Quatro plantas que revelam se o ar está poluído

plantas que revelam se o ar está poluído

E se você pudesse avaliar a qualidade do ar, simplesmente observando as plantas da sua horta ou jardim? Os especialistas do National Center for Atmospheric Research em Boulder vem com um projeto chamado The Ozone Garden, útil para determinar se o ar está poluído, através da percepção das plantas.

As plantas selecionadas para fazer parte do Ozone Garden reagem visivelmente quando os níveis de ozônio são elevados. Por exemplo, começa-se a ver os danos nas folhas, que podem estar relacionados com a presença de pequenos grupos de manchas pretas – como observou um dos pesquisadores envolvidos na criação do jardim especial.

O Ozone Garden inclui quatro tipos de plantas, cada uma selecionada pela sua sensibilidade ao ozônio. Estes são:

1. Asclepias L. (asclepias)

2. Phaseolus vulgaris (feijão)

3. Solanum tuberosum L. (batata)

4. Rudbeckia laciniata L. (cutleaf coneflower)

De acordo com os especialistas, algumas plantas são mais sensíveis do que outras ao ozônio. Com base nesse critério os cientistas fizeram suas próprias escolhas a respeito de quais plantas entrariam para o experimento. Quando os níveis de ozônio são muito altos, as plantas "respiram" ozônio. Assim, algumas das células de clorofila presentes nas folhas da planta morrem. Desse modo, as folhas perdem o pigmento verde clássico em alguns pontos, passando a ficar manchadas de preto.

Pesquisadores do NCAR salientam que o período da pior poluição por ozônio é verificado entre os meses de julho e agosto. Nos Estados Unidos, os limites de exposição ao ozônio para os seres humanos são definidos pela Environmental Protection Agency. As plantas podem começar a destacar os efeitos negativos da presença de ozônio antes de atingir o limite fixado para as pessoas.

A ideia por trás do The Garden Ozone é tornar visíveis os efeitos negativos de um poluente "invisível", como o ozônio em seres vivos, plantas e seres humanos, para que todos possam ver e entender.

Além disso, ao longo do tempo, os especialistas descobriram que altos níveis de ozônio podem reduzir o ciclo de vida e a saúde de algumas culturas importantes, como milho, soja e algodão. Na opinião dos especialistas, entender a magnitude da redução do rendimento de um plantio é importante para proteger a agricultura e segurança alimentar mundiais.

O projeto The Ozone Garden inclui a capacidade para receber atualizações periódicas sobre a qualidade do ar na região de Front Range através do site Ozone Aware.

Leia também: Ter uma planta no trabalho aumenta a produtividade

Fonte fotos: ncar.ucar.edu