O que os cães querem dizer quando lambem a boca?

  • atualizado: 
lambida cães

Certamente você já notou que seu cachorro ocasionalmente lambe a boca, mas talvez você nunca tenha pensado que esse simples gesto poderia ter um significado particular, o qual uma equipe anglo-brasileira de especialistas em comportamento animal conseguiu interpretar.

Muitas vezes, o gesto de lamber a boca (ou o bigode) está associado à necessidade ou ao desejo de comer. Mas ao que parece, os cães querem expressar uma outra coisa, totalmente diferente, quando passam a língua sobre a boca.

Uma nova pesquisa, colaboração feita entre as Universidade de São Paulo - USP e a Universidade de Lincoln no Reino Unido, sugere que esse comportamento nos cães é uma tentativa de se comunicar com os humanos em resposta ao que eles percebem. Especificamente, o cachorro lamberia a boca ao perceber que seu dono está bravo e isso seria a sua tentativa de se comunicar com ele.

Para chegar a este conclusão, os pesquisadores investigaram as reações dos cães em respostas à imagens e sons emocionalmente significativos. Os animais foram simultaneamente expostos a duas expressões faciais (uma positiva e uma negativa do mesmo indivíduo, humano ou canino) e aos dois sons (sempre um positivo e outro negativo).

O que foi observado é que os cães geralmente lamberam a boca em resposta às expressões faciais de raiva humana, mas isso não aconteceu se os cães percebessem vozes humanas irritadas. Isso significa que esses animais usam sinais visuais para responder exclusivamente aos sinais visuais, ou seja, usam suas próprias expressões faciais em resposta às nossas.

Como declarou a principal autora do estudo, Natalia Albuquerque, da Universidade de São Paulo:

"O gesto de lamber a boca foi desencadeado apenas por sinais visuais (expressões faciais). (...) Os cães lambem a boca com mais frequência olhando os humanos do que outros cães. Os resultados indicam que esse comportamento está relacionado à percepção dos animais às emoções negativas".

caes experimento

Fonte foto

O estudo, cujos resultados foram publicados na revista Behavioral Processes, acrescenta um dado a mais àquilo que já é bem conhecido: os cães estão em alta sintonia com as emoções humanas e tentam se comunicar conosco à maneira deles. A pesquisa também lança novas luzes sobre o mundo emocional complicado, e muitas vezes negligenciado, dos nossos amigos de quatro patas.