Que tal uma casa móvel para alugar?

casa móvel para alugar

Para os estudantes e algumas famílias, a melhor solução de habitação é o aluguel. Não só do ponto de vista econômico, mas também por uma questão de logística. Especialmente quando se é jovem ou menos abastado, e existe a possibilidade de ter que se mudar de uma hora para outra. Seria cômodo levar a casa conosco onde quer que formos, um pouco como fazem alguns animais. Talvez tenha sido mesmo inspirado neles, que as equipes Moodworks Arquitetura e Heijmans criaram um novo tipo de casa, a casa móvel, que oferece a possibilidade de ser transferida de um lugar para outro, em um único dia.

Heijmans, um nome já conhecido pela sua colaboração na ciclovia inspirada na noite estrelada de Van Gogh, agora apresenta Heijmans ONE, a habitação ecológica, que pode ser alugada por €700 ao mês, feita de madeira e projetada para ser a mais ecológica possível. Com painéis solares para que a casa seja off-grid (não precise das redes de água e luz) e garanta sua auto-suficiência energética.

A empresa já completou dois protótipos em Amsterdã, e um inquilino já está testando a vida dentro da Heijmans ONE. Esta casa especial oferece a oportunidade de atender às demandas de imóveis para locação seja do ponto de vista qualitativo que econômico, resolvendo ao mesmo tempo, um problema social. Heijmans ONE de fato espera resolver o problema da escassez de casas para alugar com preços acessíveis aos jovens e, ao mesmo tempo oferecendo uma solução adequada para os locais vazios da cidade, graças à sua “mobilidade”.

planta da casa 1

planta da casa 2

Se as casas da Heijmans ONE, por exemplo, estiverem sido colocadas em um terreno onde alguém depois resolva construir, a casa pode ser transportada e transferida para outro local, dentro de mesmo um dia.

casa vista de fora

"Com a adição das duas primeiras casas Heijmans ONE na ilha de Zeeburger, o município de Amesterdã deu um sinal positivo sobre as possibilidades deste novo conceito se expandir no mercado residencial. A posição sobre o Zeeburgereiland foi dada à Heijmans pela prefeitura, para um período de pelo menos três meses, com a possibilidade de prorrogação, disse a empresa. Após os resultados do teste, Heijmans vai começar a comercializar as primeiras casas móveis na Holanda ainda este ano. 

Esta é a casa atualmente habitada por Carmen:

casa de Carmem 1

casa de Carmen 2

casa de Carmen 3

Heijmans ONE vai se concentrar portanto, no mercado de locação de imóveis, para recuperar lugares abandonados, nas áreas menos povoadas dos subúrbios.

Serão de cerca de 30 casas construídas no próximo outono entre Amsterdã, Roterdã e Den Bosch. Posteriormente, a empresa vai começar a ver as oportunidades de levar o projeto para outros países.

Muito legal! Imagina se fosse possível oferecer casas como estas e tantas outras que vimos em greenMe, para dar dignidade às pessoas que não têm moradia, ou para resolver os problemas da desocupação violenta como a do Pinheirinho e tantas outras que vimos acontecer em nosso país.

Leia também: Como transformar outdoors em minicasas para os sem-teto

Fonte fotos: Heijmans