar, é o pesto de abobrinha. Veja a receita no link abaixo.

Leia também: IDEIAS PARA COZINHAR ABOBRINHA: RECEITAS FÁCEIS E RÁPIDAS

Pesto de Pistache

 
pesto pistache capa

É simplesmente uma delícia mas o problema é que não é fácil encontrar o pistache fresco, embora nas grandes cidades sim. No link abaixo você encontrará todas as dicas e a receita. Confira pois é muito bom!

Leia também: RECEITA ESPECIAL: PESTO DE PISTACHE

Pesto Sem Alho

Por fim, muitas pessoas não gostam de alho e daí não tem problema, porque tem pesto para todos os gostos. Basta retirar o alho da receita original (acima descrita) e bom apetite!

Leia também:

BERINJELA À PARMEGIANA: A VERDADEIRA ITALIANA!

TZATZIKI: RECEITA ORIGINAL E 5 VARIANTES

GUACAMOLE: A RECEITA ORIGINAL E 5 VARIANTES