Egloo: um objeto de argila que aquece um cômodo gastando alguns centavos

egloo argila

Vem chegando o friozinho, que em algumas regiões do Brasil sequer chega, e bem por isso, não temos sistemas de aquecimento na maioria das casas. A essa ponto seria muito interessante encontrar uma solução de baixo custo para quando (e se) o inverno chegar, certo? E existe uma ideia bem interessante que poderia ser perfeita pra gente.

Aquecer a casa gastando apenas alguns centavos, que seriam usados para comprar velas.

O autor da nova invenção é Marco Zagaria, um estudante da Academia de Belas Artes de Roma, que está à procura de financiamento no site Indiegogo para o seu pequeno aquecedor.

Conforme a sua ideia, é possível aquecer um cômodo com apenas 10 centavos de euro por dia (em torno a 35 centavos de reais). O nome do objeto é Egloo, um sistema de aquecimento inteligente que usa o calor das velas para aquecer o ambiente, e o melhor: sem gastar energia elétrica.

Egloo decora a casa

Egloo funciona concentrando o calor das chamas das velas dentro de uma cúpula de argila, irradiando calor para dentro do ambiente, mesmo após as velas serem apagadas, explorando as características do material, que retém o calor e o libera gradualmente.

Egloo é composto de quatro elementos: a base, a grelha e as duas cúpulas. A base proporciona um espaço para o posicionamento de velas que, uma vez acesas, vão aquecer as cúpulas superiores. Existe uma grelha metálica na base, que serve como suporte para a cúpula, criando um espaço para a entrada do ar em seu interior, necessária para a combustão das velas. Para o bom funcionamento do Egloo bastam apenas quatro velas e cinco horas para aquecer um cômodo de 20 metros quadrados.

Como funciona o Egloo

Uma vez acesas as velas, 5 minutos seriam necessários para atingir a temperatura adequada, mantendo uma elevada quantidade de calor, entre 140° e 180°. Esse calor é, então, transmitido para o revestimento externo (entre 30° e 50° graus). “Depois de apenas 30 minutos, a temperatura do cômodo é maior entre 2 e 3 graus", explica Zagaria.

A cúpula fina, posicionada centralmente sobre a base, retém um elevado índice de calor, o qual é então transportado para o reservatório externo. A entrada de ar na abóbada facilita a saída do ar quente, permitindo a troca de calor com o ambiente.

Egloo é feito à mão, como mostram os vídeos:

Pode ser que, se o frio for muito intenso, o objeto não funcione tanto bem, mas na pior das hipóteses, Egloo é até um objeto bonito para decorar a casa, vocês não acham?

Especialmente indicado para você:

CLOUD: A LÂMPADA QUE TRAZ TROVÕES E RELÂMPAGOS PARA DENTRO DA CASA

OS BENEFÍCIOS DA ARGILA PARA A SAÚDE

COMO FAZER UM FOGÃO ECOLÓGICO. VÍDEO COM O PASSO A PASSO