Chipo e Elizabeth: as mulheres negras que se tornaram pioneiras na história da aviação

Chipo e Elizabeth: as mulheres negras que se tornaram pioneiras na história da aviação

Que as mulheres estão se destacando em diversas áreas que em outros tempos só os homens tinham espaço, não resta dúvida! Mas é preciso avançar ainda muito mais para chegarmos a uma sociedade igualitária em direitos e oportunidades. Vejamos um destaque marcante que vale a pena ser relembrado, para que continuemos na luta pela igualdade de gênero!

Em 2015, Chipo Matimba e Elizabeth Simbi Petros, tornaram-se a primeira dupla de mulheres a pilotar um Boeing 737, especificamente uma aeronave da Air Zimbabwe. Elas foram de Harare, no Zimbábue, até as Cataratas de Vitória, na fronteira com o Zâmbia.

Após o trajeto de uma hora, as pilotas comemoraram muito essa conquista em seus perfis no Facebook, usando a hashtag #PaintingTheSkyPink.

https://www.facebook.com/simbiye/posts/10153667054087674

O feito dessas mulheres é um exemplo para encorajar outras mulheres a entrarem para a profissão de pilota, diga-se de passagem, que em outros tempos isso poderia ser considerado uma loucura.

Além de se tornaram pioneiras na história da aviação por pilotarem um boing 737, ela tiveram o apoio da empresa aérea Air Zimbabwe para continuarem fazendo outros voos juntas.

Mulheres, mirem-se no exemplo que é bom sempre ser relembrado para que fique claro que o céu não é mais o limite!

Inspirem-se e voem às alturas!

Talvez te interesse ler também:

O dia que você decidiu ser feminista e por quê

Manterrupting, gaslighting, mansplaining: você precisa conhecer esses termos

Na Grécia, pela primeira vez, a Presidência da República é ocupada por uma mulher (e defensora do meio ambiente)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on google