Problemas urinários em gatos: como prevenir e tratar com remédios naturais

Problemas urinários em gatos: como prevenir e tratar com remédios naturais

Os gatos são companheiros e afetuosos e é muito bom apreciá-los saudáveis, independentes e se divertindo com as brincadeiras deles. Entretanto, é necessário dar atenção aos cuidados e à prevenção de doenças para evitar certos problemas que os bichanos tendem a desenvolver, como por exemplo, as infecções e inflamações urinárias.

Pensando nisso, este conteúdo traz informações que podem ajudar a prevenir ou até aliviar inflamações e problemas no trato urinário dos gatos.

Causas da infecção urinária em gatos

A infecção no trato urinário pode acontecer quando a bactéria entra no trato urinário, passa pela uretra e atinge a bexiga.

As causas para desencadear essa contaminação podem ser diversas e estar associadas a:

  • idade avançada do animal
  • excesso de sedentarismo, desencadeando obesidade e outros problemas de saúde
  • ingestão de pouca água, desencadeando desidratação
  • baixa imunidade
  • falta de higiene
  • alimentação pobre de nutrientes
  • ração de má qualidade
  • doenças mais graves, como diabetes ou problema renal
  • níveis anormais de pH na dieta alimentar do gato
  • pedras, lesões ou tumores na bexiga (depósitos duros na bexiga)
  • vírus da imunodeficiência felina (FIV)
  • problemas metabólicos, hormonais ou genéticos.

Sintomas de problemas no trato urinário dos gatos

Quando o gato apresenta algum distúrbio, infecção e/ou inflamação no trato urinário, surgem alguns sintomas, como:

  • ele faz força, geme e/ou se contorce para urinar
  • urina de pouquinho em pouquinho e/ou fora da  bandeja sanitária
  • sangue na urina
  • fica lambendo com frequência o genital
  • sente incômodo quando é acariciado ou tocado na parte traseira
  • urina com odor forte
  • febre
  • letargia (cansaço)
  • perda de apetite

Estes sintomas podem surgir de forma isolada ou simultânea.

Cuidados para prevenir infecção urinária no gato

Existem vários cuidados que podem prevenir problemas no trato urinário dos gatos:

Alimentação

A alimentação tem papel fundamental para evitar o desenvolvimento de problemas urinários em gatos. Por isso, a escolha da ração para o pet felino precisa seguir critérios como:

  • não ter acidificantes, corantes e conservantes químicos,
  • grãos transgênicos
  • apresentar baixo índice de sódio, magnésio e cálcio e maior nível de umidade

O recomendável é dar uma alimentação caseira, que pode ser batida no liquidificador, para virar um patê para gatos.

A comida caseira é mais úmida e contribui para que o bichano fique com o organismo mais hidratado e urine mais.

Bandeja de areia

Outro quesito importante de atentar para evitar infecções, principalmente provocadas por bactérias ou fungos, é manter as bandejas de areia do gato sempre limpas, ou disponibilizar mais de uma bandeja para ele, pois gatos não gostam de urinar em bandejas sujas.

Estresse

Os gatos são animais que gostam de ambientes tranquilos e qualquer fator que perturbe esse felino pode acarretar distúrbios, não só de comportamento, como fisiológicos, também.

Para evitar que isso aconteça, proporcione ao bichano um ambiente seguro, organizado e tranquilo.

Através desses cuidados o tutor estará promovendo uma rotina segura e boas condições de saúde para seu pet.

Obesidade

O excesso de peso em gatos pode sinalizar que algo não está bem no organismo deles. E pode ser decorrente de alimentação inadequada, problemas metabólicos, hormonais, sedentarismo, diabetes, doenças renais que, por suas vezes, podem desencadear problemas urinários.

Diagnóstico e tratamento de infecções urinárias em gatos

Caso o gatinho apresente algum sintoma que possivelmente esteja relacionado com infecções ou inflamações no trato urinário, é necessário levá-lo ao veterinário para ser examinado clinicamente e ou por meio de diversos exames laboratoriais e com aparelhos, conforme a gravidade do caso.

Com base nos resultados dessas avaliações, o veterinário apresentará o diagnóstico e o tratamento adequado para o animal.

Remédios Naturais para problemas urinários

Os remédios naturais podem ser utilizados como prevenção, alívio e combate às causas e sintomas da infecção urinária, ou como suporte ao tratamento recomendado pelo veterinário.

Em todas essas situações, é preciso o acompanhamento e orientação do veterinário.

Seguem alguns tratamentos naturais para problemas urinários em gatos:

Cranberry

O cranberry constitui uma forma eficaz de melhorar a saúde do sistema urinário do gato. Pois essa frutinha, com sua acidez, reduz o ph da urina quando esta estiver alcalina, o que pode ajudar a tratar a infecção urinária e impedir que ela volte.

Em casos de urina com acidez elevada, é contraindicado o uso do cranbery.

A administração do cranberry pode ser por meio de cápsulas ou em pó.

Baga de zimbro

A baga de zimbro pode ajudar a aumentar a produção da urina e a expulsar as bactérias nocivas que estão infectando o trato urinário do animal, reduzindo assim o quadro inflamatório.

A própria medicina reconhece que as bagas de zimbro possuem propriedades diurética, antioxidante, anti-inflamatória e antibiótica para tratar infecções da bexiga.

Esse remédio natural pode ser administrado no animal através de suplementos.

Altéia

A altéia é conhecida também pelos nomes de raiz de marshmallow, malvaísco e malvavisco.

Essa planta contém mucilagem, uma substância que tem propriedade de proteger as membranas das mucosas.

O trato digestivo e urinário estão ligados à estas membranas, por isso a altéia contribui para reduzir a inflamação, acalmar a irritação, aliviar a dor e agir como antibiótico natural.

Pelas mesmas propriedades, a altéia é ótima para o trato digestivo do gato e pode ajudar a reduzir a constipação e a diarreia.

Folha de salsa

A salsa é um diurético natural e tem propriedades antissépticas, ajudando a limpar o sistema urinário e a estimular a sede no animal, para que ele beba mais água.

Além disso, a salsa possui propriedades antibacterianas, o que pode ajudar a eliminar a infecção do sistema urinário.

Esta planta também é fonte de vitamina C, ferro e antioxidantes, que ajuda o sistema imunológico a reagir contra a infecção.

Folha de uva ursi

Há muito tempo, a uva ursi vem sendo empregada em problemas do trato urinário, devido às suas propriedades antisséptica, diurética e antibacteriana.

A folha de uva-ursi é bem recomendada por veterinários holísticos ou especializados em fitoterapia ou medicina natural para animais, para reduzir a inflamação e consequentes sangramentos.

Equinácea

A equinácea pode ajudar no tratamento de problemas respiratórios superiores e do trato urinário inferior.

Essa planta é comumente usada para tratar uma variedade de infecções, tanto em humanos, quanto em gatos.

Cabelo-de-milho

O cabelo-de-milho age como diurético e antisséptico contribuindo para  limpar o sistema urinário por aumentar a eliminação de água e estimular o gato a beber mais. Dessa forma, o cabelo-de-milho contribui para expulsar cristais, pedras prejudiciais ao sistema urinário e renal.

Urtiga

A urtiga é uma erva que combate a inflamação e a irritação na bexiga e vias urinárias, ajuda a aliviar a dor e a eliminar as bactérias nocivas do sistema urinário.

Vinagre de maçã

A acidez do vinagre de maçã pode ajudar a prevenir o crescimento de bactérias no trato urinário do gato.

Para administrar o vinagre de maçã para o gato, basta diluí-lo em água nas seguintes dosagens:

  • Para gato com menos de 2 kg, é só adicionar algumas gotas de vinagre de maçã à água que ele bebe.
  • Já gato que pesa entre 2 e 3 Kg devem receber 1/4 de colher (chá) de vinagre de maçã misturado a água de beber.
  • No caso de gato, com mais de 3 Kg, basta colocar 1/2 colher (chá) na água do animal.

D-Manose

D-Manose é um açúcar que não afeta os níveis de glicose no sangue, pois não é metabolizado.

Este açúcar é extraído do cranberry, o que o torna eficaz para infecções do trato urinário, tanto em humanos, quanto em gatos.

Ao ser ingerida a D-Manose, as bactérias na bexiga se ligam às moléculas dessa substância. Dessa forma, quando D-manose é excretada através da urina, leva embora as bactérias nocivas.

Existe suplemento constituído de D-Manose, que pode ser encontrado em lojas de produtos naturais para pets, físicas ou virtuais.

Glucosamina e condroitina

A glucosamina e a condroitina são dois suplementos comumente administrados aos gatos para garantir que suas articulações permaneçam saudáveis e flexíveis, à medida que envelhecem.

Além desses benefícios para a saúde do bichano, esses suplementos  podem ajudar a tratar a Síndrome Urológica Felina – FLUTD, uma doença do trato urinário inferior dos felinos.

As infecções no trato urinário podem desencadear essa síndrome, quando ocorrem de forma repetitiva.

A glucosamina tem propriedades anti-inflamatórias e pode ajudar a proteger o revestimento da bexiga, principalmente administrada em conjunto com a condroitina.

Um suplemento de glucosamina e condroitina pode ajudar a reduzir o nível de desconforto e cicatrizar a inflamação decorrente desse distúrbio no aparelho urinário do felino.

Existem suplementos veganos e cruelty-free feitos com esses componentes.

Para saber mais sobre tratamentos e remédios caseiros para infecção do trato urinário, consulte também este link.

Complicações das infecções e inflamações urinárias

Se aos primeiros sintomas o problema urinário não for tratado, ele poderá evoluir para quadros complicados, como:

  • cistite
  • pedras na bexiga
  • infecção renal
  • cálculos nos rins
  • bloqueio parcial ou total da uretra
  • insuficiência renal
  • ruptura da bexiga

Ao primeiro sinal, cuide!

Ao primeiro sinal de qualquer sintoma de distúrbio urinário, o recomendável é levar o seu animal ao veterinário para ter o diagnóstico preciso.

Consulte este profissional sobre a administração dos remédios naturais que poderão aliviar os sintomas, e até sanar a causa.

A consulta ao veterinário é importante para avaliar o problema de saúde do animal e assim definir o tratamento com a prescrição das dosagens adequadas e averiguação de possíveis contraindicações e interações medicamentosas.

Os remédios naturais podem ajudar a impedir que os sintomas iniciais avancem para doenças graves. Entretanto, se os sintomas persistirem pode ser necessário a administração de antibióticos e anti-inflamatórios alopáticos ou até uso de sonda ou intervenção cirúrgica, que somente um veterinário poderá avaliar, de acordo com o caso.

Para que a infecção urinária não chegue a estados graves, é muito importante os cuidados e atenção com a alimentação, higiene, bem-estar e hidratação do companheiro felino.

Prevenção, continua sendo o melhor remédio!

Saiba mais sobre os gatos em:

Fique por dentro dos cuidados com a saúde de seu pet em:

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *