Limpe a Caixinha do Gato todos os dias e Evite a Toxoplasmose

  • atualizado: 
Caixinha do Gato

A toxoplasmose é conhecida, de forma equivocada, como doença de gato, porém, os felinos, também, são contagiados pelas mesmas fontes causadoras do contágio em humanos, e, por isso, os gatos,  se tornam transmissores e, essa transmissão, ocorre através das fezes deles (se estiverem infectadas pelos cistos do Toxoplasma gondii).  Porém, se houver prevenção, higiene e cuidados, não haverá problemas. Confira!

Para evitar contato com possíveis materiais e locais infectados, que podem ser a caixinha de areia, o quintal ou o tapete higiênico do gato, é preciso saber que estes locais só estarão infectados e causarão contaminação se  as fezes ficarem mais de 5 dias no local, onde foram expelidas.


Os gatos  são considerados os maiores causadores da toxoplasmose e esta é uma atribuição injusta, pois, eles  constituem apenas 1% entre as causas de transmissão da toxoplasmose.

Alguns cuidados básicos e bem simples podem  evitar essa doença.

Devido a falta de informação, os gatos são vistos como causadores da toxoplasmose, gerando, com isso, muito abandono desses animais.

O Toxoplasma gondii, protozoário da toxoplasmose, também, é encontrado em suínos, bovinos, ovinos e equinos, caprinos, não só em felinos, como por exemplo: o gato.


Vamos saber mais como ocorre a contaminação pelo Toxoplasma gondii, os males que causa  e as formas de prevenção.


TOXOPLASMOSE - FORMAS DE CONTAMINAÇÃO


Existem três formas de uma pessoa ser infectada:

  1. infecção transplacentária (na gravidez-da mãe para o embrião)

  2. ingestão de alimentos ou água contaminados com cistos esporulados de fezes de gatos ou outros animais transmissores.

  3. ingestão de carne crua ou mal-cozida contendo cistos teciduais.


  4. Outra  vias de transmissão,  menos frequentes são:
  • transfusão de sangue; 

  • transplante de órgãos; 

  • acidentes de laboratório.


O mito de se atribuir, unicamente ao gato, a transmissão da toxoplasmose e ignorar outros meios da transmissão da doença, se deve ao fato de ser a forma, mais popularmente, conhecida, porém, a transmissão pelas fezes de gatos  é a mais fácil de ser evitada, se existir os cuidados necessários para isso.


A contaminação do gato acontece quando ele ingere cistos contidos em hospedeiros intermediários, tais como:

  • mamíferos (geralmente, roedores)
  • e pássaros; 
  • alimentos contaminados. 

As fezes do gato contêm apenas os cistos do protozoário, Toxoplasma gondii.

A LIMPEZA É A MELHOR PREVENÇÃO

lettiera del gatto

Para que os cistos se tornem infecciosos são necessários de 1 a 5 dias após, terem sido expelidos pelas fezes (dependendo das condições do ambiente), Dessa forma, as fezes frescas não transmitem toxoplasmose, por isso a limpeza é a melhor prevenção.

Os próprios gatos, quando reinfectados, geralmente, não voltam a excretar os cistos, pois adquirem  imunidade, por conta da primeira infecção. 

Essa imunidade pode durar até 6 anos, dependendo da saúde de cada gato e das condições, nas quais vive.

TOXOPLASMOSE - 
SINTOMAS DA DOENÇA EM HUMANOS

O ser humano infectado pode apresentar um, alguns ou todos estes sintomas, dependendo de sua genética e imunidade:

  • dores musculares e articulares; 
  • dor de cabeça; 
  • febre;
  • cansaço;
  • fraqueza;
  • vermelhidão, dor, embaçamentos e ardência nos olhos; 
  • manchas vermelhas no corpo.



A TOXOPLASMOSE NA GRAVIDEZ

toxoplasmose gravidez

Agora conheça o problema e os riscos da toxoplasmose em mulheres grávidas:

Se uma mulher grávida for contaminada pelo Toxoplasma gondii, pela primeira vez, o protozoário pode infectar a placenta e, também, o feto.


Em casos extremos, essa contaminação pode causar:

  • aborto;  
  • a morte do feto; 
  • parto prematuro;
  • problemas neurológicos,
  • distúrbios oculares e
  • infecções no bebê. 

Se a mãe estava infectada, de forma crônica, antes da gestação, o feto estará protegido da infecção, pois, o organismo da mãe, adquiriu imunidade ao agente transmissor da toxoplasmose. 

Mas, aso a  doença ocorra durante a gravidez (fase aguda), o feto pode ser afetado e prejudicado.

O médico encaminhará o tratamento, de acordo com estado de saúde e o quadro clínico da mulher grávida e dos riscos do feto ser afetado em seu desenvolvimento. 

A doença, na forma crônica, antes da gravidez não exige os mesmos cuidados que a forma aguda, durante a gravidez. Isso, se deve ao fato que o próprio organismo vai "se curando", ou seja, a pessoa infectada, cujo organismo adquire imunidade à doença, é como se tivesse sido vacinada.


A toxoplasmose é uma doença muito comum e abrangente,  devido as suas formas de contaminação.

TOXOPLASMOSE - FORMAS DE CONTAMINAÇÃO

  • a alimentação (vegetais mal lavados e carne mal passada ou crua): 

  • água contaminada;

  • contato com os meios transmissores do protozoário (terra com fezes acumuladas a mais de 5 dias)   

  • tudo isso, aliado à falta de higiene e prevenção (limpeza do local onde os animais defecam, lavar e desinfetar as mãos após o contato com esses locais) .

OS GATOS NAO TÊM CULPA

gato fala

Em suma,  existem veículos de transmissão mais diretos e, até, mais propagadores da transmissão da toxoplasmose, mas, por desconhecimento, não se dá a devida atenção e não se faz a correta prevenção

Existe  risco da contaminação até em cozinhas de restaurantes, onde faltam condições de higiene e as pessoas não se dão conta disso. 

Aqueles que se alimentam de carne, devem ter em conta, que, esse alimento, pode  ser veículo de contaminação da toxoplasmose, pois,  o animal do qual  tem origem essa carne, pode  ter sido contaminado no próprio pasto, devido às condições  em que foi criado. 

TOXOPLASMOSE - COMO EVITAR

A melhor forma de prevenção e as medidas necessárias para evitar a contaminação pelo Toxoplasma gondii são:

  • lavar bem as mãos quando tiver contato com prováveis transmissores do Toxoplasma gondii; 

  • higienizar e desinfetar vegetais frutas, verduras e legumes que serão consumidos crus. (Para essa desinfecção use bicarbonato de sódio ou hipoclorito de sódio em solução com água, deixando o alimento de molho por 30 minutos. Enxágue bem em água corrente depois do molho. Mulheres grávidas devem seguir o conselho de seus médicos para higienizar os alimentos).
  • beber, somente, água potável (livre de contaminação);

  • cozinhar bem os alimentos, principalmente as carnes;

  • observar as condições de higiene de restaurantes e lanchonetes, antes de optar por consumir seus alimentos. 


Nossos animais de estimação,  podem, também, ser contaminados, praticamente, da mesma forma que os humanos, por isso, a prevenção se faz da seguintes formas:

  • não dar carne crua a eles;

  • lavar e desinfetar bem os vegetais e cozinhar bem os alimentos, no caso deles serem alimentados com comida caseira; 

  • recolher as fezes dos animais, no mesmo dia, para evitar a contaminação da terra ou local onde foram expelidas por eles; 

  • manter o animal, frequentemente, higienizado; 
  • Conservar  limpo o (s) local (is) onde o animal frequenta, come e dorme. 



Agora, com todas estas  informações sobre a toxoplasmose, vimos que não há motivos  para não ter ou não querer mais os gatos que já se têm em casa. 

Em resumo: o conhecimento, a prevenção, os cuidados com a alimentação e os hábitos de higiene, constituem  as melhores formas de lidar com esse e qualquer outro problema.

Escrito por Vânia Oliveira do site www.animaisamigos.com