Jardim vertical é alternativa verde para o Minhocão em São Paulo

jardim vertical Minhocao

O Elevado Costa e Silva, localizado na região central da cidade de São Paulo que serve como ligação para as Zonas Leste e Oeste, e mais conhecido como “Minhocão”, sempre foi uma obra cercada de polêmicas. Muitos defendem que o elevado deve ser demolido, outros que deve virar um parque elevado, e outra turma que afirma que São Paulo não pode se desfazer desta via de acesso. No entanto é unânime, feio do jeito que está o lugar não pode ficar. É verdade que houve melhora com a implantação das ciclovias e iluminação mais potente e moderna embaixo da ponte, mas ainda falta verde. E este verde vai chegar graças ao projeto dos jardins verticais!

Trata-se de uma programa de compensação ambiental para as construtoras que derrubam árvores em suas obras. A ideia é utilizar as várias paredes laterais da região do Minhocão, que não possuem janelas, e construir 140 jardins verticais, algo em torno de 58 mil metros quadrados que podem se transformar em jardins.

Mas para acontecer os condôminos devem tomar a iniciativa e se cadastrarem no site da prefeitura, solicitando a instalação do jardim vertical. Não haverá nenhum custo adicional para a administração dos prédios, conforme mencionado acima, as empreiteiras arcarão com todos os custos das obras ambientais. A manutenção, apenas quatro mil reais a cada dois meses, fica a cargo da prefeitura.

Atualmente há obras em um prédio próximo à estação Santa Cecília do metrô, que deve ser inaugurado neste domingo, dia 27, depois de sete meses de trabalho. Os próprios responsáveis pela obra admitem que o ritmo é lento, e que o ideal seria entregar um, ou até mesmo dez jardins verticais todos os meses para que o Centro de São Paulo se transforme na região dos jardins verticais.

No ano passado, um único prédio do Minhocão, na parte da Zona Oeste, chegou a fazer um jardim vertical e foi bastante elogiado pela iniciativa que agora se expande para, assim esperamos, mais de uma centena de prédios vizinhos.

Os jardins verticais trazem inúmeros benefícios aos moradores e ao meio ambiente. Reduz 30% da poluição, regula a temperatura local, incluindo uma diminuição de até 7 graus Celsius dentro dos apartamentos (com este calor em pleno inverno e a promessa de um verão “infernal”, menos sete graus vem bem a calhar) e ainda ajudam a melhorar a umidade e a qualidade do ar.

Leia também:

PATRICK BLANC: O BOTÂNICO QUE TRANSFORMOU SUA CASA EM UMA SELVA URBANA

EM LISBOA, O BAR É UM JARDIM VERTICAL

Fonte foto: estadao.com.br