Coca-Cola admite que produz 3 milhões de toneladas de embalagens plásticas por ano

Três milhões de toneladas de embalagens plásticas. Pela primeira vez, a Coca-Cola, junto com outras multinacionais, revela quanto plástico produz. Isso é equivalente a 200 mil garrafas por minuto.

Os cientistas vêm soando o alarme há algum tempo, se continuarmos neste ritmo, o risco é de que em 2050 haverá mais plástico do que peixes nos mares. Como sabemos, o problema é profundo e vai desde o descarte incorreto à incivilidade, mas passa também pela falta de vontade dos governos em proibir a produção de plástico bem como de aumentar as vias de reciclagem. Apenas 9% do plástico no mundo é reciclado e essa praga continua a causar sérios danos ao meio ambiente, destruindo a biodiversidade, matando peixes e aves e também a nós mesmo pois comemos plástico através do sal marinho.

Além de fazermos a nossa parte, seria de se esperar que até mesmo as multinacionais que detêm a economia mundial o façam e saiam do sigilo sobre seu impacto global.

Os dados da fabricante da Coca-Cola foram fornecidos à campanha eleitoral de Ellen MacArthur, que está pressionando as grandes empresas e os governos a fazer mais para combater a poluição por plásticos. Os números, que até agora a empresa multinacional de bebidas mais conhecida no mundo nunca quis revelar, referem-se à 2017 e falam sobre a quantidade de embalagens produzidas.

Juntamente com outras empresas como a Mars, Nestlé e Danone (31 ao todo), fala-se em cerca de 8 milhões de toneladas de embalagens plásticas por ano. No entanto, há aqueles que ainda não fizeram uma mudança nessa direção, ou seja, ao aderir ao compromisso global de reduzir a poluição por plástico, eles não quiseram divulgar os dados. Estes incluem a Pepsi Co, a H & M, a L’Oréal, a Walmart, a Marks & Spencer e a Burberry.

Aqueles que escolheram a transparência não apenas divulgaram dados, mas, de acordo com a Fundação Ellen MacArthur, decidiram se comprometer seriamente com o combate à embalagem.

“A decisão de mais de 30 empresas em comunicar publicamente os volumes anuais de embalagens plásticas no relatório é um passo importante para uma maior transparência. Parabenizamos as empresas que publicam esses dados e incentivamos todas as empresas que produzem e usam plástico a divulgar sua pegada ecológica”, disse a fundação.

Lembramos que o compromisso global também inclui a eliminação total de embalagens de uso único, a criação de uma economia circular. Pequenos passos à frente, mas como explicado pela fundação, ainda estamos longe de resolver o problema.

“Não devemos baixar a guarda para fazer progressos reais no combate à poluição global por plásticos até 2025 e passar do compromisso à ação é essencial.”

Talvez te interesse ler também:

BRASIL É O 4º PAÍS QUE MAIS GERA LIXO PLÁSTICO NO MUNDO!

MICROPLÁSTICO POR TODO LUGAR, INCLUSIVE NAS FEZES HUMANAS

19 DICAS PARA REDUZIR O PLÁSTICO DA SUA VIDA EM 2019!

Formada em Administração de Empresas e apaixonada pela arte de escrever, criou o blog Metamorfose Ambulante e escreve para GreenMe desde 2018.
Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Instagram
Siga no Facebook