Genny Mobility: não chamar de cadeira de rodas

Não pode ser chamada de cadeira de rodas. Genny Mobility, o meio de transporte para a mobilidade alternativa das pessoas com deficiência, é muito mais que isso. Seu inventor é Paolo Badano, um homem que, em algum momento de sua vida, decidiu parar de esperar sobre a sua cadeira de rodas e decidiu inventar uma mais adequada para atender às suas necessidades de paraplégico.

20 anos após um acidente de motocicleta que lhe retirou o uso das pernas, em 2009 a atenção de Paolo foi raptada pelo Segway PT, o veículo elétrico e de auto-equilíbrio, com apenas duas rodas projetado pelo americano Dean Kamen.

Mas Segway é um meio que impõe a posição vertical por seu usuário. A idéia de Paulo, então, era fazer com que esta tecnologia fosse acessível também ao “popolo dei seduti”, como ele se define, algo como “pessoas sentadas”. Assim nasceu o projeto Genny e o primeiro protótipo foi criado em sua garagem. Por mais de dois anos trabalhando nesta realização, enfrentando com determinação os problemas que se apresentavam gradualmente, e mantendo a obrigação primordial de garantir a segurança para os futuros usuários.

"Quanto mais eu avançava mais eu percebia que o que eu tinha criado realmente representava uma revolução. Porque Genny se move sobre 3 e não 4 rodas, tem um alcance de 25-30 km, cerca de 8 horas, pode fazer subidas e descidas em qualquer terreno. Não tem freios ou acelerador, intuitivamente segue o movimento do corpo e deixa as mãos livres para fazer o que quiser sem ter que parar. Com Genny eu voltei a ter independência e liberdade. Nesse ponto eu comecei a sentir a responsabilidade de compartilhar com tantas pessoas quanto possível, a minha idéia", diz Paolo.

Genny garante a liberdade de movimento devido a um sistema de estabilização com base numa rede de sensores elétricos. Em essência, ao contrário do uso da cadeira de rodas tradicional, os braços e as mãos permanecem livres, permitindo aos seus usuários gestos simples e essenciais: andar com alguém segurando as mãos, passear com o cão, comer um sorvete em movimento. Reage e se desloca com o movimento da parte superior do corpo no mesmo princípio de auto-equilíbrio do Segway.

Hoje, após o primeiro protótipo, depois dos muitos avanços que foram feitos para o acordo de exclusividade com a Segway Inc. e a Research Deka (respectivamente fabricante e inventor da tecnologia de auto-equilíbrio) para a produção e a comercialização de Genny como um dispositivo médico na Europa, Paolo Badano, é chefe de Genny Mobility SA, a empresa que ele fundou "para realizar um meio de transporte de altíssima tecnologia, que melhore a vida de quem a usa e ajude a aposentar as cadeiras de rodas."