Microcasas viram febre nos Estados Unidos

Cada vez mais americanos estão construindo microcasas, ou tiny houses, como são conhecidas em inglês. Atraídos pela perspectiva de uma maior liberdade e ou pelo menor impacto ambiental, a moda mais do que nunca é: "menos é mais!" 

Com aparência de casa de boneca os minilares vêm ganhando espaço. Muitos deles são feitos pelo próprio dono, o que não significa que sejam fáceis de construir pois, geralmente utilizam os mesmos materiais, e fazem uso das mesmas convenções de estruturas das casas tradicionais. Adicionando a dificuldade de otimizar o pequeno espaço ao máximo.

Dee Williams de 51 anos uma das pioneiras no movimento das microcasas, construiu sua casa de 7,8 metros quadrados em 2004 e relembra: "Não sei de ninguém que estivesse construindo uma microcasa naquela época". 

Atualmente a construção desses minilares foi facilitada pela internet. Existem vários sites que tratam exclusivamente do tema, com anúncios de compra, venda e aluguel, livros e guias para sua construção, notícias, vídeos tutoriais e tudo o mais.

Tradicionalmente, estas casas são as principais opções daqueles que buscam por uma habitação menor, por razões financeiras, ambientais ou até mesmo de negócios, onde utilizam as casas como pequenos escritórios. Independente das razões, o boom de microcasas está abalando o conceito de morar bem em uma sociedade marcada pelo consumismo. O interesse é tamanho que a TV americana, A&E, fará um reality show em jullo deste ano, chamado Tiny House Nation

As microcasas podem ainda ser uma solução para os desabrigados. Nas cidades de Olympia, Washington, Eugene, Oregos e Portlad, foi criado uma vila onde a maior parte destas pequenas habitações foi destinada aos desabrigados. As habitações contêm cama de casal, armários, mesa e um pequeno banheiro.

Será que se a moda pegasse mesmo, pobres e ricos morariam em microcasas?

Leia também:

setaHYPERBODY, A MICROCASA QUE COM UM BOTÃO MODIFICA OS AMBIENTES

setaADEUS AO ALUGUEL E TAMBÉM ÀS CONTAS! A MICROCASA OFF-GRID CONSTRUÍDA EM QUATRO MESES COM 33 MIL DÓLARES

Fonte fotos: tinyhousetalk.com