Falha humana: nenhuma meta cumprida para salvar o planeta

Estamos fazendo muito pouco para tentar salvar o planeta Terra, o que significa, também, salvar a nós mesmos.

Queimadas na Amazônia, na Austrália, na Califórnia e, agora, no Pantanal são alguns dos alertas sobre o quão danosa tem sido a ação humana para o meio ambiente, e o quanto têm sido insuficientes as tentativas de dirimir os seus efeitos.

Nenhuma meta atingida

Em 2010, foram estabelecidas 20 metas de biodiversidade pela comunidade internacional, no Japão, para reduzir os danos à natureza, tais como combater a poluição, proteger os recifes de corais, entre outros.

Entretanto, de acordo com um relatório recente divulgado pela Organização das Nações Unidas (ONU), o mundo não conseguiu atingir nem uma meta, na última década, para conter a destruição de ecossistemas.

O descumprimento do acordo de Aichi fez com que os habitats naturais seguissem desaparecendo, bem como espécies continuassem ameaçadas de extinção pela atividade humana, informou o The Guardian.

A ONU comentou que está evidente a destruição planetária e que nada tem sido feito para impedi-la. Isso está gerando um efeito cascata, já que o Acordo de Paris sobre a crise climática deve ter, também, os seus objetivos prejudicados.

A chefe da biodiversidade da ONU, Elizabeth Maruma Mrema, sentenciou que a humanidade está em uma encruzilhada que decidirá como as gerações futuras experimentarão o mundo natural:

“Os sistemas vivos da Terra como um todo estão sendo comprometidos. E quanto mais a humanidade explora a natureza de maneiras insustentáveis ​​e prejudica suas contribuições para as pessoas, mais prejudicamos nosso próprio bem-estar, segurança e prosperidade ”.

O relatório da ONU confirma mais dois estudos sobre as ameaças devastadoras ao meio ambiente: o Relatório do Planeta Vivo 2020 da WWF e o da Sociedade Zoológica de Londres (ZSL), que avaliam a devastação da vida selvagem no planeta.

Será que ainda dá tempo?

Talvez te interesse ler também:

The Social Dilemma: as dicas para não virar robô e cair no dilema das redes

10 árvores ideais para calçadas: lindas e coloridas! FOTOS

Pare de odiar as pombas! Especialistas advertem para que deixemos de tratá-las como pragas

Sobre Gisella Meneguelli

Gisella Meneguelli
É doutora em Estudos de Linguagem, já foi professora de português e espanhol, adora ler e escrever, interessa-se pela temática ambiental e, por isso, escreve para o GreenMe desde 2015.

Veja Também

immagine

Pantanal devastado pelas chamas. Animais pedem SOCORRO. Como ajudar

Um dos mais importantes biomas do mundo, santuário de uma extraordinária biodiversidade, está sendo dizimado …