Border Collie: temperamento, doenças e como educar. Conselhos do veterinário

  • atualizado: 
border collie

Hoje vamos falar sobre o Border Collie: uma raça de cães muito carinhosa e obediente que antigamente era utilizada como cão pastor, mas atualmente é apreciado como cão de companhia. Se você ganhou ou se quiser adotar um cão desta raça, conheça melhor as suas características para aprender a cuidar dele da melhor maneira possível.

Neste artigo vamos aprender sobre:

 

1. As origens do Border Collie

As origens do Border Collie encontram-se na fronteira entre a Escócia e a Inglaterra (daí vem a origem do nome border), onde esta raça é selecionada para ser um perfeito cão pastor, considerando sua agilidade, atitude para o trabalho e inteligência, muito comuns em cães pastores ingleses.

Diz-se também que a origem do Border Collie provém da mistura dos cães Vikings que chegaram à Escócia e cruzaram com cães pastores locais. Ele foi incluído na lista de cães de raça reconhecidamente em 1976.

O Border Collie é considerado um dos melhores cães pastores do mundo, no entanto, é um excelente cão de família. Tanto que é visto muitas vezes como protagonista de programa de TV ou séries.

2. Características

border collie caracteristicas

O Border Collie é um cão de tamanho médio, porte elegante e bem distribuído. Seu pêlo é grosso, geralmente na coloração branca e preta, com comprimento moderado. Possui também uma camada de subpêlo que garante proteção e calor, não é a toa que a origem desta raça é encontrada nos países de climas frios.

Além dessas características físicas, também podemos destacar:

  • A altura média para os macho é de cerca de 53 cm, enquanto que as fêmeas são ligeiramente menores
  • O peso varia entre 14 a 20 kg
  • O crânio é grande e o focinho tende a afinar no final
  • A trufa é preta com narinas largas
  • Os olhos são ovais e castanhos escuros
  • A cauda é de comprimento moderado
  • É muito ágil e rápido, bem como dotado de grande resistência. Por isso é perfeito como cão pastor, pois também pode suportar muitas horas de trabalho.
 

3. Temperamento

A principal característica do temperamento do Border Collie é a sua inteligência. Porém, suas qualidades não terminam por aqui:

  • Ele ama muito seu mestre
  • É carinhoso e sempre tenta ajudar
  • É obediente
  • Sério quando uma tarefa é confiada a ele
  • Muito atencioso e alerta

Essas são as características que fazem do Border Collie, além de um excelente cão pastor, um ótimo companheiro para a família, pois possui um caráter leve e brincalhão, sendo também muito carinhoso com as crianças.

4. Como cuidar um Border Collie

O Border Collie é um cão que deve ser criado sempre ao ar livre para ter a oportunidade de se mover, correr, brincar e ser útil. Portanto, não é muito adequado para viver em apartamento, a menos que o dono tenha tempo suficiente para levá-lo para longas caminhadas ao longo do dia.

  • Movimento: é um cão que não tem tendência para o sedentarismo e, portanto, precisa de donos “esportivos” que possam satisfazer suas necessidades
  • Nutrição: para manter seu alto nível de energia, o Border Collie precisa seguir uma dieta balanceada, considerando a idade do cão e as atividades que realiza ao longo do dia. Procure um veterinário de confiança para saber como cuidar da dieta do seu cão
  • Higiene: dado o pêlo médio-longo, é muito importante escovar frequentemente o Border Collie para remover os pêlos mortos, mas também para evitar que ele sofra com pulgas e outros tipos de pragas
 border collie 2

5. Doenças

O Border Collie é um cão que geralmente goza de boa saúde, mas em alguns casos pode sofrer com doenças hereditárias. Dentre as patologias mais comuns desta raça, deve-se dar atenção para:

  • Displasia da anca
  • Displasia do cotovelo
  • Osteocondrite dissecante (problema da cartilagem articular)

Particularmente é também sujeito à doenças oculares como:

  • Atrofia progressiva da retina: perda progressiva da visão
  • Cataratas
  • Anomalia do Olho da Colie (CEA): desenvolvimento anormal do olho
  • Luxação primária da lente

Lembramos mais uma vez que deve-se confiar a saúde do seu cão a um veterinário de confiança.

6. Como adotar um Border Collie

Como sempre aconselhamos,  não compre cães, mas sim os adote! Mesmo o Border Collie sendo um cão de raça, é possível encontrá-lo para doação, pois muitos cães que ficam doentes ou nascem com algum problema físico são abandonados e precisam de cuidados.

Procure por um “Centro de Resgate”, casas de doações de animais ou, on line, veja a página Facebook Border Collie Rescue Brasil que publica sempre oportunidades de adoção.

Talvez te interesse ler também: ADOÇÃO RESPONSÁVEL: O QUE É IMPORTANTE SABER ANTES DE LEVAR O ANIMAL

7. A opinião de um veterinário

border collie puppy

Pedimos à veterinária Anna Frisoni que nos desse alguns conselhos com relação à raça Border Collie, onde ela afirma tudo o que falamos sobre esta raça, própria não só para o pastoreio, mas também para famílias ativas e crianças.

Reforçando o que ela disse sobre os cuidados com o Border Collie, ele precisa de uma atenção especial com relação não só ao social (correr, brincar, movimentar), mas também nos cuidados com os pêlos que devem ser escovados com muita frequência. Isso para evitar que a camada de subpêlo seja contaminada com algum corpo estranho, principalmente no verão.

Quando o cão chegar na idade adulta, aconselha-se fazer exames radiológicos para prevenir displasia de quadris e cotovelos. Isso porque quando adulto, o cão atinge sua formação completa de cartilagem articular e, devido às atividades intensas, precisam estar em ordem para garantir seus movimentos.

A veterinária também chama a atenção para os problemas oculares que citamos acima, bem como para uma característica que pode ser marcante na raça, que é o “gene Merle” responsável pela coloração diferenciada de pêlos. Essas espécies geralmente  nascem com olhos de cores diferentes, sendo um deles azul e o outro normal (de outra cor).

8. Vídeos com Border Collie

Para finalizar, separamos algumas imagens dessas fofuras e seus tratos com as crianças, bem como a demonstração de energia que eles têm. Por isso, se tem a intenção de adotar um Border Collie, tenha bastante fôlego e resistência para mantê-lo sempre em movimento!

Talvez te interesse ler também:

setaJACK RUSSELL TERRIER – CARÁTER E COMO EDUCÁ-LO. A OPINIÃO DO ESPECIALISTA

setaLABRADOR: CARACTERÍSTICAS, PREÇO, QUALIDADES E DEFEITOS

setaTERRA NOVA: CONHEÇA O SEU TEMPERAMENTO E SAIBA COMO EDUCÁ-LO!

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!