Fontus: a garrafa d'água que se enche ao pedalar

Fontus: a garrafa d'água que se enche ao pedalar

Os ciclistas devem se manter sempre hidratados, mas como isso nem sempre é possível, nasceu a ideia de criar a Fontus, a garrafa d'água que se enche sozinha ao pedalar. A invenção é do estudante austríaco Kristof Retezar.

Como funciona? O dispositivo recolhe a umidade do ar, condensa e conserva a água potável dele extraída em um lugar seguro. Alimentada por células solares, o dispositivo pode obter até 0,5 litro d'água em apenas uma hora se as condições meteorológicas forem justas. Qualquer garrafinha PET de 0,5l é adaptável ao sistema.

Mas Fontus também pode ser utilizado de outra maneira. Assim como um acessório para ciclistas, pode ser uma maneira inteligente de encontrar água potável nas regiões do mundo onde ela é escassa, mas a umidade é alta. De acordo com estatísticas da ONU, mais de 2 bilhões de pessoas em 40 países vivem em regiões com escassez de água. Em 2030, 47% da população mundial viverá em áreas com alto risco de escassez de água.

"Recolher água do ar é um método que tem sido praticado há mais de 2000 anos em diversas culturas, a maioria delas na Ásia e na América Central. A atmosfera da Terra contém aproximadamente 13.000 km3 de água doce em grande parte não desfrutada. Este projeto é uma tentativa de explorar este recurso. Meu objetivo era criar um dispositivo pequeno, compacto e auto-suficiente para absorver o ar úmido, separar as moléculas de água das moléculas de ar e armazenar a água líquida em uma garrafa", diz o designer austríaco Kristof Retezar.

A água coletada é segura? Embora Fontus não a purifique, a água deve ser segura para beber, porque retirada diretamente do ar, enquanto alguns filtros evitam que a poeira entre na garrafa.

Em suma, água potável para beber, mesmo quando não há, bastaria buscá-la no ar.

Leia também: Como purificar a água com frutas e suas...cascas!

Fonte fotos: jamesdysonaward.org