Horta orgânica em 10 passos

horta-orgânica

Se você tem um pouco de terreno, você poderá fazer uma horta. E se essa horta for orgânica, melhor ainda, não é?

Mas, se você não tem terreno, faça do mesmo jeito pois, qualquer horta pode ser feita em vasos, em caixas de madeira, ou naquele canteiro que está no corredor, pode até ser  pendurada no muro, desde que bata sol, tenha luz, o dia inteiro.

Comece a pensar no caso agora, a preparar as coisas - escolher o lugar, preparar a terra, escolher o que vai plantar, juntar os apetrechos indispensáveis e logo, logo você terá verduras para a sua mesa, com fartura.

É aconselhável você também ter uma composteira onde juntará todos os restos orgânicos da sua cozinha e fará a terra boa, adubada, com a ajuda de minhocas. 

Veja aqui setaTUDO SOBRE COMPOSTAGEM CASEIRA

E se você mora em São Paulo, setaCONHEÇA O PROJETO COMPOSTA SÃO PAULO e se integre a ele, vai valer a pena, para você e para a cidade.

10 dicas para você fazer “bem” sua horta orgânica

 

1) Escolha um bom lugar

Se você tiver um jardim, escolha a parte com mais luz e organize ali sua horta orgânica. Você usará só produtos orgânicos, desde sementes e mudas a adubo, restos de folhas que você pode pedir na feira, aos amigos, ou tirar do resto do seu jardim. Procure aqui dicas sobre como plantar esta ou aquela planta. Temos vários artigos interessantes.

2) Comece com uma pequena horta

e depois vá ampliando.

3) Adube a terra com composto bem curtido

Produza seu próprio fertilizante natural e também os pesticidas que vá precisar;

seta11 FERTILIZANTES E PESTICIDAS ORGÂNICOS FEITOS EM CASA

4) Não se esqueça das minhocas

Esse bichinhos são fundamentais para que o seu composto de restos orgânicos e folhas se transforme no mais rico húmus natural.

5) Só semeie sementes e mudas de origem orgânica

Cultive sementes crioulas, afinal o Brasil é referência de sementes crioulas para a América Latina e, você sabe, que sementes crioulas são segurança alimentar para o futuro, não?

6) Semear e transplantar são ações integradas com os ciclos naturais

Aprenda quais os momentos mais adequados para semear, transplantar e colher. Respeite o sol, a chuva, os ventos e as temperaturas para que suas plantas cresçam saudáveis.

7) Faça seu próprio viveiro de mudas, é o ideal

As mudinhas são muito sensíveis então, mantenha-as protegidas de vento e sol em demasia. Quando estiverem crescidas, 10 cm, transplante-as ao local definitivo respeitando o espaçamento que cada planta requer.

8) Regue corretamente, no começo da manhã ou no cair da tarde

Se não tiver esse tempo, regue de noite. Jogue a água no solo, para molhar as raízes. Não deixe a água ficar empoçada, faça canais de escoamento para aproveitar a água de uma planta para a outra, isso distribui melhor a água, evita empoçamento e economiza.

9) Use herbicidas naturais

Se precisar mas, sempre recorra à técnica de cobertura morta  com palha seca, serragem, lascas de madeira ou folhas que cobrem o solo evitando ervas daninhas.

10) Use pesticidas orgânicos

E consórcio entre plantas inseticidas (alho, gerânio, crisântemo) que fazem uma proteção natural. Cate a mão, e elimine, os bichinhos que aparecerem

Leia também:

seta5 REMÉDIOS NATURAIS PARA PROTEGER SUAS PLANTAS DOS PULGÕES

setaPROJETO BUSCA AMPLIAR ESPAÇOS VERDES, SAÚDE E CONSCIÊNCIA ALIMENTAR EM SÃO PAULO

setaCOMO ACABAR COM AS FORMIGAS EM CASA E NO JARDIM