PITBULL – Caráter, Caraterísticas e Como educá-lo

  • atualizado: 
Pitbull

Pitbull, uma raça de cachorro muitas vezes associada à agressividade, às mordidas e às lutas. Muitas destas crenças não representam a realidade sobre a raça. Vamos descobrir mais sobre o seu caráter e saber todas as coisas importantes sobre o Pitbull.

O termo PitBull refere-se ao American Pit Bull Terrier, uma raça reconhecida como tal pelo UKC (United Kennel Club) e pela American Dog Breeders Association (ADBA), muitas outras associações não incluem o PitBull na lista das raças caninas.

PITBULL, ORIGEM

O atual PitBull seria um cruzamento entre o Old English Terrier e o Old Bulldog, duas raças inglesas.

Acredita-se que os "antepassados" do PitBull em 1800 tinham sido usados ​​na Europa como cães para o trabalho, mas posteriormente esses cães foram treinados para lutar, um passatempo que os britânicos gostaram muito na época.

O termo “pit” em inglês significa propriamente arena, ou o lugar onde essas lutas sangrentas aconteciam e que, sabemos, infelizmente ainda não terminaram, e continuam ocorrendo, ilegais, um pouco por todos os lugares do mundo.

É precisamente aqui que a percepção desses cães mudou completamente e eles foram equivocadamente associados a uma pressuposta periculosidade do animal em si.

Entre os anos 80 e 90, nos Estados Unidos, foram elaboradas leis específicas que proibiam as famílias de criar Pitbulls devido à sua "natureza intrinsecamente agressiva e perigosa". Durante este período, funcionários públicos iam recolher os cachorros nas famílias, mesmo que estes nunca tenham dado nenhum sinal de perigo.

Durante muitos anos, muitos proprietários e amantes de Pitbulls lutaram para apagar esse tipo de marca afixada a um cão.

PITBULL, AS CARACTERÍSTICAS DA RAÇA

pitbull 1

O Pitbull é um cão de tamanho médio, muito forte, com músculos compactos e de porte muito orgulhoso, ágil e rápido. Sua estrutura é um pouco quadrada, sua cabeça é em forma de cunha, e em sua face está a sua mandíbula bem desenvolvida apoiada sobre um potente pescoço. Os olhos são redondos e as orelhas geralmente não são muito longas, infelizmente, muitas vezes são cortadas. O manto pode ser de cores diferentes, mas sempre muito compacto, áspero e de pelos curtos.

O Pitbull geralmente tem uma altura entre 46 e 54 cm nos machos e entre 41 e 51 cm para as fêmeas. O peso, no entanto, oscila entre 16 e 27 kg para machos e entre 13,5 e 23 kg para fêmeas.

Resumindo, estas são as características do Pitbull:

  • Tamanho médio
  • Forte
  • Musculoso
  • Porte orgulhoso
  • Estrutura quadrada
  • Mandíbula bem desenvolvida
  • Pescoço potente
  • Orelhas longas que são frequentemente cortadas
  • Manto compacto e grosso de diferentes cores
  • Altura entre 46 e 54 cm nos machos, entre 41 e 51 cm para as fêmeas
  • Peso entre 16 e 27 kg para machos e entre 13,5 e 23 kg para fêmeas.
 

O CARÁTER DO PITBULL

Como já dissemos, o fato de o Pibtull ser agressivo, é um lugar comum a ser desmistificado. Os cachorros dessa raça em ambientes emocionalmente estáveis ​​e afetuosos têm a oportunidade de desenvolver seu verdadeiro amor e carinho, assim como os outros cães. Obviamente, se Pitbull for forçado a viver em um ambiente violento, ele certamente estará mais inclinado a repetir o que vê, desenvolvendo assim alguma agressão (é claro que isso também é válido para outras raças de cães).

Quando ouvimos falar de Pitbulls que atacam pessoas, na maioria dos casos o que acontece é que a agressividade vinha motivada pelo dono que, talvez, o tinha  como cão de guarda e o treinava para tal (depois a situação talvez tenha fugido do controle).

O PitBull é realmente um cão valente que é fiel ao dono e que, se bem educado desde filhote, em um ambiente adequado para ele e seguindo suas necessidades, também se presta a ser um cão familiar, perfeito para crianças.

Apesar da sua fama, há até quem use o Pitbull para pet therapy, por exemplo, para ajudar pessoas com autismo (isto acontece especialmente nos Estados Unidos).

Trata-se de uma raça que aguenta bem o estresse físico e mental, é muito inteligente mas um pouco “cabeça dura”.

Resumindo, o Pitbull é:

  • Doce
  • Carinhoso
  • Fiel
  • Corajoso
  • Forte
  • Aguenta o estresse físico e mental
  • Inteligente
  • Um pouco teimoso
 

DOENÇAS DO PITBULL

Pitbull não é um cão muito propenso a doenças específicas e, em vista da sua condição física, geralmente goza de excelente saúde.

No entanto, é bom submeter-se a todas as verificações de rotina e profilaxias contra carrapatos ou pulgas. Existe também a necessidade de cuidados preventivos para problemas cardiopulmonares (filariose).

Além disso, podem ter alergia à grama, displasia do quadril e cataratas hereditárias.

PITBULL, COMO CUIDAR

pitbull 2

O Pitbull é um cão que pode não ser adequado para as pessoas que nunca tiveram cachorro antes. É um cão que precisa ser educado desde pequeno e que precisa de alguém que possa dedicar-lhe tempo para sair, correr e brincar ao ar livre.

Ele é um cão muito musculoso e poderoso que precisa ser capaz de liberar sua energia e por isso não gosta de ficar dentro das quatro paredes da casa.

Dado o seu físico forte, ele não precisa de um grandes cuidados, mas talvez de uma dieta equilibrada que seja sempre melhor estabelecer com o seu veterinário de confiança, de modo a evitar deficiências nutricionais neste animal ou, de outra forma, fazê-lo engordar demais. Pitbulls dentro de casa, na verdade, tendem a exceder com os alimentos e, assim, ganham peso, expondo-se mais à certas doenças.

Uma vez que este é um cão de pelos curtos, ele pode ser lavado e escovado apenas de vez em quando.

Pitbulls precisam passar o tempo com o dono que ele gosta muito, então evite ter um animal deste se você não tiver a oportunidade de dedicar tua atenção a ele.

PITBULL, COMO ADOTAR

Mesmo que seu sonho seja ter um Pitbull, nós recomendamos que você não o compre, mas adote-o. Muitas vezes, acredita-se equivocadamente que não é possível que um cão de raça seja adotado. Este não é o caso, pois existem várias razões pelas quais as pessoas deixam estes e outros cães abandonados.

PITBULL, A OPINIÃO DO VETERINÁRIO

Pedimos à Patrizia Sauria, médica veterinária, que nos desse algumas dicas úteis para cuidar de um Pitbull. Aqui está o que ela disse:

"Quando se trata de falar sobre Pitbull, não é incomum vir logo em mente a ideia do “cachorro perigoso", um pouco por causa das manchetes sobre acidentes envolvendo a raça, um pouco (e acima de tudo) sobre como a mídia trata os casos. Mas eles são realmente cães "assassinos" como a fama lhes segue? O Pitbull é um cão muito inteligente, às vezes teimoso e competitivo, mas também é muito simpatizante com o homem, sensível e paciente com as crianças; possui uma considerável resistência física e psicológica, e é também por isso que também é usado em pet-teraphy (e, se não fosse tão equilibrado como um cachorro, seria impossível usá-lo). Sua índole forte é devida aos anos de seleção e ao uso que foi feito dele: eles foram usados como cães de luta".

QUALQUER PESSOA PODE TER UM PITBULL?

"O ponto crucial é sempre o mesmo: o quanto certas pessoas são capazes de lidar com certos tipos de cachorros. É crucial, ao decidir adotar um animal, conhecer suas características e necessidades, especialmente para algumas raças, como no caso do Pitbull; é essencial poder educar o seu cão da melhor forma possível, no entanto, sempre respeitando a sua natureza.

No caso desta raça, você tem que ter pulso e começar desde filhotes a não incitar competição e agressão; A socialização também é importante, desde pequenos, com pessoas, mas também com outros cães. Cães desse tipo são, infelizmente, muitas vezes mantidos como cães de guarda, por isso é natural que eles tenham uma certa desconfiança de estranhos, mas a agressividade que pode se manifestar é devido ao trabalho que foi feito, ao que ao cão foi ensinado a fazer para defender seu território.

Deve ser enfatizado, cada vez mais, que o Pitbull não é um cão agressivo em si, o perigo está apenas nas mãos do dono; Muitas vezes, infelizmente, eles são escolhidos e treinados para serem agressivos. Eles não são mais agressivos do que outros cães, um Yorkshire poderia ser muito mais agressivo, mas é claro que a mordida do Pitbull é muito perigosa.

Eles são, portanto, animais confiáveis, mas certamente não são adequados a todos os tipos de pessoa (e isso certamente também para o bem do próprio cão). Portanto, cães que são adequados para a família, como já mencionamos anteriormente, não representam nenhum perigo, mesmo para as crianças, de fato, Pitbulls frequentemente sofrem puxões de rabo, de orelhas, de sobe desce de suas costas sem sequer latirem, mas é preciso vigiar sempre e educar as crianças para respeitarem o animal".

DO QUE UM PITBULL PRECISA?

"É um cão que gosta de ficar em contato direto com seu dono, mas isso nem sempre significa nas quatro paredes domésticas: precisa se mover, brincar, sair ao ar livre.

Não precisa de cuidados especiais, senão os básicos para todas as raças (vacinação, profilaxia de pulgas e carrapatos, parasitas gastrointestinais); o alimento deve ser equilibrado e a dose diária de alimentos deve ser dividida em pelo menos 2 refeições (manhã e noite). É um cão que tende a engordar e é importante dar espaço à sua atividade física".

PITBULL, VÍDEOS

Para lhes dar uma idéia do que significa viver com um Pitbull, você pode assistir a esses vídeos onde você vai descobrir um cão doce e nada agressivo como muitos acreditam. São ótimos com as crianças também:

 

 

 

Lembramos sempre que um cão não é um brinquedo e precisa de cuidados e atenção. Isto é ainda mais verdadeiro no caso do Pitbull que precisa do carinho de seu dono, longas corridas e passeios ao ar livre, e alguém que esteja atento à sua alimentação.