Porco vivo amarrado e forçado a fazer bungee jumping para inaugurar parque temático na China

Os gestores de um novo parque temático obrigaram um porco a fazer bungee jumping para promover a inauguração do local.

A operação de marketing infeliz, organizada na cidade chinesa de Chongqing, foi registrada em um vídeo que viralizou.

A encenação da acrobacia também teve por objetivo celebrar o fim do ano do porco e o começo do ano do rato.

O pobre porco inconsciente foi amarrado e jogado no vazio a 70 metros de altura: aterrorizado, o animal gritou o tempo todo, enquanto o público ria, divertindo-se com a performance atroz.

Na China não existem leis para proteger os direitos dos animais, mas, nos últimos anos, a sensibilidade para esse tipo de abuso aumentou.

O gesto insensato suscitou inúmeras polêmicas entre a população, que acusou os donos do empreendimento de crueldade com os animais.

Um porta-voz do parque justificou a ação dizendo que o porco estava destinado ao matadouro e, portanto, não havia nada de errado em fazê-lo sofrer um pouco antes de ser morto, para entreter o público.

Indignação e vergonha de ser humano. Pra quê isso? Revoltante! Agora é BOICOTAR qualquer atração que explore animais: circos, zoos, aquários… chega de explorar seres sencientes!

Talvez te interesse ler também:

Pesquisa revela: as vacas conversam e têm um “vocabulário próprio”

Na Bolívia, a Mãe Terra é um Ser Vivo e Sagrado, por lei, plena de direitos

Madri aprova lei que proíbe a exploração de animais selvagens em circos

greenMe.com.br é uma revista brasileira online, de informação e opinião Editada também na Itália como greenMe.it