Gambá tenta remover carrapato de um cervo: a foto que captura a profunda simbiose entre diferentes espécies

Uma câmera capturou uma imagem maravilhosa, que mostra a interação especial entre espécies selvagens.

Na fotografia, você pode ver um pequeno espécime de gambá envolvido na remoção de carrapatos do focinho de um cervo.

Estima-se que um gambá possa comer até 5.000 carrapatos durante dois ou três meses. Esses animais, graças à baixa temperatura corporal, não correm o risco de contrair doenças transmitidas por carrapatos, mas protegem outros animais da doença de Lyme, transmitidas por pequenos parasitas.

A imagem, publicada pela Vermont Wildlife Coalition, mostra a simbiose entre diferentes espécies que permite alcançar um equilíbrio natural, possível somente através da colaboração, do trabalho em equipe.

Os caçadores não gostam dos gambás porque eles acionam armadilhas para coiotes e outros bichos, mas o trabalho desses animais é muito útil para a natureza.

Talvez te interesse ler também:

União contra a caça! Conheça os projetos que tramitam no Congresso. Evitemos o retrocesso!

As tristes imagens de urso-polares brincando com lixo plástico no Alasca

Horror por trás dos pincéis usados na arte: mangustos espancados à morte por causa do pelo

Espalhe Amor
greenMe.com.br é uma revista brasileira online, de informação e opinião Editada também na Itália como greenMe.it