Um carro elétrico feito à mão

 carro elétrico feito à mão

Depois de ter trabalhado por mais de 30 anos como carpinteiro, Liu Fulong decidiu colocar em prática seus conhecimentos para criar com as próprias mãos algo diferente. Foi assim que este chinês conseguiu construir um carro elétrico de madeira, gastando apenas 10.000 yuans (cerca de 3.900 reais).

O homem que vive em Shenyang, cidade na província de Liaoning, nordeste da China, em agosto do ano passado, teve a idéia de construir seu próprio carro “faça você mesmo”, usando o material que ele tinha grande mestria em usar, dada a sua longa experiência.

As únicas peças que não são feitas de madeira são os pneus, os assentos, as luzes, os freios e parte do motor, todo o resto é feito de madeira, inclusive seu corpo, o volante e as capas dos espelhos retrovisores.

Um meio de transporte que funciona perfeitamente, com seus 2,5 metros de comprimento, 1,3 de altura e cerca de 350 quilos de peso. Grande não é, mas cabem confortavelmente duas pessoas, como mostram as imagens a seguir.

Mas como este carro poderia andar sem utilizar os combustíveis poluentes clássicos? A resposta foi dada pela mesma madeira que por sua natureza não é um bom condutor de eletricidade, é abundante, econômica e sustentável, ou seja, é o melhor material para se usar eletricidade. Assim sendo, usando uma bateria, o carro é capaz de se mover por até 20 quilômetros com uma única carga.

Demorou apenas dois meses para que o carro de Liu saísse da "linha de montagem", ou seja, da sua garagem, no final de outubro. O carro ainda não tem um nome, mas uma coisa é certa: é eco-friendly.

Agora Liu melhorou o modelo criado em agosto, depois de um estudo mais aprofundado. Esteticamente o carro não mudou muito, mas em comparação com o carro anterior, o novo veículo elétrico tem mais componentes em madeira e pode atingir uma velocidade máxima de mais de 50 quilômetros por hora, contra os 30 do modelo anterior.

Um brasileiro também construiu seu carro elétrico, conheça sua história clicando aqui.

Fonte fotos: ChinaDaily