Japão cria satélite de madeira para reduzir poluição espacial

Japão cria satélite de madeira para reduzir poluição espacial

O Japão está construindo satélites de madeira para reduzir o lixo espacial. Essa é uma alternativa para tentar acabar com o metal que orbita a Terra.

Pesquisadores e especialistas espaciais da Universidade de Kyoto estão trabalhando no desenvolvimento de madeiras resistentes ao ambiente hostil do espaço.

O projeto em questão recebeu o nome de Ligno Stella e baseia-se no fato de que a madeira transmite ondas eletromagnéticas e geomagnetismo.

Diferente dos satélites metálicos, os satélites de madeira serão completamente queimados ao entrarem em contato com a atmosfera.

Em outras palavras, pode-se dizer que os satélites de madeira são mais “limpos” e ecológicos, pois não geram as tais partículas de alumina que poluem o ar.

Os pesquisadores estão preocupados com a quantidade de partículas que ainda vão flutuar na atmosfera nos próximos anos. Isso porque existem cerca de 6.000 satélites em órbita nesse momento e outros milhares serão lançados nos próximos anos.

Os cientistas da Universidade de Kyoto pretendem liderar o desenvolvimento de materiais de construção exclusivos aliados à tecnologias espaciais, pensando também na sustentabilidade.

A madeira possui diversas utilidades e os pesquisadores visualizam mais essa possibilidade para o material. A grande questão agora é saber se a demanda de madeira para esse empreendimento será atendida.

Talvez te interesse ler também:

Síndrome de Kessler: o lixo espacial vai causar tilt na Terra

Tem lixo até no espaço! Você sabia que existe lixo espacial?

Pentágono confirma a autenticidade das imagens de OVNIs registradas durante missões aéreas

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *