Cultivar sem irrigar é possível? Sim! Veja aqui como

Cultivar sem irrigar

Sim, é possível você ter cultivo sem ter que irrigar a terra. Claro que não é sem água - toda a água está na atmosfera à disposição - mas você deverá cuidar da estrutura do solo, da terra que tem para as plantas. E, com certeza, tem planta que precisa de mais e planta que não precisa de tanta água. Mas, regar não será mesmo necessário.

Tem um livro de Jacky Dupety que fala disso - uma experiência bem sucedida que ele chama de agricultura sinérgica - o livro, “A horta sem água”, está já publicado em francês e em italiano e você poderá comprar pela Amazon.com. A proposta é válida e muito interessante de se aprender, já que as perspectivas são de que não tenhamos, de futuro, tanta abundância de água, não é?

A técnica não é nada nova - os antigos já a aplicavam em diversas partes do mundo e, ainda tem gente que a aplica na luta por produzir para comer ou por recuperar áreas que antes eram terras férteis.

Nessa técnica você precisa, primeiro, cuidar de recuperar a estrutura da terra que tem à disposição e logo, escolher as plantas que são adaptadas à região e, portanto, ao regime de chuvas que lá existe.

A ideia do livro Horta sem água é a de que você deve acrescentar à terra lascas de madeira - especialmente lascas de ramos frescos, verdes. Essa técnica se chama BRF - Bois Rameaux Fragmentés e é francesa. Jacky Dupeti levou a técnica BRF (veja aqui) para a França e se tornou um dos maiores especialistas na área.

orto senza acqua

Capa livro

Mas o bom efeito não será imediato - trata- se de todo um processo de melhoramento de solos degradados para que estes possam ser agricultáveis futuramente. Seus resultados positivos são visíveis após alguns meses. Porém, este uso tem várias vertentes pois, recupera integralmente e de maneira duradoura, as condições agricultáveis de todo tipo de solo. Os especialistas dizem que, inclusive, o uso dos galhos triturados tem resultados melhores do que a incorporação de composto orgânico ao solo.

Veja o vídeo sobre o autor:

O processo de recuperação do solo

Quando você tiver aparas de galhos frescos, coloque uma camada de até 7 cm sobre o solo que queira melhorar, misturando-os levemente com a terra abaixo. Deixe repousar. Os fungos e bactérias do próprio ambiente contribuirão para a degradação dessa matéria vegetal que irá ser incorporada ao solo, formando uma camada de húmus de boa qualidade.

Você poderá plantar suas mudas ao mesmo tempo que coloca a camada de galhos triturados. Também poderá semear por baixo desta camada. A cobertura de galhos triturados é também chamada de “cobertura morta ou mulch” e serve, adicionalmente, para impedir o surgimento de ervas daninhas concorrentes com o que você plantou; dificultar o acesso de lesmas e caracóis às plantas e, manterá a umidade do solo abaixo - todos esses efeitos são adicionais ao enriquecimento do solo e sua reestruturação.

O bom desse processo é que incorpora ao solo muitos nutrientes e melhora, em muito, a sua estrutura e é por esses motivos que você poderá usufruir do benefício de cultivar sem ter de irrigar. É muito adequado para uma horta, ou pedaço de jardim, no qual você pretenda cultivar seus legumes e verduras.

Para aprofundar esses conhecimentos que “pincelamos” acima, fica a dica de leitura deste trabalho, “Augmenter la capacité de rétention en eau des sols, en cultures légumières, par l’utilisation des Bois Raméaux Fragmentés“, em francês, que relata a experiência da BRF, na França ou este outro trabalho que está em espanhol.

Especialmente indicado para você:

setaHOMENS QUE REPLANTARAM O DESERTO, RECUPERANDO A FERTILIDADE DO SOLO

setaÁGUA PURA, NOSSA MAIOR RIQUEZA, NOSSO MELHOR REMÉDIO