Ventilação natural: como deixar a casa fresca sem usar ar-condicionado

Ventilação natural: como deixar a casa fresca sem usar ar-condicionado

Aquecimento global e calor é aquele clássico exemplo do cão que morde o próprio rabo. Quanto mais quente, mais ar-condicionado, e quanto mais ar-condicionado, mais aquecimento global.

O ar-condicionado esfria o lugar onde ele está ligado mas joga ar quente para fora dele. A energia elétrica usada para funcionar o aparelho, mesmo se renovável, é sempre fonte emissora de CO2.

Para tentar fazer com que o cão do aquecimento global parasse de morder o próprio rabo, seria necessário emitir menos CO2 e outros gases causadores do efeito estufa. Em outras palavras, quanto mais natural melhor. Quanto menos cimento melhor, quanto mais árvore melhor. E quanto mais bioarquitetura, melhor ainda.

A bioconstrução e a bioarquitetura são formas de usar a natureza a nosso favor, usando os materiais certos nos lugares certos, aproveitando vento, sombra e luz ao nosso prazer, seja para economizar tempo que dinheiro, mas principalmente os recursos naturais.

Por exemplo, resfriamento e aquecimento de ambientes geralmente são fatores que na edificação clássica se resolve com aparelhos que fazem o serviço de aquecer e resfriar.

Ao longo do tempo, esses aparelhos significam gastos enormes e muitas vezes desnecessários, quando o conforto térmico pode ser conseguido com o uso correto de materiais e outros elementos da construção.

Vamos falar de sistemas de refrigeração passivos que, no nosso país tropical é mais útil do que os sistemas naturais de aquecimento.

O que é um sistema de resfriamento passivo?

É o uso de técnicas que ajudam a reduzir a temperatura do ambiente, sem precisar usar energia elétrica ou combustíveis. Assim, uma casa ou um prédio são construídos de modos a aproveitar os meios naturais disponíveis para evitar, ou reduzir, o aquecimento da construção.

Veja alguns exemplos:

Ventilação cruzada natural

É um princípio básico da construção sustentável. Consiste em posicionar portas e janelas para a entrada do ar de maneira que esse ar possa circular e fazer a troca de temperatura.

A ventilação cruzada pode ser horizontal ou vertical.

Veja o vídeo explicativo.

Resfriamento geotérmico

Esse método usa a temperatura do subsolo para aquecer ou resfriar o lugar, fazendo troca de calor através de ar ou líquido.

Ainda que o método não faça milagres, no sentido que a diferença de temperatura não é enorme, ainda assim vale a pena apostar nesse sistema pois sua instalação é bem simples.

Veja no vídeo como funciona:

Torre de vento

Rose Bento dá outras dicas e fala sobre a técnica da torre de vento.

Essa técnica consiste em usar a saída do ar quente (que é menos denso que o ar frio, portanto mais leve e se posiciona acima do ar frio) através de uma torre, que pode ser uma janela. A torre de vento é uma técnica usada para permitir a entrada do ar fresco por baixo e a saída do ar quente por cima.

Usar portas venezianas que podem ser abertas ou basculantes acima das portas também são ideias fáceis e possíveis de aplicar em apartamentos. O importante é ter uma abertura no alto para que o ar quente saia.

Gostou daas dicas? Compatilhe

Talvez te interesse ler também:

Ecobrick: como fazer em casa tijolos ecológicos de garrafa pet

Brasil terá seu 1° prédio que usa energia do solo para climatizar ambientes

Casa autossustentável: aproveitar o sol, reaproveitar a água, plantar e economizar

Como combater o coronavírus usando a ventilação correta

Esta película é um ar-condicionado sustentável e com custo zero

Ar-condicionado Zero: um espelho que manda o calor para o espaço

Ar-condicionado natural: pesquisa cria telha que resfria o ambiente

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *